!@ {o polifônico, [Jornalismo de Intervenção # Por Leonor Bianchi]

Chega ao fim a 10a Mostra Cinema Popular Brasileiro

Posted in Brasil, Cinema, Cultura, Mostra Cinema Popular Brasileiro, Nova Friburgo by ImprensaBR on 18/11/2013

É isso aí, Brasil… mais uma Mostra Cinema Popular Brasileiro se foi. A décima. Que muitas outras venham adiante! Agradeço a TODOS que ajudaram a realizar este projeto… aos realizadores, produtores e distribuidores que inscreveram seus filmes, e, sobretudo, ao público, que mais uma vez fez sua parte lindamente.

Salve o cinema brasileiro! Que venha 2014! Curta! Mostra Cpb.

Leonor Bianchi, idealizadora da mostra.

ate 1024

Anúncios

Comentários desativados em Chega ao fim a 10a Mostra Cinema Popular Brasileiro

Segue até domingo a 10a Mostra Cinema Popular Brasileiro

Comentários desativados em Segue até domingo a 10a Mostra Cinema Popular Brasileiro

10ª Mostra Cinema Popular Brasileiro divulga filmes selecionados

Posted in Cinema, Cultura, Nova Friburgo by ImprensaBR on 04/10/2013

cpb_013_

A 10a Mostra Cinema Popular Brasileiro acontece entre 14 e 17 de novembro, em Lumiar.

Veja mais no site. Clique no banner ao lado.

Balões, lembranças e pedaços de nossas vidas

Frederico Pinto

Porto Alegre (RS), 2013

Paisagem Carioca – Vista do Morro

Marco Antonio Pereira

Rio de Janeiro (RJ), 2013

Borum Krena

Adriana Jacobsen

Vitória (ES), 2013

O último tropeiro

Felipe Shikama

Sorocaba (SP), 2012

Vaqueiros Encantados

Marcia Paraiso e Ralf Tambke

Florianópolis (SC), 2012

Samba de Quadra

Luiz Ferraz e Gustavo Mello

São Paulo (SP), 2009

Barbeiros

Luiz Ferraz e Guilherme Aguilar

São Paulo (SP), 2012

Ritos de Rios e Ruas

Coletivo Alma/ Mario Dalcendio

São Paulo (SP), 2013

Acalanto

Arturo Saboia

São Luis (MA), 2012

Debaixo do céu

Renata Spitz

Niterói – Nova Friburgo (RJ), 2013

A dama do Estácio

Eduardo Ades

Rio de Janeiro (RJ), 2012

Ruído Branco

Mateus Neiss e Lucas Sá

Vera Cruz/Pelotas (RS), 2012

Parênteses

Gustavo Brandão, Gustavo Pains e Marinho Antunes

Belo Horizonte (MG), 2013

Proibido falar italiano

Robinson Cabral

Caxias do Sul (RS), 2012

O Que Bererico Vai Pensar?

Diego Scarparo

Cachoeiro de Itapemirim (ES), 2012

Pacaembu

Ari Cândido Fernandes

São Paulo (SP), 2006

Ferro Velho

Thais Mol Alvares da Silva

Belo Horizonte (MG), 2013

Juízes de Paz

Paulo Augusto Franco

São João Del Rei (MG)

Dona Rosa

Mathias Mangin e Lucas Mandacaru

São Paulo (SP), 2013

Afetos, a viagem mais longa

Tiago Pedro

Missão Velha (CE), 2013

Dona Maria

Mozart Oliveira

Gravatá (PE), 2013

Baba 105

Felipe Bibian

Rio de Janeiro (RJ), 2013

Abrigo ao Sol

Emerson Evêncio

Vitória (ES), 2013

Substantivo Abstrato

Carlos Camacho

Rio de Janeiro (RJ), 2013

No Interior da Minha Mãe

Lucas Sá

São Luís (MA), 2013

Qual queijo você quer?

Cíntia Domit Bittar

Florianópolis (SC), 2011

O que lembro tenho

Rafhael Barbosa

Maceió (AL), 2012

A Navalha do Avô

Pedro Jorge

São Paulo (SP), 2013

O momento certo

Sergio Pizza Gambier

São Paulo (SP), 2012

Entrelugares: Patrimônio e Memória no Leste Fluminense

Pedro Paulo Rosa

Rio de Janeiro (RJ), 2013

Lembranças de Maura

Bruna Lessa

São Paulo (SP)/ Ilhota (SC), 2013

A Infância de Aninha

Rosa Berardo

Goiânia (GO), 2013

As Curvas de Niemeyer

Alunos da Rede Municipal de Vitória

Vitória (ES), 2010

A Velha Gulosa

 Isabela Veiga

Goiânia (GO), 2013

 O homem que conserta estrelas

 Denise Marchi

 Porto Alegre (RS), 2013

 Nina

 Rodrigo Zerbetto

 Santos (SP), 2013

 Café Escola

 Juba Machado

 Carmo da Mata (MG), 2012

 O cinema em Lumiar

 Eduarda Serra

 Lumiar/ Nova Friburgo (RJ), 2013

 Toda a paz

 Escola de Cinema CineZé

São Pedro da Serra/ Nova Friburgo (RJ), 2013

 O evangelista

 Ricardo Rodrigues

 São João de Meriti (RJ), 2011

 Pesque pague

 Ricardo Rodrigues

 São João de Meriti (RJ), 2011

 Remar é…

 Valério Fonseca

 Rio de Janeiro (RJ), 2013

 O renascimento do parto

Eduardo Chauvet

Brasília (DF), 2013

Era assim naquele tempo

Ricardo Sá

Vitória (ES), 2013

  

 

Comentários desativados em 10ª Mostra Cinema Popular Brasileiro divulga filmes selecionados

Anima Cine Macaé homenageia Alvaro Marins (Seth) em sessão especial de encerramento, nesta 5a feira, 29, no CIEMH2

Posted in Brasil, Cinema, Cultura, Estado, Internacional, Macaé, Região, Turismo, Videofonia by ImprensaBR on 28/08/2013

luz anima acao cartaz

O Anima Cine Macaé homenageia Alvaro Marins, Seth. Caricaturista macaense renomado atuante na primeira metade do século XX. Seth foi nada menos que o primeiro animador de cinema do Brasil.

A sessão que encerra o Anima Cine Macaé é uma homenagem a este que é considerado o Pai da Animação Brasileira e a primeira animação feita no Brasil, Kaiser.

Na sessão serão exibidos três curtas premiados este ano no recém findado Anima Mundi e em outros festivais de animação e o estreante ‘Luz, Anima, Ação’, um longa ainda inédito do grande público, que depois de passar pelas telas apenas do Anima Mundi, agira no começo de agosto, será exibido para o público do Anima Cine Macaé. Imperdível!!!

A sessão do Anima Cine Macaé nesta quinta feira, 29 de agosto, começa às 19 h no CIEMH2, em Macaé, no Sol Y Mar. Entrada é franca e a classificação indicativa livre. Rua Eleosina Pereira de Queiroz Mattoso, 105.

O Anima Cine Macaé 2013 – Festival Internacional de Animação de Macaé é uma realização de Curadoria de Cinema e Escola Livre de Comunicação e Artes. www.animacinemacae.wordpress.com

Comentários desativados em Anima Cine Macaé homenageia Alvaro Marins (Seth) em sessão especial de encerramento, nesta 5a feira, 29, no CIEMH2

Começa hoje o Anima Cine – Festival Internacional de Cinema de Animação de Macaé

Posted in Brasil, Cinema, Cultura, Internacional, Macaé, Região, Rio das Ostras, Turismo, Videofonia by ImprensaBR on 24/08/2013

divulgação_final_virtual

Programação com 34 filmes de diversas nacionalidades segue até 29 de agosto na cidade do Pai da Animação Brasileira

O Anima Cine Macaé, Festival Internacional de Cinema de Animação de Macaé -, começa hoje, às 18h, no distrito do Sana, em Macaé. Ao todo serão exibidos 34 filmes entre curtas, super curtas e longas. O festival continua amanhã no Sana, quarta-feira, dia 28, em Bicuda e quinta-feira, dia 29 de agosto, o Anima Cine encerra seu circuito no CIEHMH² no Sol Y Mar, em Macaé.

Toda a programação do festival é gratuita e pode ser baixada pelo site www.animacinemacae.wordpress.com

Filmes premiados em grandes festivais de animação serão exibidos em Macaé, durante o Anima Cine

Segundo a curadora do Anima Cine, Leonor Bianchi, a programação foi pensada e construída em cima de uma demanda regional de contato e aproximação com o gênero. “Mesmo com os meios digitais de comunicação, muita gente no interior não conhece outro tipo de animação que não seja os desenhos da Disney e os mangás japoneses. Consideramos este aspecto e preferimos criar um panorama didático, digamos assim, para selecionar as obras. O formato pensado para esta curadoria seguiu a tendência das janelas dos festivais mais significativos de animação que existem hoje no mundo, mas não esquecemos de olhar para o nosso quintal, afinal somos interior, estamos no interior. Macaé é uma cidade transatlântica, mas aqui é interior do Brasil… Exibiremos filmes premiados em Annecy (o maior do gênero no mundo) e tantos outros que estão hoje, neste momento, sendo exibidos no Anima Mundi, o maior festival de animação do Brasil, mas também exibiremos animações locais, de gente de Macaé, a terra do pai da animação brasileira, o mote do Anima Cine Macaé, inclusive! Isso mostra a intenção da Curadoria em dialogar com as produções regionais sem desconsiderar que há uma grande escola de cinema de animação fora do Brasil. Uma escola mais antiga e que merece respeito, mas que hoje, com o acesso às ferramentas de produção de um filme animado, nada perde à criatividade dos animadores brasileiros. Alguns (muitos), inclusive, trabalham lá fora, mas assinam a realização de vários filmes como sendo feitos no Brasil. O Brasil tem se revelado um grande produtor de animação para cinema. A publicidade domina um nicho que acaba fomentando o surgimento de novos realizadores a cada dia”, comentou a curadora do festival.

O Anima Cine é uma realização de Curadoria de Cinema e Escola Livre de Comunicação e Artes.

Macaé: cidade onde nasceu Seth, o pai da animação brasileira

Muita gente ainda desconhece o fato, mas foi em Macaé, litoral norte do estado o Rio de Janeiro, que nasceu o primeiro animador de cinema do Brasil. Seu nome era Alvaro Marins, mais conhecido como Seth, apelido que criou para assinar seus trabalhos como caricaturista para a imprensa carioca da primeira metade do século XX. O ilustrador, desenhista, chargistas e caricaturista macaense foi o responsável pela animação de uma tirinha desenhada por ele mesmo e levada à tela do Cine Pathè em janeiro de 1917, no Rio de Janeiro. O filme animado era ‘Kaiser’, hoje considerado o primeiro filme de animação feito no Brasil por um brasileiro. Seth trabalhou em muitos Jornais cariocas Como ilustrador, desenhou inúmeras artes para a publicidade nos primeiros tempos da publicidade no Brasil e tem sua marca registrada na História da Animação Brasileira. Por ter nascido em Macaé e por considerarmos que ele merece ganhar um lugar de destaque na História da Animação Brasileira, Seth e a Animação ganharam este projeto como forma de resgate a esta parte da história da cidade e da animação brasileira.

Comentários desativados em Começa hoje o Anima Cine – Festival Internacional de Cinema de Animação de Macaé

Sessão de abertura do Circuito Cinema Popular Brasileiro foi um sucesso! Clementina de Jesus, Rainha Quelé, de Weriton Kermes emocionou o público

sessao de abertura do circuito cinema  popular brasileiro leonor bianchiAconteceu, na sexta-feira, 16 de agosto de 2013, a sessão de abertura do Circuito Cinema Popular Brasileiro. O projeto integra as ações de fomento ao cinema brasileiro, formação de público e educação do olhar propostas pela produção da 10a Mostra Cinema Popular Brasileiro, que acontecerá entre 14 e 17 de novembro, em Lumiar, quinto distrito de Nova Friburgo (RJ/ BR).

O filme escolhido pela Curadoria de Cinema para a sessão de abertura do Circuito foi Clementina de Jesus, Rainha Quelé, um documentário de 75 minutos de Weriton Kermes, com muitas imagens de arquivo, bons depoimentos de grandes nomes da música brasileira, entre eles Paulinho da Viola, Cristina Buarque de Holanda, João Bosco, Paula Lima, e de Heron Coelho, autor do livro que deu origem ao argumento do filme.

A receptividade do público foi maravilhosa, tendo a fita emocionado a todos os presentes, que saíram da sessão reflexivos diante da memória da imagem, da vida e da obra da pessoa que foi Clementina de Jesus, personalidade de suma importância para a cultura e a música brasileiras.

As sessões do Circuito acontecerão até o dia 8 de novembro, sempre às sextas-feiras, às 19h30, com entrada franca.

No dia 14 de novembro começará a 10a edição da Mostra Cinema Popular Brasileiro. De 14 a 17 de novembro em Lumiar. As inscrições para a 10a Mostra Cinema Popular Brasileiro já estão abertas pelo site www.mostracinemapopularbrasileiro.wordpress.com 

A Mostra Cinema Popular Brasileiro e o Circuito Cinema Popular Brasileiro têm
Realização – Curadoria de CinemaEscola Livre de Comunicação e Artes,
Casa Cultural Mata AtlânticaVideoteca Cinema Popular Brasileiro
Assessoria de Comunicação – ImprensaBR Assessoria de Comunicação
Divulgação e Promoção – Jornal O Polifônico
Parceiros – Cineclube Lumiar e Tribuna Livre Cultural

Comentários desativados em Sessão de abertura do Circuito Cinema Popular Brasileiro foi um sucesso! Clementina de Jesus, Rainha Quelé, de Weriton Kermes emocionou o público

CIEMH2 em Macaé sediará Oficina de Capacitação para o edital Prêmio Funarte Mulheres nas Artes Visuais

Posted in Brasil, Cultura, Macaé by ImprensaBR on 17/08/2013

946358_515395371876271_1818104891_n
A Fundação Nacional de Artes – Funarte prorrogou, até o dia 30 de agosto, as inscrições para o Prêmio Funarte Mulheres nas Artes Visuais 2013.

Dando continuidade à série de oficinas de qualificação realizadas em todo país, a Fundação Nacional de Artes – Funarte vai promover essa ação com o intuito de ampliar o número de inscrições e auxiliar na formatação de projetos culturais para o Prêmio Funarte Mulheres nas Artes Visuais. A oficina acontecerá no CIEMH² Núcleo Cultural, na próxima terça-feira, dia 20/08 às 19h.

O objetivo do edital é selecionar projetos de proponentes do sexo feminino, em âmbito nacional, que visem à prática de linguagens artísticas, à reflexão crítica e à profissionalização dos processos de gestão cultural. Realizado pela Fundação Nacional de Artes – Funarte, em parceria com o Ministério da Cultura e com a Secretaria de Políticas para as Mulheres, o edital pretende contribuir para o fomento e a difusão da expressão artística considerando o reconhecimento das mulheres nas artes visuais. Serão contemplados dez projetos com premiações de R$ 70 mil para cada um.

O CIEMH² fica na rua Eleosina Pereira de Queiroz Matoso, Nº 105, Sol Y Mar – Macaé – RJ.

Mais informações: CIEMH² no Facebook ou Tel: (22) 3084-2541 (a partir das 16h).

Fonte: Facebook CIEMH2

Comentários desativados em CIEMH2 em Macaé sediará Oficina de Capacitação para o edital Prêmio Funarte Mulheres nas Artes Visuais

Circuito Cinema Popular Brasileiro começa hoje. Temporada terá 13 sessões até a 10a Mostra Cinema Popular Brasileiro, em novembro

Posted in Brasil, Cinema, Cultura, Nova Friburgo by ImprensaBR on 16/08/2013

A partir de hoje, a produção da 10a Mostra Cinema Popular Brasileiro, através da Curadoria de Cinema, Escola Livre de Comunicação e Artes e Casa Cultural Mata Atlântica, realizará 13 sessões de cinema Brasileiro na Tribuna Livre Cultural, em Lumiar (Nova Friburgo/ RJ/ BR). O Circuito Cinema Popular Brasileiro tem como objetivo fomentar a exibição de filmes nacionais para a comunidade e turistas, exercitando, desta maneira, o contato destes com o cinema brasileiro em diferentes gêneros.

O Circuito Cinema Popular Brasileiro faz parte das ações educativas e de fomento ao cinema brasileiro propostas pela Mostra Cinema Popular Brasileiro, que este ano, em sua décima edição, acontecerá de 14 a 17 (feriado de Proclamação da República), em Lumiar, na Tribuna Livre Cultural.

Cartaz Clementina de Jesus Rainha QueléNa sessão de abertura do Circuito será exibido o documentário de Werinton Kermes ‘Clementina de Jesus, Rainha Quelé’. O filme foi enviado para a 8a Mostra Cinema Popular Brasileiro em 2011 e exibido em Rio das Ostras. A obra foi cedida para uso em projetos vinculados à Videoteca Cinema Popular Brasileiro naquele ano. Sua inserção no circuito pela Curadoria de Cinema – produtora que seleciona os filmes que comporão a programação do Circuito Cinema Popular Brasileiro -, faz parte das ações de difusão de seu acervo. 

As sessões do Circuito acontecerão às sextas-feiras, sempre às 19h30, com entrada franca.

Leia o release .

Curta a página do Circuito Cinema Popular Brasileiro e acesse o site do projeto para saber mais.

Comentários desativados em Circuito Cinema Popular Brasileiro começa hoje. Temporada terá 13 sessões até a 10a Mostra Cinema Popular Brasileiro, em novembro

10a Mostra Cinema Popular Brasileiro abre inscrições de filmes

Posted in Brasil, Cinema, Cultura, Mostra Cinema Popular Brasileiro, Videofonia by ImprensaBR on 12/08/2013

10a mostra cpb

Com o tema ‘Memória, Identidade e Pertencimento’, a Mostra Cinema Popular Brasileiro abre, hoje, o período de inscrições de filmes para sua décima edição.

A mostra acontecerá entre 14 e 17 de novembro (feriado de Proclamação da República) em Lumiar, quinto distrito de Nova Friburgo.

Para inscrever seu filme gratuitamente, acesse o Regulamento e a Ficha de Inscrição no site da mostra http://mostracinemapopularbrasileiro.wordpress.com/ As inscrições vão até o dia 28 de setembro pelo site da mostra.

A única exigência para o filme participar da mostra é ser uma produção brasileira.

A mostra não é competitiva e toda sua programação terá entrada franca.

Comentários desativados em 10a Mostra Cinema Popular Brasileiro abre inscrições de filmes

Cineclube Lumiar apresenta, neste domingo, A grande sedução

Posted in Cinema, Cultura, Nova Friburgo by ImprensaBR on 10/08/2013

A GRANDE SEDUÇÃO

 

Direção de Jean-François Pouliot • CANADÁ • Ficção • 2003 • 109 minutos • Livre

Sinopse: A pequena ilha de St. Marie-La-Mauderne é um local esquecido pelo tempo. Seus quase 130 habitantes vivem do seguro social pago pelo governo. Não há médico nem tão pouco uma fábrica. Mas todos se divertem bebendo cervejas no único restaurante da cidade conversando sobre o nada. O povoado precisa de um doutor para poder sediar uma fábrica de plásticos. Assim, eles montam um plano para tentar convencer o Dr. Cristopher a se mudar definitivamente para o local. Um hilariante e emocionante plano onde os detalhes são tão engraçados quanto estapafúrdios. 

Para assistir ao trailer do filme, clique no link abaixo.

A Grande Sedução (original – legendas em inglês)

As sessões do CINECLUBE LUMIAR acontecem todos os domingos no

TRIBUNA LIVRE CULTURAL, sempre ás 19h, com entrada franca.

Rua Dep. Amâncio Mario de Azevedo, 145, em frente ao lago de Lumiar. Lumiar/ Nova Friburgo (RJ/ BR).

Comentários desativados em Cineclube Lumiar apresenta, neste domingo, A grande sedução

Anima Cine Macaé divulga filmes selecionados para sua primeira edição

Posted in Brasil, Cinema, Cultura, Estado, Macaé, Região, Rio das Ostras, Turismo, TV O Polifônico, Videofonia by ImprensaBR on 07/08/2013

Festival Internacional de Cinema de Animação de Macaé acontecerá de 24 a 30 de agosto

O Anima Cine Macaé, Festival Internacional de Cinema de Animação de Macaé divulga hoje a seleção dos filmes que serão exibidos na primeira edição do festival.

angel

Animação polonesa ‘Angel’, de Agnieszka Skolik.

 

Segundo a curadora do Anima Cine, Leonor Bianchi, a programação foi pensada e construída em cima de uma demanda regional de contato e aproximação com o gênero. “Mesmo com os meios digitais de comunicação, muita gente no interior não conhece outro tipo de animação que não seja os desenhos da Disney e os mangás japoneses. Consideramos este aspecto e preferimos criar um panorama didático, digamos assim, para selecionar as obras. O formato pensado para esta curadoria seguiu a tendência das janelas dos festivais mais significativos de animação que existem hoje no mundo, mas não esquecemos de olhar para o nosso quintal, afinal somos interior, estamos no interior. Macaé é uma cidade transatlântica, mas aqui é interior do Brasil… Exibiremos filmes premiados em Annecy (o maior do gênero no mundo) e tantos outros que estão hoje, neste momento, sendo exibidos no Anima Mundi, o maior festival de animação do Brasil, mas também exibiremos animações locais, de gente de Macaé, a terra do pai da animação brasileira, o mote do Anima Cine Macaé, inclusive! Isso mostra a intenção da Curadoria em dialogar com as produções regionais sem desconsiderar que há uma grande escola de cinema de animação fora do Brasil. Uma escola mais antiga e que merece respeito, mas que hoje, com o acesso às ferramentas de produção de um filme animado, nada perde à criatividade dos animadores brasileiros. Alguns (muitos), inclusive, trabalham lá fora, mas assinam a realização de vários filmes como sendo feitos no Brasil. O Brasil tem se revelado um grande produtor de animação para cinema. A publicidade domina um nicho que acaba fomentando o surgimento de novos realizadores a cada dia”, comentou a curadora do festival.

Foram selecionados 32 filmes, dentre estes, três longas-metragens. A relação dos selecionados e os programas do Festival Internacional de Cinema de Animação de Macaé já está online no site www.animacinemacae.wordpress.com

O Anima Cine é uma realização de Curadoria de Cinema e Escola Livre de Comunicação e Artes.

Comentários desativados em Anima Cine Macaé divulga filmes selecionados para sua primeira edição

O Anima Cine invadiu a redação d’O Polifônico!!!! É tempo para uma reflexão social inteligente e provocadora, característica deste gênero cinematográfico, e o curta animado ‘Imagine uma menina com cabelos de Brasil…’ nos remete bem a esse estado de reflexão crítica sem perder o bom humor…

imagine

‘Imagine uma menina com cabelos de Brasil…’ A animação do ilustrador e animador Alexandre Bersot será exibida no Programa de abertura do Anima Cine Macaé, dia 25 de agosto, no CriaSana. Para ver toda a programação de filmes, acesse o site do festival aqui. O Anima Cine tem programação gratuita.

Realização: Curadoria de Cinema e Escola Livre de Comunicação e Artes
Comunicação: ImprensaBR

Comentários desativados em O Anima Cine invadiu a redação d’O Polifônico!!!! É tempo para uma reflexão social inteligente e provocadora, característica deste gênero cinematográfico, e o curta animado ‘Imagine uma menina com cabelos de Brasil…’ nos remete bem a esse estado de reflexão crítica sem perder o bom humor…

Anima Cine Macaé divulga seleção de filmes que serão exibidos no Festival Internacional de Cinema de Animação de Macaé

Posted in Cinema, Cultura, Macaé by ImprensaBR on 06/08/2013

luz anima acao cartaz

Já está online no site do Anima Cine Macaé a seleção dos filmes que serão apresentados no festival e toda a programação das exibições.

Acesse aqui.

Comentários desativados em Anima Cine Macaé divulga seleção de filmes que serão exibidos no Festival Internacional de Cinema de Animação de Macaé

Cineclube Lumiar apresenta, hoje, ás 19h, Estamos juntos, produção nacional de Tony Venturi.

Posted in Cinema, Cultura, Nova Friburgo by ImprensaBR on 04/08/2013

999172_642960072390376_1990169621_n

Sinopse: Carmem é uma jovem e talentosa médica que leva uma vida independente na agitada São Paulo, ao lado do seu divertido amigo Murilo, longe das sufocantes amarras da cidade do interior de onde veio. Mas tudo muda quando sintomas de uma grave e inesperada doença surgem na vida da residente. Sua rotina se transforma e ela passa a se relacionar cada vez mais com um enigmático homem, ao mesmo tempo em que se entrega a uma intensa paixão com o impetuoso Juan. Com o passar das semanas, Carmem fará com que as duas realidades em que vive se confrontem, mesmo que elas acabem conquistando ou destruindo uma à outra.

As sessões do CINECLUBE LUMIAR acontecem todos os domingos no TRIBUNA LIVRE CULTURAL.
Rua Dep. Amâncio Mario de Azevedo, 145
(em frente ao lago de Lumiar)
LUMIAR – Nova Friburgo \ RJ
Sempre às 19h.

Comentários desativados em Cineclube Lumiar apresenta, hoje, ás 19h, Estamos juntos, produção nacional de Tony Venturi.

Em novembro… 10 anos depois…

Posted in Cinema, Cultura, Educação, Nova Friburgo by ImprensaBR on 02/08/2013

Este slideshow necessita de JavaScript.

Comentários desativados em Em novembro… 10 anos depois…

PURO promove primeiro Simpósio sobre Ações Culturais

Posted in Cultura, Rio das Ostras by ImprensaBR on 18/07/2013

1001202_10200340016276078_984446813_n

O Curso de Produção Cultural do Pólo Universitário de Rio das Ostras (Puro) da Universidade Federal Fluminense estará promovendo no dia 19 de julho, de 9h às 18h, o primeiro Simpósio “Universidade e cidade: ações culturais e contextos”.

O evento, que será realizado no auditório do Puro, é voltado para alunos do curso de Produção Cultural, agentes e produtores culturais, professores, pesquisadores, arte-educadores e artistas, e tem o objetivo de criar a oportunidade do exercício do pensamento e da prática da produção cultural, entre a universidade e a sociedade, em especial, as cidades da Região das Baixadas Litorâneas.

Os participantes receberão certificado de participação de 15h, após a entrega de  uma resenha sobre um dos temas das mesas, no término do simpósio.

As inscrições serão efetuadas no Puro que fica na Rua Recife, s/n, Jardim Bela Vista. Outras informações poderão ser obtidas através dos telefones 22- 8161-1641 ou 22- 9802-4610 ou pelo e-mail: liviaamorim@gmail.com.

A programação completa do evento é a seguinte:

 Mesa 1- Programas, editais, fomento e financiamento .Palestrantes –  José Facury ,secretário municipal de Cultura de Cabo Frio; professora Cleisemery Campos da Costa do Departamento de Artes e Estudos Culturais/ Puro/UFF e representantes da Secretaria Estadual de Cultura  do Rio de Janeiro e da Prefeitura Municipal de Rio das Ostras.

Mesa 2 – Participação social e cultura. Palestrantes – Marcos Vinícius Faustini , coordenador da Rede Juventude; . Adriana Izidoro, coordenadora Ponto de Leitura; Yuri Vasconcelos, agente cultural e a professora Clarissa Semensato do Departamento de Artes e Estudos Culturais /Puro/UFF.

Mesa 3– Indicadores culturais: pesquisar para quê? Palestrante  Marcia Ferran , professora do Departamento de Artes e Estudos Culturais/Puro/UFF e Coordenadora do Acordo de Cooperação do Ministério da Cultura e a UFF.

Fonte: Site do PURO

Comentários desativados em PURO promove primeiro Simpósio sobre Ações Culturais

Praça do Artesão de Rio das Ostras, RJ, passará por obras de revitalização

Posted in Cidade, Cultura, Rio das Ostras, Trabalho e Renda by ImprensaBR on 18/07/2013

Projeto foi discutido com cerca de 50 artesãos na noite de terça-feira (16). Durante as obras, os artesãos vão continuar trabalhando em outro local.

A prefeitura de Rio das Ostras, interior do Rio, vai reformar a Praça do Artesão, no Centro. A proposta é resgatar o artesanato da cidade, transformando o espaço num ponto turístico. A notícia foi anunciada pelo prefeito Sabino, durante um encontro com cerca de 50 representantes da Associação Ostra Arte, na tarde de terça-feira (16) no auditório do Parque dos Pássaros. Sabino pediu aos artesãos que enviassem sugestões e que, junto ao poder municipal, ajudassem na elaboração do projeto de revitalização da praça. Uma nova reunião está prevista para acontecer em três semanas. (more…)

Comentários desativados em Praça do Artesão de Rio das Ostras, RJ, passará por obras de revitalização

Intocáveis no Cineclube Lumiar

Posted in Cinema, Cultura, Nova Friburgo by ImprensaBR on 05/07/2013

 

os intocaveis no cineclube lumiarNo próximo domingo, 7 de julho, com entrada franca, o Cineclube Lumiar apresenta o filme ‘Intocáveis’, de Eric Toledano e Olivier Nakache. • França • Ficção • 2011 • 112 minutos • 14 anos.

 Sinopse: Philippe é um aristocrata rico que, após sofrer um grave acidente, fica tetraplégico. Precisando de um assistente, ele decide contratar Driss, um jovem problemático que não tem a menor experiência em cuidar de pessoas no seu estado. Aos poucos ele aprende a função, apesar das diversas gafes que comete. Philippe, por sua vez, se afeiçoa cada vez mais a Driss por ele não tratá-lo como um pobre coitado. Aos poucos a amizade entre eles se estabelece, com cada um conhecendo melhor o mundo do outro. Inspirado em uma história real.

Para assistir ao trailer do filme, clique Intocáveis.

Comentários desativados em Intocáveis no Cineclube Lumiar

Sobre o Fórum de Cultura de Rio das Ostras e no que esta articulação implica

Posted in Cidadania, Cultura, Denúncia, Rio das Ostras by ImprensaBR on 04/07/2013

Há quanto tempo você mora em Rio das Ostras? O que você conhece sobre a história da cidade, seus agentes culturais, o avançar do setor nos últimos oito anos? Então, por gentileza, invista em você e leia este artigo, porque eu acho que os caras estão te usando como massa de manobra… agora, se você acha que tá bonito, vai fundo! Lá na frente você me conta como foi…  

É. Parece que depois do alerta divulgado ontem no jornal O Polifônico Jornalismo de Intervenção a galerinha que está preparando, sem a menor coletividade, o Fórum de Cultura de Rio das Ostras (o Fórum de Mentirinha), já começou a se articular para fazer um contra ataque ao artigo e à jornalista que o redigiu. Mas o fato não pode ser mais uma vez deturpado. O que está em questão é a construção da política cultural que Rio das Ostras passará a ter para os próximos anos. Por que a jornalista não pode expressar sua ideia e dizer que trata-se de um movimento ilegítimo se ela mesma criou toda uma articulação há quatro anos para fomentar justamente o debate que tardiamente um grupo de teatro está tentando dominar agora? Discordar com propriedade de causa é pilantragem, ou pilantragem é angariar a simpatia de jovens ingênuos sedentos de cultura pra formar frente de ataque contra qualquer opinião contrária a de vocês?

Não, não é legítimo esse movimento, não encontra resposta fora da meia dúzia que segura na colher que meche o caldo na panela, ou seja, não é de verdade esta proposta de se fazer um debate sobre a Cultura local em Rio das Ostras. Se fosse, pergunto aos que estão tentando desmobilizar o Conselho Popular de Cultura de Rio das Ostras, pensado e estruturado bem antes de 2013 pela mesma jornalista que redigiu o artigo mais lido nas últimas semanas no Polifônico, por que não se associaram a ele e criaram uma ferramenta paralela e de combate ao mesmo? Estranho, né? O fato permanece obscuro, os grupos criados no Face para cooptar alunos de Produção Cultural da UFF e pessoas que vieram de fora da cidade há pouco tempo e não tem ideia de como as coisas funcionam em Rio das Ostras continuam levantando agressões e difamações contra o Conselho Popular de Cultura de Rio das Ostras e contra a jornalista, que até xingada já foi em algumas postagens do grupo criado no Face pelo movimento de teatro que está articulando o Fórum de Cultura, o fórum de mentirinha.

Fica clara a incapacidade desses articuladores de agir sem jogar pedras quando se veem questionados. Fica claro, que se questionado, este movimento de teatro (o que está articulando o Fórum de Cultura e o que a jornalista chama de farsa) não sabe dizer por que só fez o convite para o Pré-Fórum que rolou no dia 30, depois dele ter acontecido. E mais: fica clara a cooptação do sistema de cultura no município por pessoas mal intencionadas, seu aparelhamento e a total exclusão deste dos verdadeiros agentes culturais que estão há muitos anos fomentando a produção cultural em Rio das Ostras.

Falta respeito, falta conhecimento de causa, falta moralidade, falta bom senso, falta união da categoria, falta sentimento de identidade local, de pertencimento ao lugar, mas, sobretudo, falta a personagem do gestor, que permite que tudo isso aconteça sem tentar criar uma unificação verdadeira entre as vozes, uma vez que existe oposição em torno de uma causa coletiva. Com esta postura, corre o grave risco de perder a confiança dos que depositaram nele a esperança de ver finalmente a Cultura em Rio das Ostras andar para frente depois de um longo inverno sob a égide de duas pessoas inescrupulosas, que dominaram de tal forma o setor, que se quer atendiam os agentes culturais locais em seus gabinetes para dialogar sobre suas demandas. Elas geriram a Cultura em Rio das Ostras dentro da lógica do ‘de cima pra baixo’; dentro do clássico modelo errado de pensar dos gestores de que quem deve fazer Cultura são eles, os gestores. Errado. Totalmente errado e é para isso que deve servir, também, um Conselho de Cultura, para questionar essas arbitrariedades. A função do gestor é gerir, apoiar, dar suporte, dialogar, e dialogar mesmo, não é receber no gabinete e quando o cara sai de lá (o agente cultural) ele vira de costas e ainda chama o cara de mala, de pentelho. Gestor de Cultura não é colocado na pasta pra ditar os projetos culturais que a cidade deve ter, não, minha gente. Eles devem receber com água gelada, cafezinho e tapete vermelho os agentes culturais locais, os quais, diga-se em negrito e itálico, pagam os seus salários! Mas não é isso o que acontece. Eles tratam os agentes como se fossem um bando de pedintes e assim foi em Rio das Ostras nos últimos 8 anos!!!

Lamentável ver que Rio das Ostras não consegue se unir nem para montar um Sistema de Cultura. Lamentável ver que mesmo estando na cidade há 40 anos pagando impostos, ainda somos atropelados por pessoas que se quer conhecem e valorizam a história do lugar.

Sinceramente, é menos desgastante ver essa pândega de fora, mas há que se esclarecer os menos informados. O movimento de teatro criado para dominar essa articulação política que envolve a criação dos instrumentos de fomento à Cultura em Rio das Ostras não é apenas amoral, burlesco, é patético e sem legitimidade. O único propósito disso tudo é o beneficiamento de meia dúzia de gatos pingados, uns com cargos comissionados na Cultura, outros tantos na luta por um lugar ao sol, desempregados, honestos, mas ingênuos, outra porção de invasores com pires na mão aguardando sair uma boquinha na pasta e tantos mais sedentos de qualquer coisa que paute o tema Cultura em Rio das Ostras. Aí fica fácil conclamar uma revolução! Os caras estão sedentos e esfomeados, ora! Quando você oferece um golinho d’água e um pratinho de arroz com feijão… você resolve momentaneamente aquela demanda essencial e o cara já passa a te chamar de ‘meu amigo’. Ingenuidade de quem adere a esse tipo de tratamento a esta altura do campeonato, num momento em que o Brasil vai às ruas exigir moralidade na gestão pública! Sem saber nada sobre a trajetória da jornalista que redigiu tal artigo tão polêmico pelo fato de elucidar (pontos, estes sim polêmicos) os menos informados, passaram a ser dirigidos pelos comissionados, que prontamente, ao lerem o artigo publicado ontem neste jornal correram às redes sociais para marcar (em tom de urgência) uma reunião com o intuito de acabar com a jornalista que estava contradizendo o movimento ‘deles’. Mas a liberdade de imprensa é legítima, ora! Os caras não acham legítimo fazer o Fórum? A jornalista tem direito de argumentar e elucidar os ‘moradores novatos’ sobre o quadro real do que se passa em Rio das Ostras. Tudo é legítimo! E o trabalho dessa turma o tempo mostrará… não é a jornalista, é o trabalho que eles mesmos farão. Não foquem na jornalista, foquem em seus trabalhos e o façam! Lamentável ver que novos moradores e alunos de 18, 20, 22, 25 anos de idade do curso de Produção Cultural do PURO estejam servindo de massa de manobra para esse movimento ilegítimo feito a toque de caixa, às escuras e dizendo-se democrático e unificado. Unificado com meia dúzia, né? O que eu vi de conselhos serem criados em Rio das Ostras não está no gibi. Infelizmente quem tenta fazer o que o jornal O Polifônico fez ontem e está fazendo agora é taxado de inescrupuloso, de recalcado, é ameaçado de morte, estigmatizado em todas as cirandas sociais da cidade… enfim… os caras que se dizem os donos dos conselhos te detonam e tentam te difamar até conseguirem apoio de uma minoria que andava de cabeça baixa e de repente passam a ter um representante para guiá-los. Realmente, como andam comentando nesses últimos dias os sociólogos e historiadores brasileiros, vivemos uma crise das representações e o primeiro que se levanta dizendo ter a solução é automaticamente aclamado pelas massas. E sem argumentos, como embasar uma defesa? Os caras partem pro inacreditável, ou seja, tentam te difamar, te caluniar, desfazer do seu trabalho… até chegarem efetivamente na agressão verbal. Sempre foi assim em Rio das Ostras e pelo visto ainda é e será. Cabe a essa nova geração que está chegando na cidade se calçar de mais informações sobre a vida do município e das pessoas que agora estão levantando a bandeira da Cultura na cidade e não deixar que esses ratos que hoje tentam a qualquer custo dominar o setor cultural na cidade o façam.

Cultura é tão ou mais importante que Educação, Saúde, Segurança Pública, Habitação, mas parece que fazer política cultural virou moda na mão de gente sem noção, que só pelo fato de ‘achar’ que é artista está apto a debater com propriedade e coerência um tema tão relevante na atualidade.

ACORDA GALERA! Este movimento é uma farsa! Lutem por um Conselho de Cultura REAL em Rio das Ostras. Lutem por instrumentos que possam ser operados por vocês e não por um grupo fechado que fingirá que você tem voz, mas na hora do debate não te envia nenhuma convocação… LUTEM por uma Rio das Ostras de verdade, séria! Meu recado pra vocês é este.

Sucesso para os homens de bem. Justiça aos sem caráter. Bom senso aos que ignoram o assunto.

Luz e Paz a todos nós!

Comentários desativados em Sobre o Fórum de Cultura de Rio das Ostras e no que esta articulação implica

Anima Cine Macaé exibirá lançamento feito em coprodução com o Canal Brasil

Posted in Brasil, Cinema, Cultura, Internacional, Macaé by ImprensaBR on 03/07/2013

O longa-metragem ‘Luz, Anima Ação’, dirigido por Eduardo Calvet e produzido por Felipe Haurelhuk será exibido no Anima Cine Macaé. O filme acaba de ser finalizado e, antes de ser exibido em Macaé, será exibido apenas uma única vez, uma semana antes, no maior festival de cinema de animação do Brasil, o Anima Mundi. Será um privilegio estar neste circuito de lançamento do filme! Não percam! Em agosto, no Sana (região serrana de Macaé) e em outros pontos da cidade.

www.animacinemacae.wordpress.com

Comentários desativados em Anima Cine Macaé exibirá lançamento feito em coprodução com o Canal Brasil

Protegido: Os ‘donos’ da Cultura de Rio das Ostras fazem Fórum de Cultura de mentirinha

Posted in Cultura, Editorial, Rio das Ostras by ImprensaBR on 03/07/2013

Este conteúdo está protegido por senha. Para vê-lo, digite sua senha abaixo:

Comentários desativados em Protegido: Os ‘donos’ da Cultura de Rio das Ostras fazem Fórum de Cultura de mentirinha

Vem aí a 11ª Feira da Terra, em Lumiar

Posted in Cidade, Cultura, Estado, Meio Ambiente, Nova Friburgo, Região, Saúde, Trabalho e Renda, Turismo by ImprensaBR on 01/07/2013

feiradaterra

Está chegando a 11ª edição da Feira da Terra, que este ano acontece em Lumiar, distrito de Nova Friburgo nos dias 26, 27 e 28 de julho. A novidade da programação desta edição da Feira é a realização do I Fórum Intermunicipal de Agricultura, Agroecologia, Alimentação Saudável e Sustentabilidade, que reunirá gestores e trabalhadores rurais de Nova Friburgo,Teresópolis, Macuco, Bom Jardim,Cantagalo, Cordeiro,Santa Maria Madalena,São Sebastião do Alto, entre outros.

Veja mais sobre a programação da 11ª Feira da Terra

580190_585421191498523_1857545368_n

Dia 26 julho

11h – Perfil da Produção da Região Serrana – Lia Caldas- Educadora ambiental, Juliano Palm- Historiador e Reinaldo Queirooz -Prod. Cultural( Casa dos Saberes)
14h – Roda de conversa dos municípios
15h – Sustentabilidade na Produção de Hortaliças – Gerson José Yunes Antônio (Emater)- Eng. Agrôn. eTéc. Regional do Programa Rio Rural
16h – Oficina Cozinha Brasil – SESI
17h – ” Alimentação Saudável – Vanessa Cristina de Paula Lage – Agente de Desenvolvimento Social da Emater- Rio- Trajano de Moraes

27 julho
10h – Sistema produtivo para pequenos produtores agrícolas – Educ. Ambiental Lia Caldas, Historiador Juliano Palm e o Prod. cultural Reinaldo Queiroz
11h – O Desequilíbrio na nutrição de plantas e os agrotóxicos – Eng. Agrôn. Alexandre Jacinto Teixeira- Supervisor Regional da Emater
14h – Oficina Cozinha Brasil – SESI
15h – Palestra do Sebrae
16h- Palestra do Sebrae
17h – Encerramento do Fórum

Para contatar a produção da Feira da Terra, envie email para contato@feiradaterra.org.

Comentários desativados em Vem aí a 11ª Feira da Terra, em Lumiar

Festival de Animação de Macaé encerra inscrições de filmes

Posted in Brasil, Cinema, Cultura, Estado, Internacional, Macaé, Região by ImprensaBR on 28/06/2013

Anima Cine – Festival Internacional de Cinema de Animação de Macaé promete trazer para a cidade natal do primeiro animador brasileiro o melhor da animação mundial

Seguem até amanhã, 29 de junho, as inscrição de filmes no Anima Cine – Festival Internacional de Cinema de Animação de Macaé (RJ). O Festival acontecerá de 24 a 30 de agosto com sessões voltadas para todas as idades e também para o público estudantil das redes públicas de ensino. Na programação do festival, além das exibições de filmes, haverá palestras, debates e uma oficina de animação. Tudo de graça para o público.

Segundo a idealizadora do Anima Cine, Leonor Bianchi, Macaé é a cidade natal do primeiro animador de cinema do Brasil, Álvaro Marins, mais conhecido como Seth. “Macaé se orgulha deste marco ainda pouco conhecido, mas ainda não sabe a dimensão deste feito. Seth foi um ícone na ilustração brasileira e a cidade, agora, com este festival, estabelece, definitivamente, seu vínculo artístico e afetivo com o cinema de animação e com o feito do pioneiro Seth”.  

Seth trabalhou em muitos jornais e revistas cariocas como ilustrador, desenhou inúmeras artes para a publicidade nos primeiros tempos da publicidade no Brasil, no início do século XIX e tem sua marca registrada na história da animação brasileira.

Por ter nascido em Macaé e por consideramos que ele merece um lugar de destaque na História da Animação Brasileira, Seth e a Animação ganharam este projeto como forma de resgate a esta parte da história da cidade.

“O Anima Cine Macaé pretende preencher a lacuna tão expressiva de ser Macaé a cidade de origem do primeiro animador brasileiro. Esperamos que este festival de cinema de animação torne-se referência em todo o Brasil e no mundo e que possa fazer jus ao fato de ter sido nesta cidade, Macaé, o local de nascimento do diretor de ‘kaiser’, o primeiro filme animado feito no Brasil por um brasileiro, o Seth, em 1917”, ressalta a idealizadora do Festival.

Primeira animação brasileira

O filme ‘kaiser’ estreou em 22 de janeiro de 1917, no Cine Pathé, no Rio de Janeiro, meses antes de o Brasil declarar guerra à Alemanha e iniciar sua participação na Primeira Guerra Mundial. Consistia de uma charge animada, mostrando o imperador Guilherme II colocando sobre a cabeça um capacete que representava o controle sobre o mundo. Em seguida, um globo terrestre crescia e engolia o líder alemão. Em outra cena, o Presidente Nilo Peçanha, em traço caricatural também aparecia explodindo numa gargalhada de progressão crescente.

Inscrições

As inscrições podem ser feitas pelo site do Anima Cine www.animacinemacae.wordpress.com através do preenchimento da Ficha de Inscrição disponível na plataforma online. O responsável pelo processo de inscrição deve estar atento ao Regulamento do Festival, também disponível no site e enviar, junto com a obra inscrita, o Termo de Autorização de Exibição da Obra Audiovisual, também encontrado no site, ambos assinados por ele.

Além dos filmes inscritos espontaneamente, o Anima Cine compôs uma Curadoria, que está convidando realizadores brasileiros e de outras partes do mundo a apresentarem seus trabalhos no festival.

Comentários desativados em Festival de Animação de Macaé encerra inscrições de filmes

Macaé realiza III Conferência de Cultura no próximo final de semana

Posted in Brasil, Cidadania, Cultura, Macaé, Região by ImprensaBR on 26/06/2013

601678_529677650412935_1863177342_n

Comentários desativados em Macaé realiza III Conferência de Cultura no próximo final de semana

Cinema no Sana: Distrito serrano de Macaé receberá sessão de abertura do Anima Cine Macaé

Posted in Brasil, Cinema, Cultura, Estado, Internacional, Macaé, Turismo, Videofonia by ImprensaBR on 25/06/2013

Iniciativa partiu da produção do festival após receber inscrições de filmes realizados por alunos da Escola Municipal do Sana

peito_pombo

Peito do Pombo. Símbolo do Sana e de sua maior riqueza: a natureza.

Após receber inscrições de filmes realizados no Sana durante uma oficina de fotografia ministrada pelo multi artista Moisés Bruno Heguedusch Santos, a produção do Anima Cine – Festival Internacional de Cinema de Animação de Macaé, decidiu levar a abertura do projeto para o distrito serrano de Macaé. O objetivo é incentivar a produção local e prestigiar a comunidade, que ainda não conta com um cinema alternativo ou com um circuito cineclubista de exibição.

“Buscamos dialogar e conhecer a pessoa que tinha inscrito esses filmes no festival a fim de aproximar a produção da comunidade e saber se havia interesse desta em receber sessões do Anima Cine, e a resposta foi positiva”, conta a produtora executiva do Anima Cine, Leonor Bianchi.

super-8

Planet of the apes, versão original, 1968, em Super 8, foi um dos filme exibidos no Sana, em 2001.

“O Sana tem tradição em produção cultural e artística desde os anos 60, mas ainda não aconteceu por lá um festival de cinema, o que, aliás, tem tudo a ver com a vocação turística do lugar. Conhecemos a Festa do Sana, a famosa banda Raiz do Sana, que tornou o lugarejo conhecido em todo o Brasil e até fora do país e motivou o aparecimento de muitos músicos e alguns festivais de música no arraial, sabemos da existência de diversos grupos e coletivos culturais que atuam na comunidade fazendo apresentações circenses, musicais, folclóricas, mas cinema ainda não vi chegar ao Sana. Em 2001, levei meu Super 8 para lá e exibi muita fita animada e uns curtas adultos no bar do Madeira, o Telektonon. Depois disso, com minha atuação em Lumiar e São Pedro da Serra com a Mostra Cinema Popular Brasileiro, acabei não retornando ao Sana para fazer mais exibições. Agora, com a presença do Anima Cine na comunidade, tenho expectativas de que consigamos criar um circuito exibidor alternativo no Sana. Estou em diálogo com pessoas da comunidade para começarmos a criar uma mobilização em torno do assunto e futuramente realizarmos uma oficina de cineclubismo, para que mais adiante possamos pensar em criar um cineclube no Sana. Um cineclube com programação permanente e gratuita. Minha intenção não é apenas levar o Anima Cine para o Sana e depois descer a serra sem deixar algo de concreto para a comunidade com a ida do projeto para lá. A ideia é que o festival tenha sim o seu papel enquanto formador de plateia, fomentador do turismo e do contato da comunidade local com a produção cultural macaense, brasileira e mundial de animação, mas que funcione também como um convite para a aproximação da comunidade com o cinema e a linguagem audiovisual, para que esta possa desfrutar do espetáculo cinematográfico permanentemente e não só no momento do festival”, observa a produtora executiva, que também assina a concepção do Anima Cine Macaé.

Abertura do festival será dia 24 de agosto

O Sana foi o local escolhido para abrir o Anima Cine Macaé. A comunidade do charmoso vilarejo incrustado na Mata Atlântica do norte-fluminense e os turistas que subirem a serra poderão participar das sessões de cinema e da Oficina de Sonoplastia durante o final de semana de 24 e 25 de agosto. Haverá exibições de filmes para todas as idades, com entrada franca.

Anima Cine exibirá produção local vencedora do Prêmio Menino Caranguejo

iza ajuda a natureza

Alunos da Escola Municipal do Sana durante a oficina de fotografia que originou o curta animado ‘Iza ajuda a natureza’, selecionado para o Anima Cine Macaé.

A programação de filmes do Anima Cine ainda não está fechada porque as inscrições ainda estão abertas através do site do festival, até 29 de junho. Ainda não há confirmação da Curadoria a respeito dos filmes que serão exibidos, mas, considerando a relevância e especificidade de uma animação produzida no Sana, distrito macaense, inscrita no festival, a Curadoria Nacional do Anima Cine considerou que a obra audiovisual já estaria classificada. “Um dos objetivos do Anima Cine é incentivar as produções locais e regionais. Quando vi que o distrito do Sana tinha duas produções inscritas no festival, procurei assistir os filmes e considerei pertinente selecionar um das obras. Trata-se de um filme cujo tema levantado é a preservação ambiental. Tenho dito sempre, que o Sana pode ser o lugar ideal para o Anima Cine abrir uma janela de exibição voltada para a temática socioambiental. E como existem produções do gênero voltadas para essa temática! Daria para fazer um festival só de animações sobre o assunto. A inscrição espontânea do curta-metragem ‘Iza ajuda a natureza’ (2’24’’/ 2011) no Anima Cine é a prova disso. O filme foi feito por sete alunos do primeiro grau da Escola Municipal do Sana durante uma oficina de fotografia ministrada por Moisés Bruno Heguedusch Santos. A animação ganhou o 6º lugar no Prêmio Menino Caranguejo, do Instituto Caranguejo de Educação Ambiental, de Joinvile (SC) e será exibida junto com outros curtas na sessão de abertura do Anima Cine Macaé, dia 24 de agosto.

A animação é feita com técnica stop motion e bonecos de massinha. A direção de arte do filme trabalhou com cenários produzidos a partir de materiais reutilizáveis, como papelão e recortes de tecidos. O professor da oficina, Moisés Bruno Heguedusch, assina a edição do curta, mas as crianças da escola criaram o argumento e o roteiro do filme, nomearam a personagem e construíram toda a evolução da estória.

Sambando dará uma Oficina de Sonoplastia

Durante o Anima Cine haverá uma Oficina de Sonoplastia oferecida pelo Sambando – Núcleo Social de Cultura e Arte – um dos principais fomentadores ativos da cultura no Sana e entidade parceira do Anima Cine. O Sambando será a sede do Anima Cine no Sana.

A oficina será ministrada por Rodrigo Bucair, percussionista, fundador, presidente e professor do Sambando.

Poderão participar jovens com mais de 13 anos. As inscrições serão gratuitas e começarão uma hora antes do início da oficina, na base da produção do Anina Cine no Sana, no sábado, 24 de agosto. A Oficina de Sonoplastia terá duração de três horas diárias dividas entre os dias 24 e 25 de agosto.

Participe do Anima Cine Macaé! De 24 e 25 (Sana), de 26 a 30 de agosto de 2013 no Sana e no Solar dos Mellos, em Macaé, Rio de Janeiro (BR).

Curta a Fan Page do projeto.

Comentários desativados em Cinema no Sana: Distrito serrano de Macaé receberá sessão de abertura do Anima Cine Macaé

Curso de Cinema Ambiental em Macaé

Posted in Cinema, Cultura, Educação, Macaé, Meio Ambiente, Região, Rio das Ostras, Videofonia by ImprensaBR on 25/06/2013

O Curso de Cinema Ambiental (CUCA) é um projeto desenvolvido pelo Núcleo de Arte, Mídia e Educação (AME) da UFRJ-Macaé. É um curso prático que mistura diversas áreas do conhecimento, uma forma coletiva e criativa de fazer pesquisa com o outro.

O CUCA busca proporcionar uma experiência em equipe visando à elaboração coletiva de filmes ambientais. Uma construção subjetiva das relações entre sociedade, natureza e políticas públicas.

Cada curso é realizado em uma semana, durante esta semana criamos coletivamente o nosso olhar com “personagem” registrado.

PRÓXIMO CURSO: 12 a 16 de agosto de 2013.

Período de inscrição: 01 a 31 de julho de 2013.

SELEÇÃO 6º CUCA

Clique AQUI para baixar o EDITAL DE SELEÇÃO.  

Clique AQUI para baixar a FICHA DE INSCRIÇÃO.

Comentários desativados em Curso de Cinema Ambiental em Macaé

Festival Internacional de Cinema de Animação de Macaé promete trazer para a cidade natal do primeiro animador brasileiro o melhor da animação mundial

Começou no dia 11 de maio e seguirá até 29 de junho o período de inscrição de filmes no Anima Cine – Festival Internacional de Cinema de Animação de Macaé (RJ).

O Festival acontecerá de 19 a 25 de agosto com sessões voltadas para todas as idades e também para o público estudantil da rede pública de ensino.

Na programação do Festival, além das exibições de filmes, haverá palestras, debates e uma oficina de sonoplastia. Tudo de graça para o público.

Segundo a idealizadora do Anima Cine, Leonor Bianchi, Macaé orgulha-se de ser a cidade natal do primeiro animador de cinema do Brasil, Álvaro Marins, mais conhecido como Seth. “Macaé tem orgulho deste marco ainda pouco conhecido no mundo. Seth foi um ícone na ilustração brasileira e a cidade, agora, com este festival, estabelece, definitivamente, seu vínculo artístico e afetivo com o cinema de animação e com o feito do pioneiro Seth”.

Seth trabalhou em muitos jornais cariocas como ilustrador, desenhou inúmeras artes para a publicidade nos primeiros tempos da publicidade no Brasil, e tem sua marca registrada na história da animação brasileira.

“Esperamos que este festival de cinema de animação torne-se referência e que possa fazer jus ao fato de ter sido nesta cidade, Macaé, o local de nascimento do diretor de ‘kaiser’, o primeiro filme animado feito no Brasil por um brasileiro, o Seth, em 1917”, ressalta a idealizadora do Festival.

Primeira animação brasileira

O filme ‘kaiser’ estreou em 22 de janeiro de 1917, no Cine Pathé, no Rio de Janeiro, meses antes de o Brasil declarar guerra à Alemanha e iniciar sua participação na Primeira Guerra Mundial. Consistia de uma charge animada, mostrando o imperador Guilherme II colocando sobre a cabeça um capacete que representava o controle sobre o mundo. Em seguida, um globo terrestre crescia e engolia o líder alemão.

Desde 1907 os cinemas brasileiros já apresentavam vinhetas animadas no encerramento dos cinejornais. Contudo, ‘Kaiser’ foi a primeira animação autônoma brasileira a ser exibida.

Fotograma do filme kaiser
Fotograma do filme kaiser

Inscrições

As inscrições podem ser feitas pelo site do Anima Cine www.animacinemacae.wordpress.com através do preenchimento da Ficha de Inscrição disponível na plataforma online. O responsável pelo processo de inscrição deve estar atento ao Regulamento do Festival, também disponível no site e enviar, junto com a obra inscrita, o Termo de Autorização de Exibição da Obra Audiovisual, também encontrado no site, ambos assinados por ele.

Além dos filmes inscritos espontaneamente, o Anima Cine compôs uma Curadoria, que está convidando realizadores brasileiros e de outras partes do mundo a apresentarem seus trabalhos no Festival.

Na maior rede social do mundo, curta a página do Anima Cine.

Tagged with:

Comentários desativados em Festival Internacional de Cinema de Animação de Macaé promete trazer para a cidade natal do primeiro animador brasileiro o melhor da animação mundial

Faculdade de Educação da UFF promove debate com Maria Prestes, viúva de Luiz Carlos Prestes, nesta quarta-feira

Posted in Brasil, Cidadania, Cinema, Cultura, Educação, Estado, Videofonia by ImprensaBR on 17/06/2013

A Faculdade de Educação da UFF promove no dia 19 de junho um debate sobre a vida de ambos e a restituição do cargo de Prestes como senador. O evento ocorrerá às 14h, no Auditório Florestan Fernandes da Faculdade de Educação, Bloco D, Campus do Gragoatá, São Domingos, Niterói. Haverá projeção dos filmes “O Capitão e o Poeta” e “Maria Prestes: Filme sobre a Vida da Viúva do Líder Luiz Carlos Prestes”, momento de autógrafos do livro “Meu companheiro: 40 anos ao lado de Luiz Carlos Prestes”. Toda a programação é aberta ao público.

Fonte: Agência UFF de Notícias

Comentários desativados em Faculdade de Educação da UFF promove debate com Maria Prestes, viúva de Luiz Carlos Prestes, nesta quarta-feira

Macaé sedia, esta semana, ‘Encontro de Gestores de Cultura do estado do Rio’ e Fórum Municipal de Cultura

Posted in Cultura, Macaé, Região, Rio das Ostras by ImprensaBR on 17/06/2013

layout FORUMLeonor Bianchi

Entre hoje e quarta-feira, gestores de cultura de todo o estado do Rio de Janeiro estarão em Macaé para uma oficina do Ministério da Cultura. Na quarta-feira, acontecerá uma palestra com representante do MinC no estado do Rio, Marcelo Velloso, dentro das ações do Fórum Municipal de Cultura de Macaé.

Em sentido lato, o encontro pretende debater o Sistema Nacional de Cultura e como ele está sendo   ‘aplicado’ dentro dos modelos de gestão de cultura existentes nos municípios e no estado.

A ‘Oficina de Implementação de Sistemas Estaduais e Municipais de Cultura’, está sendo organizado por Marcelo Velloso, produtor cultural com formação pela UFF (IACS), ex-professor do Polo Universitário de Rio das Ostras (PURO), atual representante do MinC no estado do Rio de Janeiro.

Serão três dias de conversas, debates, apresentações de diagnósticos, dados, índices, e de proposições de caminhos para a integração dessa politica nacional de forma que a ela abarque as diferenças e especificidades de cada região do país. Quem coordena e dirige o encontro é a Secretaria de Articulação Institucional/ SAI/ do MinC do governo federal.

A meta número 1 do Plano Nacional de Cultura para 2020 é a de que o Sistema Nacional de Cultura esteja institucionalizado e implementado, com 100% das unidades da federação e 60% nos municípios.

Veja aqui mais informações sobre as ‘Oficina de Implementação de Sistemas Estaduais e Municipais de Cultura

 

Comentários desativados em Macaé sedia, esta semana, ‘Encontro de Gestores de Cultura do estado do Rio’ e Fórum Municipal de Cultura

Anima Cine Macaé terá lançamento de longa-metragem sobre a animação no Brasil

O filme Luz, anima, ação será exibido durante o festival e após a sessão haverá debate com a equipe de realização. Em breve mais detalhes…

Documentário longa-metragem coproduzido pelo Canal Brasil, que resgata a fabulosa trajetória da animação brasileira desde o pioneiro “O Kaiser” ao boom produtivo que expande fronteiras!

O filme tem direção de Eduardo Calvet, produção de Felipe Haurelhuk. Veja no link do teaser a equipe completa.

Comentários desativados em Anima Cine Macaé terá lançamento de longa-metragem sobre a animação no Brasil

Termina hoje o período de inscrição para o Festival de Cinema Ambiental da UFRJ Macaé

Posted in Cinema, Cultura, Educação, Macaé, Meio Ambiente, Videofonia by ImprensaBR on 11/06/2013

A programação será composta por mostras competitivas e programas especiais

festival cinema ambiental ufrj macae

Terminam hoje as inscrições de curtas-metragens para a 2ª edição do Festival Cinema Ambiental UFRJ Macaé, que acontece no dia 28 do mesmo mês no campus da UFRJ – Universidade Federal do Rio de Janeiro, em Macaé. O festival, por meio da difusão da produção cinematográfica no formato curta-metragem, objetiva incentivar a produção local de filmes e estimular a reflexão e o debate sobre os temas Meio ambiente, Poluição e Impactos ambientais, Indústria de exploração dos recursos naturais e suas consequências, e Imigrações urbanísticas e o crescimento das cidades. As inscrições são gratuitas.

Para realizar a inscrição, o candidato deve ler atentamente o regulamento, preencher a ficha de inscrição disponível no site e enviá-la para o e-mail cineambientalmacae@gmail.com. Será necessário enviar também uma cópia do filme em CD ou DVD por via postal, para o endereço que se encontra no regulamento, ou pessoalmente. Podem se inscrever curtas-metragens de ficção, animação ou documentário, com duração máxima de 15 minutos, produzidos a partir de 2011, e que versem sobre os temas propostos para esta edição do evento. Não serão aceitos filmes jornalísticos nem publicitários.

A mostra competitiva se divide em três categorias: Profissional, destinada à exibição de produções realizadas profissionalmente; Estudante, que exibirá produções realizadas exclusivamente por alunos de nível fundamental, médio ou superior, que estejam cursando seus respectivos anos letivos e devidamente matriculados; e Amador, para a qual não serão exigidos filmes em alta definição, priorizando-se a mensagem passada pela obra. Os vencedores de cada categoria receberão premiação simbólica, um certificado assinado pelo coordenador de extensão da UFRJ Macaé e eventuais prêmios extras. O resultado da seleção será comunicado em 21 de junho, e os selecionados serão informados por e-mail. Para mais informações, acesse o site oficial do Festival Cinema Ambiental UFRJ Macaé.

Comentários desativados em Termina hoje o período de inscrição para o Festival de Cinema Ambiental da UFRJ Macaé

De Seth aos Malditos Caricaturistas: Vem aí o Anima Cine Macaé

Posted in Brasil, Cinema, Cultura, Macaé, Notas, Turismo, Videofonia by ImprensaBR on 10/06/2013

Seth, o macaense caricaturista que fez a primeira animação brasileira e que inspira o Anima Cine Macaé  -Festival Internacional de Cinema de Animação de Macaé -, inspirou também uma enorme geração de caricaturistas brasileiros. O longa-metragem Malditos Cartunistas é um documentário imperdível para quem curte o assunto. No filme, as últimas três, quatro gerações de ilustradores e caricaturistas de nosso país contam como começaram a trabalhar como desenhistas… No link, assista uma entrevista com Daniel Paiva, Diretor do Documentário.

Plano Geral 796 – 22/12/12 from Cine Magazine on Vimeo.

Inscreva seu filme até 20 de julho pelo www.animacinemacae.wordpress.com

Comentários desativados em De Seth aos Malditos Caricaturistas: Vem aí o Anima Cine Macaé

Alerj eleva reajuste de quadros das secretarias de Educação e Cultura

Posted in Cultura, Estado, Notas by ImprensaBR on 06/06/2013

A Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) aprovou nesta quarta-feira (05/06) o projeto de lei 2.200/13, com o reajuste para todo o quadro ativo e inativo de funcionários das secretarias de Estado de Educação e de Cultura. Interrompida ontem durante votação dos destaques, a votação foi encerrada hoje com aumento do índice de 7% para 8%, a permissão de extensão do aumento aos animadores culturais e o abono das faltas por paralisação nos dias 16, 17 e 18 de abril. “Como foi dito anteriormente, trabalharei para que os abonos sejam sancionados”, comprometeu-se o presidente da Casa, deputado Paulo Melo (PMDB).
Em plenário, o líder do Governo na Casa, deputado André Corrêa (PSD) classificou proposta como uma extensão da política de valorização da categoria do governo estadual. “Depois de anos de perdas salariais, podemos dizer que houve um ganho real na ordem de 40%. Hoje o Rio tem a maior hora/aula do país, 44 mil professores concursados foram chamados”, listou o parlamentar, informando que 60% dos professores em atividade entraram nos últimos seis anos. O aumento já será contabilizado nos pagamentos do mês de junho.

O parecer da comissão de Constituição e Justiça (CCJ), da qual Corrêa é presidente, aprovou ainda emenda que estende o reajuste aos adicionais de qualificação por mestrado e doutorado e que concederá gratificação por difícil acesso, paga hoje apenas a professores, aos servidores do quadro de apoio da secretaria de estado de Educação, neste caso a partir de janeiro de 2014. A emenda que descongela os adicionais de qualificação é do presidente da Comissão de Educação da Casa, deputado Comte Bittencourt (PPS).

“Em 2009, lutamos para que os professores tivessem um adicional por formação de mestrado e doutorado. Não adianta esse incentivo não receber, ao longo desses dois últimos anos, os reajustes que estão sendo dados à base do salário”, salientou. A emenda que estendeu o auxilio ao apoio é da deputada Enfermeira Rejane (PCdoB). Uma emenda não aprovada pela CCJ foi incluída em votação em plenário: assinada pelo deputado Marcelo Freixo (PSol), estabelece que a matricula dos professores correspondam a lotação em apenas uma escola. A intenção é impedir que professores sejam obrigados a se dividir entre mais de uma unidade.
A proposta, que seguirá à sanção do governador Sérgio Cabral, também cria 3.877 funções gratificadas, sendo 250 de agentes de acompanhamento em gestão escolar, no valor de R$ 1,8 mil; e 3.627 de assistente operacional escolar, de R$ 840. O governador terá 15 dias úteis para sancionar a norma.

Fonte: Alerj

Comentários desativados em Alerj eleva reajuste de quadros das secretarias de Educação e Cultura

Macaé sediará ‘Encontro de Gestores de Cultura do estado do Rio’

Posted in Brasil, Cultura, Estado, Macaé, Região by ImprensaBR on 04/06/2013

Leonor Bianchi

A cidade de Macaé será cenário de um encontro estratégico para a Cultura do estado do Rio de Janeiro. {Todos} os gestores da pasta da Cultura foram convidados para uma grande reunião com o Ministério da Cultura e esse encontro acontecerá nos dias 17, 18 e 19 de junho próximo.

Em sentido lato, o encontro pretende debater o Sistema Nacional de Cultura e como ele está sendo   ‘aplicado’ dentro dos modelos de gestão de cultura existentes nos municípios e no estado.

A ‘Oficina de Implementação de Sistemas Estaduais e Municipais de Cultura’, está sendo organizado por Marcelo Veloso, produtor cultural com formação pela UFF (IACS), ex-professor do Polo Universitário de Rio das Ostras (PURO), atual representante do MinC no estado do Rio de Janeiro.

Serão três dias de conversas, debates, apresentações de diagnósticos, dados, índices, e de proposições de caminhos para a integração dessa politica nacional de forma que a ela abarque as diferenças e especificidades de cada região do país. Quem coordena e dirige o encontro é a Secretaria de Articulação Institucional/ SAI/ do MinC do governo federal.

A meta número 1 do Plano Nacional de Cultura para 2020 é a de que o Sistema Nacional de Cultura esteja institucionalizado e implementado, com 100% das unidades da federação e 60% nos municípios.

Veja aqui mais informações sobre as ‘Oficina de Implementação de Sistemas Estaduais e Municipais de Cultura

Comentários desativados em Macaé sediará ‘Encontro de Gestores de Cultura do estado do Rio’

Olhar de Cinema 2013: Festival Internacional de Curitiba começa nesta quinta (06/06), trazendo mais de 100 filmes de 26 países

Posted in Brasil, Cinema, Cultura by ImprensaBR on 04/06/2013

olhardecinemaComeça nesta quinta-feira, 6 de junho, o Olhar de Cinema 2013 – Festival Internacional de Curitiba. Sempre com o objetivo de promover reflexões sobre o cinema e formar novos olhares, o evento exibirá até o próximo dia 14 nada menos que 104 filmes de 26 países, entre curtas e longas, vindos dos quatro cantos do mundo. E mais: debates, seminários, bate-papos, encontros e oficinas.

A duração do Olhar de Cinema 2013 – Festival Internacional de Curitiba passa agora a ser de 9 dias. E os valores de suas premiações também aumentaram:

  • Melhor Filme Competitiva Internacional Longa – R$ 12.000
  • Melhor Filme Competitiva Brasil Longa – R$ 10.000
  • Melhor Filme Competitiva Internacional Curta – R$ 4.000
  • Melhor Filme Competitiva Brasil Curta – R$ 3.000

Este ano, foram recebidos 1.959 filmes de 93 países, o que representa 410 inscrições a mais que no ano passado.

Além dos filmes em competição, o Olhar de Cinema 2013 – Festival Internacional de Curitiba traz também:

Mostra Olhar Retrospectivo com uma seleção de oito longas metragens dirigidos por Carlos Reichenbach, cujo primeiro aniversário de morte será relembrado no próximo dia 14 de junho.

Foco Alemanha com uma seleção de nove filmes que traçam um panorama da cidade de Berlim e das suas transformações desde os anos 20 até o século XXI.

II Seminário de Cinema de Curitiba com mesas e debates diários com os temas cinema e educação, curadoria e programação, linguagem, crítica, realização e vários outros. Participantes nacionais e internacionais.

Mostra Multiolhares com obras especiais representativas da produção audiovisual experimental.

Sessão Diálogos promovendo bate-papos diários entre o público e personalidades do cenário cinematográfico.

 Oficinas de Produção Executiva, Crítica Cinematográfica e Assistência de Direção e Produção Colaborativa.

Olhar Itinerante, onde as sessões se estendem para além de Curitiba, chegando também às cidades de Cascavel, Londrina, Maringá, Pato Branco e São José dos Pinhais.

Sobre o Festival

O objetivo do Olhar de Cinema – Festival Internacional de Curitiba é promover reflexões sobre o cinema e formar novos olhares, por meio de um destaque dado a curtas e longas metragens pouco comuns nas salas de cinema brasileiras.

Abrangendo várias expressões culturais, o festival busca uma seleção de filmes que se comuniquem entre si. A intenção é que a combinação de novos talentos, diretores veteranos, convidados prestigiados e o público presentes num mesmo lugar seja a alma do festival.

Saiba + e veja a programação completa em WWW.olhardecinema.com.br

Fonte: Planeta Tela Comunicações

Comentários desativados em Olhar de Cinema 2013: Festival Internacional de Curitiba começa nesta quinta (06/06), trazendo mais de 100 filmes de 26 países

Dia da Mata Atlântica no Cineclube Lumiar

Posted in Cinema, Cultura, Nova Friburgo by ImprensaBR on 26/05/2013

Lumiar São Pedro da Serra out 2012 002

Como parte das comemorações pela data, o Cineclube Lumiar exibe neste domingo quatro produções que lembram a relevância deste bioma que possui a maior biodiversidade do planeta.

Quilombola das Lauráceas

Difusão do Patrimônio Cultural do Vale do Ribeira Paranaense (20 min)

Casas de barro e chão de terra batida com a estrutura feita em madeira roliça no estilo pau-a-pique, cobertas por sapê e amarradas com cipó. O Parque Estadual das Lauráceas é o ponto de partida para uma mostra do conhecimento popular contido no interior da Mata Atlântica, onde residem os protagonistas do saber fazer tradicional retratados neste documentário.

Jaracatiá, o fruto e seu doce preservando a diversidade (13 min

Documentário sobre Jaracatiá, fruta originária da Mata Atlântica e hoje encontrada na região de São Pedro/SP. O filme é resultado de uma pesquisa científica que buscou revitalizar a tradição do doce de Jaracatiá em calda como alimento ecogastronomico produzido com sustentabilidade, o filme ainda trata de aspectos históricos e culturais, colaborando para o resgaste da importância da espécie para a proteção da biodiversidade da Mata Atlântica.

Rede Guandu – Produção e Consumo Responsável (12 min)

A Rede Guandu é uma iniciativa de consumo responsável que surgiu em Piracicaba-SP no ano 2007. Através de depoimentos dos consumidores, produtores e do grupo de articulação, o documentário apresenta ao espectador a rede e seu funcionamento, partindo de conceitos ligados a Economia Solidária, Agricultura de Base Ecológica até o funcionamento da rede em seu dia a dia.

Rio + 20, Rio + Verde (15 min)

O filme apresenta momentos do curso de técnicas ecológicas para aquecimento solar, tratamento ecológico de esgoto e agroecologia. Ele foi realizado no Complexo do Alemão no Rio de Janeiro/RJ em maio de 2012, destacando a transição para uma Economia Verde.

Após a sessão, debate com ativistas e pesquisadores para uma coexistência sustentável entre população e recursos naturais dentro do bioma Mata Atlântica.

As sessões do CINECLUBE LUMIAR acontecem todos os domingos na Tribuna Cultural.

Rua Dep. Amâncio Mario de Azevedo, 145 (em frente ao lago de Lumiar)

LUMIAR – Nova Friburgo \ RJ

19h – ENTRADA É FRANCA

O Cineclube Lumiar iniciou suas atividades em 24 de fevereiro de 2008 com intuito de promover o acesso gratuito à obras cinematográficas, aliado ao desenvolvimento de uma consciencia socio-ambiental da região de Lumiar, 5º distrito de Município de Nova Friburgo, na região serrana do Estado do Rio de Janeiro. Atualmente as sessões, que são todos os domingos, acontecem no Tribuna Livre Cultural, em frente ao lago de Lumiar. Sessões ao ar livre e itinerantes também são realizadas regularmente, além de atividades relacionadas ao cinema, como mostras, oficinas, produção de videos, além da manutenção de um acervo.

Cineclube Lumiar no Facebook

Comentários desativados em Dia da Mata Atlântica no Cineclube Lumiar

Anima Cine Macaé recebe filmes: Premiados serão exibidos em Macaé

Posted in Cinema, Cultura, Macaé by ImprensaBR on 23/05/2013

cacinho premio melhor curta art deco

Começaram a chegar os filmes inscritos, até agora, para o Anima Cine Macaé. Na programação do primeiro Festival Internacional de Cinema de Macaé, os animadores brasileiros ganham destaque.

Nesta edição, o programa contará com longas e curtas animados por brasileiros, em laboratórios cem porcento brasileiros. É certo que já chegaram filmes de animadores brasileiros que moram fora e trabalham em laboratórios europeus, canadenses, norte-americanos, portugueses…

Segundo esta lógica, dentro do Panorama Animadores Brasileiros, destacamos as obras do realizador de Juiz de Fora, Cacinho.

Cacinho acaba de ganhar o prêmio de Melhor Animação como o filme ‘Terra, cuide dessa bola’, no Festival Art Deco de Cinema 2013, em São Paulo. A premiação aconteceu nesta terça-feira.

O trabalho de Cacinho, que escolheu a técnica stop motion para animar seus filmes, poderá ser visto durante o Anima Cine Macaé, de 19 a 25 de agosto, na cidade de Macaé RJ).

Comentários desativados em Anima Cine Macaé recebe filmes: Premiados serão exibidos em Macaé

Primeira animação feita na Bahia, Boi Aruá, está na sessão do Anima Cine Macaé Especial para o Cineclube Cinemofônico

Posted in Cineclube Cinemofônico, Cinema, Cultura, Videofonia by ImprensaBR on 16/05/2013

LB

Nossa região está recebendo um projeto de relevante interesse no setor cultural. Trata-se do Anima Cine Macaé, o primeiro festival internacional de cinema de animação da região Norte Fluminense.

O Polifônico é realizador do Anima Cine e, a partir de hoje, prestigiará o gênero Animação em suas sessões do Cineclube Cinemofônico.

Abrindo a programação especial do Anima Cine Macaé no Cinemofônico, apresentamos a obra-prima Boi Aruá (1984), longa-metragem de animação brasileiro dirigido por Chico Liberato.

Boi_Aruá

O desenho animado inspirado na literatura de cordel conta a história de um fazendeiro cujo poder é desafiado sete vezes pela extraordinária aparição de um boi misterioso, o Boi Aruá.

Baseado no imaginário do sertanejo nordestino, Boi Aruá é muito mais do que uma simples e didática adaptação do universo nordestino: é uma transposição extremamente criativa desta cultura para o audiovisual. Com um traço típico dos desenhos de cordel, mas à diferença de J. Borges, tem uma estética própria, singela e poética. A própria narrativa é peculiar, nada óbvia e com diálogos soltos, ficando completamente justificada dentro do mergulho mitológico desejado.

Boi Aruá é a primeira animação produzida na Bahia. O filme tem trilha orquestrada por Ernest Widmere e música de Elomar.

O enredo conta a história de um vaidoso e austero vaqueiro (Tibúrcio), que cisma em capturar um boi selvagem e encantado (Aruá). O desejo de laçar o boi mandinguento se torna uma obsessão que diz muito sobre a personagem. O boi é metamórfico – ora é um simples animal, ora uma espécie de Exu, ora vira uma constelação, ora é o próprio vaqueiro. No curso da história, a verdadeira natureza do Boi se revela ao vaqueiro Tibúrcio.

Sobre o diretor

Francisco Liberato já realizou 10 curtas. Sua carreira começa em 1972 filmando “Anti-strofe”, e seu o último, curta é “Um Outro”, de 2008.

Seu recente projeto é o longa-metragem “Ritos de Passagem”, no qual lançou mão da computação gráfica pela primeira vez um de seus filmes. Na produção, que já correu muitos festivais de cinema de animação, seu filho, João Liberato, assina a trilha sonora, que mistura música erudita com instrumentos regionais como alfaia e agogô.

ritos_de_passagem_chico_liberato

Em entrevista ao IRDB Instituto de Radiodifusão da Bahia, Chico contou quais são seus planos para o próximo projeto: “Resgatar a história da fundação do Brasil. Desenhar e animar tribos indígenas, o tráfico de escravos e a colonização portuguesa até desembocar nos dias atuais, cujo símbolo maior de encontro cultural é o carnaval”, disse.

Assista o trailer de Ritos de Passagem

Comentários desativados em Primeira animação feita na Bahia, Boi Aruá, está na sessão do Anima Cine Macaé Especial para o Cineclube Cinemofônico

Seth, o macaense que virou notícia no universo da Animação

Posted in Brasil, Cinema, Cultura, Macaé by ImprensaBR on 13/05/2013
Matéria feita em 1930 pela extinta revista Cinearte (Ano V - edição 222).

Matéria feita em 1930 pela extinta revista Cinearte (Ano V – edição 222).

Matéria feita em 1930 pela extinta revista Cinearte (Ano V - edição 222).

Matéria feita em 1930 pela extinta revista Cinearte (Ano V – edição 222).

Para inscrever seu filme no primeiro festival Internacional de Cinema de Animação de Macaé, acesse

www.animacinemacae.wordpress.com

Comentários desativados em Seth, o macaense que virou notícia no universo da Animação

Quissamã tem cinema, mas o cinema não está em Quissamã

Posted in Brasil, Cidadania, Cinema, Cultura, Denúncia, Editorial, Educação, Região, Videofonia by ImprensaBR on 12/05/2013
cinema quissamã

Quissamã tem cinema. Este foi construído há menos de 10 anos e funciona no Sobradinho, onde acontece uma cena cultural. Quero assistir cinema brasileiro no cinema de Quissamã e não home vídeo estadunidense, e infantis que só deseducam meus filhos… @Videoteca Cinema popular Brasileiro

Comentários desativados em Quissamã tem cinema, mas o cinema não está em Quissamã

Festival Internacional de Cinema de Animação de Macaé promete trazer para a cidade natal do primeiro animador brasileiro o melhor da animação mundial

Posted in Brasil, Cinema, Cultura, Educação, Macaé, Videofonia by ImprensaBR on 10/05/2013

Começou no dia 11 de maio e seguirá até 29 de junho o período de inscrição de filmes no Anima Cine – Festival Internacional de Cinema de Animação de Macaé (RJ).

O Festival acontecerá de 19 a 25 de agosto com sessões voltadas para todas as idades e também para o público estudantil da rede pública de ensino.

Na programação do Festival, além das exibições de filmes, haverá palestras, debates e uma oficina de animação. Tudo de graça para o público.

Segundo a idealizadora do Anima Cine, Leonor Bianchi, Macaé é a cidade natal do primeiro animador de cinema do Brasil, Álvaro Marins, mais conhecido como Seth. “Macaé se orgulha deste marco ainda pouco conhecido, mas ainda não sabe a dimensão do que isso significa. Seth foi um ícone na ilustração brasileira, e a cidade, agora, com este Festival, estabelece, definitivamente, seu vínculo artístico e afetivo com o cinema de animação e com o feito do pioneiro Seth”.

Seth trabalhou em muitos jornais cariocas como ilustrador, desenhou inúmeras artes para a publicidade nos primeiros tempos da publicidade no Brasil, e tem sua marca registrada na história da animação brasileira.

Por ter nascido em Macaé e por consideramos que ele merece um lugar de destaque na História da Animação Brasileira, Seth e a Animação ganharam este projeto como forma de resgate a esta parte da história da cidade.

“Esperamos que este festival de cinema de animação torne-se referência em todo o Brasil e que possa fazer jus ao fato de ter sido nesta cidade, Macaé, o local de nascimento do diretor de ‘kaiser’, o primeiro filme animado feito no Brasil por um brasileiro, o Seth, em 1917”, ressalta a idealizadora do Festival.

Primeira animação brasileira

O filme ‘kaiser’ estreou em 22 de janeiro de 1917, no Cine Pathé, no Rio de Janeiro, meses antes de o Brasil declarar guerra à Alemanha e iniciar sua participação na Primeira Guerra Mundial. Consistia de uma charge animada, mostrando o imperador Guilherme II colocando sobre a cabeça um capacete que representava o controle sobre o mundo. Em seguida, um globo terrestre crescia e engolia o líder alemão.

Desde 1907 os cinemas brasileiros já apresentavam vinhetas animadas no encerramento dos cinejornais. Contudo, ‘Kaiser’ foi a primeira animação autônoma brasileira a ser exibida.

Fotograma do filme kaiser

Fotograma do filme kaiser

Inscrições

As inscrições podem ser feitas pelo site do Anima Cine www.animacinemacae.wordpress.com através do preenchimento da Ficha de Inscrição disponível na plataforma online. O responsável pelo processo de inscrição deve estar atento ao Regulamento do Festival, também disponível no site e enviar, junto com a obra inscrita, o Termo de Autorização de Exibição da Obra Audiovisual, também encontrado no site, ambos assinados por ele.

Além dos filmes inscritos espontaneamente, o Anima Cine compôs uma Curadoria, que está convidando realizadores brasileiros e de outras partes do mundo a apresentarem seus trabalhos no Festival.

Na maior rede social do mundo, curta a página do Anima Cine.

Comentários desativados em Festival Internacional de Cinema de Animação de Macaé promete trazer para a cidade natal do primeiro animador brasileiro o melhor da animação mundial

Na ordem do dia, na Alerj, duas matérias que despertaram nosso interesse: Violência contra a mulher e Patrimônio Imaterial

Posted in Cidadania, Cultura, Estado by ImprensaBR on 08/05/2013

Volta à pauta sistema de informações sobre violência contra a mulher

A Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) votará nesta quarta-feira (08/05), em segunda discussão, o projeto de lei 1.757/12, que institui a política estadual para o Sistema Integrado de Informações de Violência contra a Mulher no estado, que ganhará o nome de Observa Mulher-RJ. O sistema irá organizar e analisar dados sobre atos de violência praticados contra as mulheres, assim como promover a integração entre os órgãos que fazem atendimento à mulher vítima de violência. A proposta é da deputada Inês Pandeló (PT). “Só há políticas públicas quando há registro, informações que deem embasamento às ações. Há muitas instituições recebendo denúncias, mas não há compilação de dados. É isso que este projeto propõe”, explica a parlamentar.

Entre os objetivos da política estão a convergência de ações entre órgãos públicos que atendem mulheres vítimas de violência, padronização e integração do sistema de registro e armazenamento das informações, criação de cadastro eletrônico com dados da vítima e do agressor e ocorrências registradas, entre outros.

Projeto conceitua Patrimônio Imaterial

A Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) votará nesta quarta-feira (08/05), em segunda discussão, o projeto de lei 2.985-A/10, que conceitua o Patrimônio Imaterial, instrumento através do qual é possível se registrar formas de expressão, modos de criar e criações artísticas. Diz o texto, que é assinado pelo deputado Coronel Jairo (PSC), que, uma vez declarado Patrimônio Imaterial, o bem será protegido através de seu registro pelo Poder Público em livros próprios. “Ao reconhecer e difundir os elementos de sua identidade cultural, os próprios cidadãos poderão contribuir para o desenvolvimento de sua comunidade e promover a autoestima coletiva”, sugere o autor.

Comentários desativados em Na ordem do dia, na Alerj, duas matérias que despertaram nosso interesse: Violência contra a mulher e Patrimônio Imaterial

O Som ao Redor, filme mais comentado de 2013, neste domingo, no Cineclube Lumiar

Posted in Cinema, Cultura, Nova Friburgo by ImprensaBR on 03/05/2013

o-som-ao-redor

 

Direção de Kleber Mendonça Filho  BRASIL  Ficção  2012  131 minutos  16 anos

 

Sinopse: A presença de uma milícia em uma rua de classe média na zona sul do Recife muda a vida dos moradores do local. Ao mesmo tempo em que alguns comemoram a tranquilidade trazida pela segurança privada, outros passam por momentos de extrema tensão. Ao mesmo tempo, casada e mãe de duas crianças, Bia tenta encontrar um modo de lidar com o barulhento cachorro de seu vizinho.

Para assistir ao trailer do filme, clique no link abaixo.

O Som ao Redor

As sessões do CINECLUBE LUMIAR acontecem todos os domingos no 

TRIBUNA LIVRE CULTURAL

Rua Dep. Amâncio Mario de Azevedo, 145
(em frente ao lago de Lumiar)
LUMIAR – Nova Friburgo \ RJ – 19h – ENTRADA É FRANCA

Comentários desativados em O Som ao Redor, filme mais comentado de 2013, neste domingo, no Cineclube Lumiar

ACRA lança Edital de convocação

Posted in Cultura, Rio das Ostras by ImprensaBR on 22/04/2013

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA DA ACRA

ASSOCIAÇÃO CULTURAL RIO DAS ARTES

Convocamos todos os interessados para a Assembleia Geral Ordinária da Associação Cultural Rio das Artes- ACRA, que será realizada em 08/05/2013, na Concha Acústica de Rio das Ostras, Centro – Rio das Ostras, com início previsto para as 17h00 (primeira convocação), com a presença mínima 2/3 dos associados e, em segunda convocação às 17h30 com qualquer número de associados presentes, para deliberar sobre a seguinte pauta:

a) Alteração do estatuto no que tange à composição da Diretoria;

b) Apresentação de chapas para processo de eleições da associação (gestão 2013 – 2015).

Rio das Ostras, 19 de abril de 2013

Leonor Bianchi

Presidente da Associação Cultural Rio das Artes

ACRA – 22 9903-8733 – acriodasartes@gmail.com

Comentários desativados em ACRA lança Edital de convocação

Conservação e Preservação do acervo da Hemeroteca do Solar dos Mellos

Página da Hemeroteca Digital de Macaé

Comentários desativados em Conservação e Preservação do acervo da Hemeroteca do Solar dos Mellos

Sobre a realização do projeto Hemeroteca Digital de Rio das Ostras

Página da Hemeroteca Digital de Rio das Ostras

Comentários desativados em Sobre a realização do projeto Hemeroteca Digital de Rio das Ostras

Choro pode ganhar Centro de Referência

Posted in Cultura, Estado, Estereofonia by ImprensaBR on 16/04/2013

LB

A Comissão de Cultura da Assembleia Legislativa do Rio de janeiro (Alerj) realizará, amanhã, às 14h, no Auditório Nelson Carneiro, uma audiência pública para discutir as políticas de apoio ao ‘chorinho’ no âmbito do estado.

Na pauta está a construção de um Centro de Referência de Choro. No evento também serão entregues Moções de Congratulações e Aplausos a nomes e entidades que contribuíram para o desenvolvimento do gênero musical no país. O Choro é considerado o primeiro gênero musical urbano do Brasil.

Foram convidados para a audiência o secretário de Estado de Educação, Wilson Risolia; o superintendente de Cultura e Sociedade da Secretaria de Estado de Cultura, Marcos André Carvalho; o secretário municipal de Cultura, Sérgio Sá Leitão, a secretária municipal de Educação, Claudia Costin e o representante do grupo 100% Suburbano, Mauro de Nazareth, além dos músicos Maurício Carrilho e Luciana Rabello. 

Enquanto isso… em Rio das Ostras, permanece minha indagação feita ontem neste jornal, abaixo da foto do Coletivo Só Pra Moer tocando na festa de 21 anos da cidade: Volta ou não volta a Roda Rio de Choro, no quiosque da Tia Maria?

Comentários desativados em Choro pode ganhar Centro de Referência

Os 21 anos de Rio das Ostras apenas começaram…

Posted in Cidade, Cultura, Estereofonia, Rio das Ostras, Turismo by ImprensaBR on 15/04/2013

Coletivo só Pra Moer em sua apresentação na última sexta-feira,durante a festa de aniversário dos 21 anos de Rio das Ostras.

Será que a Roda Rio de Choro vai voltar?

Comentários desativados em Os 21 anos de Rio das Ostras apenas começaram…

Primeiro caderno da coleção Cadernos de Comunicação foi lançado na última sexta-feira, durante festa de 21 anos de Rio das Ostras

Amigos da autora do projeto, Leonor Bianchi, e moradores de Rio das Ostras, prestigiam a iniciativa e levaram o livro para casa. O primeiro livro da coleção, ‘A imprensa na cidade que mais cresceu no Brasil. A história recente de Rio das Ostras revisitada em matérias jornalísticas produzidas entre 2005 e 2007, da jornalista Leonor Bianchi marca um importante momento para a literatura sobre a imprensa na cidade. O livro sai pela editora #ruap, do grupo de comunicação do jornal O Polifônico (www.opolifonico.wordpress.com).

Os exemplares estão à venda pelo site do projeto em formato digital (www.cadernosdecomunicacao.wordpress.com) e por demanda através do Clube do Autor. Em breve, será distribuído também em e-book.

No site dos Cadernos de Comunicação, os interessados poderão ler trechos de algumas reportagens que compõem o livro, com 120 matérias produzidas pela jornalista para o jornal Primeira Hora, de Armação dos Búzios.

Adquira seu exemplar através do site.

Comentários desativados em Primeiro caderno da coleção Cadernos de Comunicação foi lançado na última sexta-feira, durante festa de 21 anos de Rio das Ostras

Pré-lançamento do livro ‘A imprensa na cidade que mais cresceu no Brasil: A história recente de Rio das Ostras revisitada em matérias jornalísticas produzidas entre 2005 e 2007’

capa_livro_cc03_para_word

É hoje, a partir das 17h, na Concha Acústica de Rio das Ostras.

O registro do cotidiano é tarefa própria da atividade jornalística. Em muitas vezes, esse registro torna-se a mais completa, se não a única documentação dos fatos de uma comunidade. As notícias e o jornalismo acabam por compor, também, o fio da memória local. O jornalismo, mesmo involuntariamente, escreve a história do lugar. Este livro condensa um período importante na história recente de Rio das Ostras, os anos de 2005, 2006 e 2007.

O objetivo desta publicação é reunir informações que permitam à comunidade local (re)conhecer a identidade, a ideologia e o discurso da imprensa local através da recuperação da história social recente da cidade, e apresentar essa memória para quem não conhece ou passou a conhecer a cidade nos últimos quatro, cinco anos.

A história de Rio das Ostras, nestes últimos 21 anos – tempo em que a mesma emancipou-se político-administrativamente de Casimiro de Abreu -, pode ser contada perfeitamente através das páginas dos jornais locais. É claro, devemos considerar que muitos desses jornais servem apenas para a sustentação ideológica dos grupos políticos dominantes no cenário local. Por isso, é preciso estar atento aos discursos enunciados por esses veículos e como eles são interpretados pelos leitores. Afinal, se falamos de construção de um fio narrativo da história local produzido pelos jornais impressos, precisamos saber interpretar seus enunciados e como estão contando a história, sob qual ótica pretendem ‘oficializar’ a história.

Escolhemos nos debruçar sobre a história recente do município e de sua imprensa local para entendermos um pouco mais sobre este belíssimo balneário, quem são suas personagens para além do povo, do cidadão comum, do trabalhador que ajuda, diariamente, a construir a cidade que mais cresceu no Brasil nos últimos 10 anos, segundo dados de 2010, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Comentários desativados em Pré-lançamento do livro ‘A imprensa na cidade que mais cresceu no Brasil: A história recente de Rio das Ostras revisitada em matérias jornalísticas produzidas entre 2005 e 2007’

%d blogueiros gostam disto: