!@ {o polifônico, [Jornalismo de Intervenção # Por Leonor Bianchi]

FUTURO DA INDÚSTRIA PETROLÍFERA É TEMA DO PROGRAMA RIO EM FOCO

Posted in Economia by ImprensaBR on 25/10/2010

A extração de petróleo, a administração dos recursos gerados por esta indústria e soluções para seu desenvolvimento de forma sustentável foram os tópicos abordados durante o programa Rio em Foco, apresentado pela secretária geral do Fórum Permanente de Desenvolvimento Estratégico do Estado do Rio de Janeiro, Geiza Rocha, que vai ao ar nesta segunda-feira (25/10), às 22h, na TV Alerj (canal 12 da NET). Além disso, a importância do pré-sal e as outras tendências de desenvolvimento para o estado, a partir do mercado petrolífero, também serão discutidos durante a atração. O Rio é o estado detentor da maior reserva de petróleo e gás do País. E por esta ser uma indústria potencialmente poluidora, o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços, Júlio Bueno, acredita que todo cuidado deve ser tomado para que não se prejudique o meio ambiente, quando o assunto é a produção de petróleo. “Todos devem se lembrar do acidente ocorrido na Baía de Guanabara, há dez anos. Precisamos aprender com os problemas que já tivemos”, alerta o secretário. Tido como a grande fonte de energia do século XX, o petróleo se caracteriza por ser uma indústria globalizada. Com a descoberta do mineral na chamada camada do pré-sal, segundo o professor do Instituto de Economia da UFRJ, presidente da Associação Brasileira de Estudos em Energia e vice da Associação Internacional da Economia da Energia, Edmar de Almeida, houve, de fato, uma tomada de consciência sobre o que este recurso natural significa para a economia do Brasil. “Hoje, com essa descoberta fantástica, a indústria petrolífera já representa 10% da nossa economia. Acredito agora que entramos, definitivamente, na lista dos países que possuem tal indústria como carro-chefe na economia”, analisa. A entrevista também pode ser acessada pela internet, no site http://www.tvalerj.tv. Abaixo, veja a relação dos demais canais a cabo onde a TV Alerj é transmitida e as orientações para sintonizar pela parabólica: Niterói -03 Nova Friburgo – 97 Teresópolis – 41 Três Rios – 96 Volta Redonda – 13 Angra dos Reis – 14 Barra Mansa – 96 Cabo Frio – 34 Campos dos Goytacazes – 10 Itaperuna – 99 Macaé – 10 Petrópolis – 95 Resende – 96 São Gonçalo – 12 Paty do Alferes – 96 Informação para recepção via parabólica: – Satélite Brasilsat – B4 at 84° W – Taxa de Símbolos = 3,0 MSps – Frequência Banda-C = 3816,0 MHz – FEC = 3/4 – Frequência Banda-L = 1334,0 MHz – Polarização= Horizontal (texto de Paulo Ubaldino)

Fonte: Fernanda Galvão Subdiretora-geral da Diretoria de Comunicação Social da Alerj

Anúncios

Comentários desativados em FUTURO DA INDÚSTRIA PETROLÍFERA É TEMA DO PROGRAMA RIO EM FOCO

%d blogueiros gostam disto: