!@ {o polifônico, [Jornalismo de Intervenção # Por Leonor Bianchi]

Receita de royalties de Rio das Ostras cai R$ 17,5 milhões em dois meses

Posted in Cidade, Economia, Infraesturutura by ImprensaBR on 17/11/2010

 

 

Perda deve ser ainda maior e cidade enfrenta desafio de manter qualidade nos serviços para população crescente

 

 Logo após a revelação dos dados do Censo 2010, que indicam Rio das Ostras como a cidade de maior crescimento populacional do Estado, o município enfrenta uma redução grave no orçamento. A cota relativa à Participação Especial de repasse de royalties, divulgada este mês, foi R$ 13,5 milhões menor do que a anterior. Somando-se à perda de R$ 4 milhões em outubro deste ano, em relação à parcela do mês passado, a cidade já amarga uma redução de mais de R$ 17,5 milhões em receita de royalties, somente nos últimos dois meses.
A queda afeta os cofres municipais e leva a prefeitura e rever investimentos para garantir a qualidade nos serviços prioritários, como saúde e educação.
A redução na Participação Especial de Rio das Ostras foi, proporcionalmente, bem acima da perda total de toda a Bacia de Campos. Somados os repasses de todos os municípios, a região perdeu 12,5% da receita em relação à ultima cota, de agosto de 2010, enquanto Rio das Ostras perdeu 42%.
“Sabemos que estamos tendo perdas contínuas nos royalties, mas não esperávamos uma redução tão grande no orçamento. A população pode estar certa de que a prefeitura não vai medir esforços para que isso não se reflita na qualidade dos serviços públicos prestados. Nossas prioridades de investimentos em saúde e educação serão mantidas”, diz o prefeito Carlos Augusto.
PERDAS – A queda na receita gerada pela exploração e produção do petróleo está diretamente ligada a fatores externos, como a redução do preço do barril de petróleo e a constante queda do dólar. O município sofreu muito também com a paralisação da produção de algumas plataformas por questões de segurança e manutenção, ocorridas neste ano.
Para que se tenha idéia do impacto, na edição do dia 9 de novembro do jornal O Globo, o presidente da Petrobras, Sergio Gabrielli, afirmou que a produção de petróleo de 2010 será menor do que a prevista pela empresa, por conta das paradas dessas plataformas.
REPASSE MENOR – A Agência Nacional de Petróleo (ANP) fez uma redefinição da participação dos municípios no repasse de royalties relativo à produção do Campo de Marlim Leste. Com essa revisão dos repasses, Rio das Ostras, que detinha 36% do resultado da produção do campo, passou a 26,4% de participação. Até o momento, o município teve uma queda relativa à receita de Marlim Leste de quase R$ 7 milhões, com previsão de perda anual de aproximadamente R$ 12 milhões.
“Essa redefinição da participação de Rio das Ostras, ocorrida nos últimos meses, foi mais um grande impacto para o nosso município e, claro, prejudica nosso orçamento previamente planejado”, explica a secretária de Planejamento, Rosemarie Teixeira. “Teremos que rever os nossos investimentos e estamos buscando, junto à ANP, uma nova revisão desse repasse do Campo de Marlim Leste. Nossa população não pode sofrer ainda mais essas perdas”, completa a secretária. 

Fonte: Secom PMRO

 

Comentários desativados em Receita de royalties de Rio das Ostras cai R$ 17,5 milhões em dois meses