!@ {o polifônico, [Jornalismo de Intervenção # Por Leonor Bianchi]

Morre Celso Blues Boy – Papa do Blues Brasileiro deixa legião de fans ao falecer aos 56 anos de Câncer na garganta

Posted in Brasil, Cidade, Cultura, Estereofonia, Notas by ImprensaBR on 06/08/2012
Por Rúben Pereira*
O cantor, compositor e guitarrista Celso Blues Boy morreu na manhã desta segunda-feira (6 de agosto) em Joinville, Santa Catarina. O músico faleceu às 8h50. O corpo está sendo encaminhado para Blumenau para ser cremado. Seguindo uma decisão do próprio músico, seu corpo foi encaminhado diretamente ao crematório sem ser velado. O músico falece aos 56 anos depois de contrair câncer de garganta.Depois de inúmeras apresentações em Rio das Ostras e Macaé nas últimas décadas, em junho deste ano durante o Rio das Ostras Jazz e Blues Festival fez apresentações eletrizantes.Debaixo de uma chuva torrencial no sábado à noite destilou o melhor de seu repertório lavando todos presentes ao delírio.

Celso Ricardo Furtado de Carvalho nasceu no Rio de Janeiro, em janeiro de 1956. Na década de 1970, com apenas 17 anos, começou a tocar profissionalmente com Raul Seixas, além de acompanhar nome da MPB como Sá & Guarabira e Luiz Melodia. Seu nome artístico é uma homenagem ao seu ídolo B.B. King, com quem chegou a tocar na década de 1980.

O vascaíno foi guitarrista das bandas Legião Estrangeira e Aero Blues, considerado o primeiro grupo de blues do Brasil. Em 1980 passou a ser mais conhecido, quando mandou uma fita para a Rádio Fluminense, no Rio, voltada para o repertório roqueiro. Quatro anos depois gravou seu primeiro disco, ‘Som na Guitarra’, que inclui seu maior sucesso: ‘Aumenta que Isso Aí É Rock’n Roll’.

No ano passado, Celso Blues Boy gravou seu primeiro DVD, ‘Celso Blues Boy ao Vivo’, no Circo Voador, no Rio de Janeiro, que também foi lançado em CD. O cantor morava há 12 anos em Joinville.

* Editor do Caderno de Cultura d’O Polifônico.

Anúncios

Comentários desativados em Morre Celso Blues Boy – Papa do Blues Brasileiro deixa legião de fans ao falecer aos 56 anos de Câncer na garganta