!@ {o polifônico, [Jornalismo de Intervenção # Por Leonor Bianchi]

Mulher que integrava quadrilha suspeita de desviar mais de US$ 16 milhões do INSS tinha casas em Rio das Ostras

Posted in Clipping: O que sai na mídia sobre Rio das Ostras by ImprensaBR on 04/04/2012

Preso suspeito de integrar quadrilha de fraude milionária no INSS, diz PF

Suspeito havia sido condenado por peculato e formação de quadrilha

Um homem suspeito de ser integrante da quadrilha de Jorgina de Freitas, que praticava fraudes no INSS, foi preso em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. De acordo com a Polícia Federal, ele é ex-procurador chefe do INSS de Nova Iguaçu foi encontrado, na quinta-feira (29), em sua casa, também em Nova Iguaçu, e levado para o Presídio Ari Franco, em Água Santa, no subúrbio do Rio.

 

O suspeito, de 82 anos, foi condenado a 11 anos de prisão em 1997 por peculato e formação de quadrilha, e estava foragido. Segundo a polícia, ele pertencia à mesma quadrilha de Jorgina de Freitas, que foi condenada em julho de 1992, pelo Tribunal de Justiça do Rio, a 14 anos de prisão, em regime inicialmente fechado. A quadrilha é suspeita de desviar mais de US$ 16 milhões do INSS, o equivalente a R$ 29,1 milhões.

Jorgina Freitas ficou foragida até 1997, quando foi encontrada na Costa Rica e extraditada no ano seguinte para o Brasil. A advogada foi presa em fevereiro de 1998. Em junho de 2010, uma sentença declarou extinta a pena privativa de liberdade de Jorgina pelo seu integral cumprimento. O alvará de soltura foi expedido no mesmo mês e Jorgina conseguiu a liberdade.

De acordo com os autos, a fraudadora adquiriu cerca de 60 imóveis em Curitiba, Minas Gerais, Búzios, Rio das Ostras, Cabo Frio, Nova Iguaçu, Petrópolis e Volta Redonda. Na capital, há apartamentos no Leblon, Zona Sul, terrenos na Barra da Tijuca, e imóveis em Jacarepaguá, Zona Oeste, Andaraí, Zona Norte, e na Rua Uruguaiana, no Centro da cidade. Os demais imóveis serão leiloados em lotes, após reavaliação.

Fonte: G1

Comentários desativados em Mulher que integrava quadrilha suspeita de desviar mais de US$ 16 milhões do INSS tinha casas em Rio das Ostras

%d blogueiros gostam disto: