!@ {o polifônico, [Jornalismo de Intervenção # Por Leonor Bianchi]

Segue até domingo a 10a Mostra Cinema Popular Brasileiro

Comentários desativados em Segue até domingo a 10a Mostra Cinema Popular Brasileiro

Anima Cine Macaé homenageia Alvaro Marins (Seth) em sessão especial de encerramento, nesta 5a feira, 29, no CIEMH2

Posted in Brasil, Cinema, Cultura, Estado, Internacional, Macaé, Região, Turismo, Videofonia by ImprensaBR on 28/08/2013

luz anima acao cartaz

O Anima Cine Macaé homenageia Alvaro Marins, Seth. Caricaturista macaense renomado atuante na primeira metade do século XX. Seth foi nada menos que o primeiro animador de cinema do Brasil.

A sessão que encerra o Anima Cine Macaé é uma homenagem a este que é considerado o Pai da Animação Brasileira e a primeira animação feita no Brasil, Kaiser.

Na sessão serão exibidos três curtas premiados este ano no recém findado Anima Mundi e em outros festivais de animação e o estreante ‘Luz, Anima, Ação’, um longa ainda inédito do grande público, que depois de passar pelas telas apenas do Anima Mundi, agira no começo de agosto, será exibido para o público do Anima Cine Macaé. Imperdível!!!

A sessão do Anima Cine Macaé nesta quinta feira, 29 de agosto, começa às 19 h no CIEMH2, em Macaé, no Sol Y Mar. Entrada é franca e a classificação indicativa livre. Rua Eleosina Pereira de Queiroz Mattoso, 105.

O Anima Cine Macaé 2013 – Festival Internacional de Animação de Macaé é uma realização de Curadoria de Cinema e Escola Livre de Comunicação e Artes. www.animacinemacae.wordpress.com

Comentários desativados em Anima Cine Macaé homenageia Alvaro Marins (Seth) em sessão especial de encerramento, nesta 5a feira, 29, no CIEMH2

Começa hoje o Anima Cine – Festival Internacional de Cinema de Animação de Macaé

Posted in Brasil, Cinema, Cultura, Internacional, Macaé, Região, Rio das Ostras, Turismo, Videofonia by ImprensaBR on 24/08/2013

divulgação_final_virtual

Programação com 34 filmes de diversas nacionalidades segue até 29 de agosto na cidade do Pai da Animação Brasileira

O Anima Cine Macaé, Festival Internacional de Cinema de Animação de Macaé -, começa hoje, às 18h, no distrito do Sana, em Macaé. Ao todo serão exibidos 34 filmes entre curtas, super curtas e longas. O festival continua amanhã no Sana, quarta-feira, dia 28, em Bicuda e quinta-feira, dia 29 de agosto, o Anima Cine encerra seu circuito no CIEHMH² no Sol Y Mar, em Macaé.

Toda a programação do festival é gratuita e pode ser baixada pelo site www.animacinemacae.wordpress.com

Filmes premiados em grandes festivais de animação serão exibidos em Macaé, durante o Anima Cine

Segundo a curadora do Anima Cine, Leonor Bianchi, a programação foi pensada e construída em cima de uma demanda regional de contato e aproximação com o gênero. “Mesmo com os meios digitais de comunicação, muita gente no interior não conhece outro tipo de animação que não seja os desenhos da Disney e os mangás japoneses. Consideramos este aspecto e preferimos criar um panorama didático, digamos assim, para selecionar as obras. O formato pensado para esta curadoria seguiu a tendência das janelas dos festivais mais significativos de animação que existem hoje no mundo, mas não esquecemos de olhar para o nosso quintal, afinal somos interior, estamos no interior. Macaé é uma cidade transatlântica, mas aqui é interior do Brasil… Exibiremos filmes premiados em Annecy (o maior do gênero no mundo) e tantos outros que estão hoje, neste momento, sendo exibidos no Anima Mundi, o maior festival de animação do Brasil, mas também exibiremos animações locais, de gente de Macaé, a terra do pai da animação brasileira, o mote do Anima Cine Macaé, inclusive! Isso mostra a intenção da Curadoria em dialogar com as produções regionais sem desconsiderar que há uma grande escola de cinema de animação fora do Brasil. Uma escola mais antiga e que merece respeito, mas que hoje, com o acesso às ferramentas de produção de um filme animado, nada perde à criatividade dos animadores brasileiros. Alguns (muitos), inclusive, trabalham lá fora, mas assinam a realização de vários filmes como sendo feitos no Brasil. O Brasil tem se revelado um grande produtor de animação para cinema. A publicidade domina um nicho que acaba fomentando o surgimento de novos realizadores a cada dia”, comentou a curadora do festival.

O Anima Cine é uma realização de Curadoria de Cinema e Escola Livre de Comunicação e Artes.

Macaé: cidade onde nasceu Seth, o pai da animação brasileira

Muita gente ainda desconhece o fato, mas foi em Macaé, litoral norte do estado o Rio de Janeiro, que nasceu o primeiro animador de cinema do Brasil. Seu nome era Alvaro Marins, mais conhecido como Seth, apelido que criou para assinar seus trabalhos como caricaturista para a imprensa carioca da primeira metade do século XX. O ilustrador, desenhista, chargistas e caricaturista macaense foi o responsável pela animação de uma tirinha desenhada por ele mesmo e levada à tela do Cine Pathè em janeiro de 1917, no Rio de Janeiro. O filme animado era ‘Kaiser’, hoje considerado o primeiro filme de animação feito no Brasil por um brasileiro. Seth trabalhou em muitos Jornais cariocas Como ilustrador, desenhou inúmeras artes para a publicidade nos primeiros tempos da publicidade no Brasil e tem sua marca registrada na História da Animação Brasileira. Por ter nascido em Macaé e por considerarmos que ele merece ganhar um lugar de destaque na História da Animação Brasileira, Seth e a Animação ganharam este projeto como forma de resgate a esta parte da história da cidade e da animação brasileira.

Comentários desativados em Começa hoje o Anima Cine – Festival Internacional de Cinema de Animação de Macaé

Sessão de abertura do Circuito Cinema Popular Brasileiro foi um sucesso! Clementina de Jesus, Rainha Quelé, de Weriton Kermes emocionou o público

sessao de abertura do circuito cinema  popular brasileiro leonor bianchiAconteceu, na sexta-feira, 16 de agosto de 2013, a sessão de abertura do Circuito Cinema Popular Brasileiro. O projeto integra as ações de fomento ao cinema brasileiro, formação de público e educação do olhar propostas pela produção da 10a Mostra Cinema Popular Brasileiro, que acontecerá entre 14 e 17 de novembro, em Lumiar, quinto distrito de Nova Friburgo (RJ/ BR).

O filme escolhido pela Curadoria de Cinema para a sessão de abertura do Circuito foi Clementina de Jesus, Rainha Quelé, um documentário de 75 minutos de Weriton Kermes, com muitas imagens de arquivo, bons depoimentos de grandes nomes da música brasileira, entre eles Paulinho da Viola, Cristina Buarque de Holanda, João Bosco, Paula Lima, e de Heron Coelho, autor do livro que deu origem ao argumento do filme.

A receptividade do público foi maravilhosa, tendo a fita emocionado a todos os presentes, que saíram da sessão reflexivos diante da memória da imagem, da vida e da obra da pessoa que foi Clementina de Jesus, personalidade de suma importância para a cultura e a música brasileiras.

As sessões do Circuito acontecerão até o dia 8 de novembro, sempre às sextas-feiras, às 19h30, com entrada franca.

No dia 14 de novembro começará a 10a edição da Mostra Cinema Popular Brasileiro. De 14 a 17 de novembro em Lumiar. As inscrições para a 10a Mostra Cinema Popular Brasileiro já estão abertas pelo site www.mostracinemapopularbrasileiro.wordpress.com 

A Mostra Cinema Popular Brasileiro e o Circuito Cinema Popular Brasileiro têm
Realização – Curadoria de CinemaEscola Livre de Comunicação e Artes,
Casa Cultural Mata AtlânticaVideoteca Cinema Popular Brasileiro
Assessoria de Comunicação – ImprensaBR Assessoria de Comunicação
Divulgação e Promoção – Jornal O Polifônico
Parceiros – Cineclube Lumiar e Tribuna Livre Cultural

Comentários desativados em Sessão de abertura do Circuito Cinema Popular Brasileiro foi um sucesso! Clementina de Jesus, Rainha Quelé, de Weriton Kermes emocionou o público

Anima Cine Macaé divulga filmes selecionados para sua primeira edição

Posted in Brasil, Cinema, Cultura, Estado, Macaé, Região, Rio das Ostras, Turismo, TV O Polifônico, Videofonia by ImprensaBR on 07/08/2013

Festival Internacional de Cinema de Animação de Macaé acontecerá de 24 a 30 de agosto

O Anima Cine Macaé, Festival Internacional de Cinema de Animação de Macaé divulga hoje a seleção dos filmes que serão exibidos na primeira edição do festival.

angel

Animação polonesa ‘Angel’, de Agnieszka Skolik.

 

Segundo a curadora do Anima Cine, Leonor Bianchi, a programação foi pensada e construída em cima de uma demanda regional de contato e aproximação com o gênero. “Mesmo com os meios digitais de comunicação, muita gente no interior não conhece outro tipo de animação que não seja os desenhos da Disney e os mangás japoneses. Consideramos este aspecto e preferimos criar um panorama didático, digamos assim, para selecionar as obras. O formato pensado para esta curadoria seguiu a tendência das janelas dos festivais mais significativos de animação que existem hoje no mundo, mas não esquecemos de olhar para o nosso quintal, afinal somos interior, estamos no interior. Macaé é uma cidade transatlântica, mas aqui é interior do Brasil… Exibiremos filmes premiados em Annecy (o maior do gênero no mundo) e tantos outros que estão hoje, neste momento, sendo exibidos no Anima Mundi, o maior festival de animação do Brasil, mas também exibiremos animações locais, de gente de Macaé, a terra do pai da animação brasileira, o mote do Anima Cine Macaé, inclusive! Isso mostra a intenção da Curadoria em dialogar com as produções regionais sem desconsiderar que há uma grande escola de cinema de animação fora do Brasil. Uma escola mais antiga e que merece respeito, mas que hoje, com o acesso às ferramentas de produção de um filme animado, nada perde à criatividade dos animadores brasileiros. Alguns (muitos), inclusive, trabalham lá fora, mas assinam a realização de vários filmes como sendo feitos no Brasil. O Brasil tem se revelado um grande produtor de animação para cinema. A publicidade domina um nicho que acaba fomentando o surgimento de novos realizadores a cada dia”, comentou a curadora do festival.

Foram selecionados 32 filmes, dentre estes, três longas-metragens. A relação dos selecionados e os programas do Festival Internacional de Cinema de Animação de Macaé já está online no site www.animacinemacae.wordpress.com

O Anima Cine é uma realização de Curadoria de Cinema e Escola Livre de Comunicação e Artes.

Comentários desativados em Anima Cine Macaé divulga filmes selecionados para sua primeira edição

O Anima Cine invadiu a redação d’O Polifônico!!!! É tempo para uma reflexão social inteligente e provocadora, característica deste gênero cinematográfico, e o curta animado ‘Imagine uma menina com cabelos de Brasil…’ nos remete bem a esse estado de reflexão crítica sem perder o bom humor…

imagine

‘Imagine uma menina com cabelos de Brasil…’ A animação do ilustrador e animador Alexandre Bersot será exibida no Programa de abertura do Anima Cine Macaé, dia 25 de agosto, no CriaSana. Para ver toda a programação de filmes, acesse o site do festival aqui. O Anima Cine tem programação gratuita.

Realização: Curadoria de Cinema e Escola Livre de Comunicação e Artes
Comunicação: ImprensaBR

Comentários desativados em O Anima Cine invadiu a redação d’O Polifônico!!!! É tempo para uma reflexão social inteligente e provocadora, característica deste gênero cinematográfico, e o curta animado ‘Imagine uma menina com cabelos de Brasil…’ nos remete bem a esse estado de reflexão crítica sem perder o bom humor…

Roda de Conversa sobre o Plano de Recursos Hídricos da Região Hidrográfica Macaé/ Ostras

Posted in Macaé, Meio Ambiente, Nova Friburgo, Região, Rio das Ostras by ImprensaBR on 18/07/2013

1005312_10201536281078153_356439814_n

Comentários desativados em Roda de Conversa sobre o Plano de Recursos Hídricos da Região Hidrográfica Macaé/ Ostras

Região dos Lagos é 18ª no ranking de violência contra crianças

Posted in Estado, Região, Rio das Ostras, Segurança Pública by ImprensaBR on 18/07/2013

Número de casos de violência chegou a 27 mil no Rio. Ranking estadual “avalia” 39 regiões do estado

A morte da menina Gabriely, de dois anos, em Rio das Ostras, Região dos Lagos, chamou a atenção para os casos de violência infantil no estado do Rio de Janeiro. Só em 2011, foram mais de 27 mil registros em todo o estado, mas esse número poderia ser bem maior, porque, segundo as autoridades, nem todos os casos são denunciados. E a cada ano aumenta o número de casos, dados mais recentes do Instituto de Segurança Pública mostram que em 2011 foram quase 27 mil casos de violência e mais de 3 mil de estupros de menores. E em 2009, foram 22 mil registros de violência e 2.500 estupros.

O último caso registrado na Região dos Lagos foi o da menina Gabriely, violentada e morta que teve o corpo encontrado debaixo de um monte de telhas, a pouco mais de 100 metros da casa onde ela morava com a familia. O homem suspeito de cometer o crime, que seria dependente químico, está preso desde a semana passada. No início do mês, outro caso que chamou a atenção foi o de um menino de 9 anos, em Rio Bonito. Segundo a polícia, ele teria sido morto por um tio. O crime chocou os moradores da cidade. Em Búzios, uma adolescente portuguesa de 12 anos foi agredida nesta semana e encontrada seminua depois de ser levada por um homem enquanto esperava uma van, segundo ela mesmo declarou à família.

Em Macaé foram 179 atendimentos de violência contra crianças realizados em 2013 e 133 em 2012. Em Rio das Ostras foram 18 vitimas de violencia sexual com menos de 18 anos no ano passado e sete casos este ano. De acordo com Cláudia Pereira, coordenadora do núcleo de  atenção à saúde do adolescente, não é possível afirmar que a violência aumentou de fato ou já existia e não era notificada.

A comissão de direitos humanos da OAB de Rio das Ostras explica que o problema está relacionado a educação, as políticas públicas de assistência social, segurança e também ao crescimento das cidades. Os casos de agressão suspeitos podem ser denunciados ao Conselho Tutelar e ao Ministério Público.

Do G1

Comentários desativados em Região dos Lagos é 18ª no ranking de violência contra crianças

Manifestantes põem fogo em ponte que liga Macaé e Rio das Ostras. Trânsito está fechado no dois sentidos da rodovia Amaral Peixoto

Posted in Cidadania, Macaé, Região, Rio das Ostras by ImprensaBR on 11/07/2013

Ato acontece no dia da paralisação geral dos sindicatos

Na manhã desta quinta-feira (11), manifestantes colocaram fogo em madeiras e fecharam a ponte que fica no limite entre os municípios de Macaé, interior do Rio de Janeiro, e Rio das Ostra, Região dos Lagos. Por isso, o trânsito está totalmente fechado nos dois sentidos da rodovia Amaral Peixoto, a RJ-106, que é a principal ligação entre as duas cidades. Participam do protesto a Central Única dos Trabalhadores (CUT), Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) e Sindicato dos Petroleiros (SindiPetro).

O ato acontece no dia em que os sindicatos do Brasil resolveram fazer uma paralisação geral. Em Macaé, alguns sindicatos aderiram a interrupção dos serviços. O sindicato dos bancários afirmou que as agências só irão abrir às 13h. A direção do Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação disse que os professores das redes municipal e estadual vão aderir à paralisação.

A Prefeitura de Macaé informou que não há esquema especial de trânsito e que todos os serviços públicos funcionarão normalmente, inclusive as escolas. A empresa responsável pelo transporte na cidade, disse que os ônibus vão rodar normalmente.

O comandante do 32ª Batalhão da Polícia Militar, Ramiro Campos, informou que haverá um reforço de 60 policiais que serão divididos entre Macaé, Quissamã, Carabepus, Conceição de Macacu, Rio das Ostras e Barra de São João.

Do G1

Comentários desativados em Manifestantes põem fogo em ponte que liga Macaé e Rio das Ostras. Trânsito está fechado no dois sentidos da rodovia Amaral Peixoto

Vem aí a 11ª Feira da Terra, em Lumiar

Posted in Cidade, Cultura, Estado, Meio Ambiente, Nova Friburgo, Região, Saúde, Trabalho e Renda, Turismo by ImprensaBR on 01/07/2013

feiradaterra

Está chegando a 11ª edição da Feira da Terra, que este ano acontece em Lumiar, distrito de Nova Friburgo nos dias 26, 27 e 28 de julho. A novidade da programação desta edição da Feira é a realização do I Fórum Intermunicipal de Agricultura, Agroecologia, Alimentação Saudável e Sustentabilidade, que reunirá gestores e trabalhadores rurais de Nova Friburgo,Teresópolis, Macuco, Bom Jardim,Cantagalo, Cordeiro,Santa Maria Madalena,São Sebastião do Alto, entre outros.

Veja mais sobre a programação da 11ª Feira da Terra

580190_585421191498523_1857545368_n

Dia 26 julho

11h – Perfil da Produção da Região Serrana – Lia Caldas- Educadora ambiental, Juliano Palm- Historiador e Reinaldo Queirooz -Prod. Cultural( Casa dos Saberes)
14h – Roda de conversa dos municípios
15h – Sustentabilidade na Produção de Hortaliças – Gerson José Yunes Antônio (Emater)- Eng. Agrôn. eTéc. Regional do Programa Rio Rural
16h – Oficina Cozinha Brasil – SESI
17h – ” Alimentação Saudável – Vanessa Cristina de Paula Lage – Agente de Desenvolvimento Social da Emater- Rio- Trajano de Moraes

27 julho
10h – Sistema produtivo para pequenos produtores agrícolas – Educ. Ambiental Lia Caldas, Historiador Juliano Palm e o Prod. cultural Reinaldo Queiroz
11h – O Desequilíbrio na nutrição de plantas e os agrotóxicos – Eng. Agrôn. Alexandre Jacinto Teixeira- Supervisor Regional da Emater
14h – Oficina Cozinha Brasil – SESI
15h – Palestra do Sebrae
16h- Palestra do Sebrae
17h – Encerramento do Fórum

Para contatar a produção da Feira da Terra, envie email para contato@feiradaterra.org.

Comentários desativados em Vem aí a 11ª Feira da Terra, em Lumiar

Festival de Animação de Macaé encerra inscrições de filmes

Posted in Brasil, Cinema, Cultura, Estado, Internacional, Macaé, Região by ImprensaBR on 28/06/2013

Anima Cine – Festival Internacional de Cinema de Animação de Macaé promete trazer para a cidade natal do primeiro animador brasileiro o melhor da animação mundial

Seguem até amanhã, 29 de junho, as inscrição de filmes no Anima Cine – Festival Internacional de Cinema de Animação de Macaé (RJ). O Festival acontecerá de 24 a 30 de agosto com sessões voltadas para todas as idades e também para o público estudantil das redes públicas de ensino. Na programação do festival, além das exibições de filmes, haverá palestras, debates e uma oficina de animação. Tudo de graça para o público.

Segundo a idealizadora do Anima Cine, Leonor Bianchi, Macaé é a cidade natal do primeiro animador de cinema do Brasil, Álvaro Marins, mais conhecido como Seth. “Macaé se orgulha deste marco ainda pouco conhecido, mas ainda não sabe a dimensão deste feito. Seth foi um ícone na ilustração brasileira e a cidade, agora, com este festival, estabelece, definitivamente, seu vínculo artístico e afetivo com o cinema de animação e com o feito do pioneiro Seth”.  

Seth trabalhou em muitos jornais e revistas cariocas como ilustrador, desenhou inúmeras artes para a publicidade nos primeiros tempos da publicidade no Brasil, no início do século XIX e tem sua marca registrada na história da animação brasileira.

Por ter nascido em Macaé e por consideramos que ele merece um lugar de destaque na História da Animação Brasileira, Seth e a Animação ganharam este projeto como forma de resgate a esta parte da história da cidade.

“O Anima Cine Macaé pretende preencher a lacuna tão expressiva de ser Macaé a cidade de origem do primeiro animador brasileiro. Esperamos que este festival de cinema de animação torne-se referência em todo o Brasil e no mundo e que possa fazer jus ao fato de ter sido nesta cidade, Macaé, o local de nascimento do diretor de ‘kaiser’, o primeiro filme animado feito no Brasil por um brasileiro, o Seth, em 1917”, ressalta a idealizadora do Festival.

Primeira animação brasileira

O filme ‘kaiser’ estreou em 22 de janeiro de 1917, no Cine Pathé, no Rio de Janeiro, meses antes de o Brasil declarar guerra à Alemanha e iniciar sua participação na Primeira Guerra Mundial. Consistia de uma charge animada, mostrando o imperador Guilherme II colocando sobre a cabeça um capacete que representava o controle sobre o mundo. Em seguida, um globo terrestre crescia e engolia o líder alemão. Em outra cena, o Presidente Nilo Peçanha, em traço caricatural também aparecia explodindo numa gargalhada de progressão crescente.

Inscrições

As inscrições podem ser feitas pelo site do Anima Cine www.animacinemacae.wordpress.com através do preenchimento da Ficha de Inscrição disponível na plataforma online. O responsável pelo processo de inscrição deve estar atento ao Regulamento do Festival, também disponível no site e enviar, junto com a obra inscrita, o Termo de Autorização de Exibição da Obra Audiovisual, também encontrado no site, ambos assinados por ele.

Além dos filmes inscritos espontaneamente, o Anima Cine compôs uma Curadoria, que está convidando realizadores brasileiros e de outras partes do mundo a apresentarem seus trabalhos no festival.

Comentários desativados em Festival de Animação de Macaé encerra inscrições de filmes

Macaé realiza III Conferência de Cultura no próximo final de semana

Posted in Brasil, Cidadania, Cultura, Macaé, Região by ImprensaBR on 26/06/2013

601678_529677650412935_1863177342_n

Comentários desativados em Macaé realiza III Conferência de Cultura no próximo final de semana

Cachoeiras de Macacu e Rio Bonito no bilhete único

Posted in Brasil, Cidadania, Cidade, Estado, Infraesturutura, Política, Região, Trabalho e Renda, Transporte by ImprensaBR on 25/06/2013

Os municípios de Cachoeiras de Macacu e Rio Bonito estão perto serem incluídos no Bilhete Único Intermunicipal. A Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) aprovou nesta terça-feira (25/06), em discussão única, a indicação legislativa 285/13, dos deputados André Corrêa (PSD) e Paulo Melo (PMDB), que propõe a inclusão das cidades na Lei 5.628/09, que instituiu o programa de tarifa integrada de transporte. A indicação solicita ao governador Sérgio Cabral o envio de projeto tratando do assunto, o que foi dado como certo por Corrêa, líder do Governo na Casa. “Esta questão já está equacionada. Vai acontecer”, garantiu ele, reforçando que o programa, único em seu caráter intermunicipal no país, já beneficia 800 mil pessoas nas vinte cidades já abrangidas.

A aprovação foi muito comemorada por moradores e representantes da Cachoeiras de Macacu presentes em plenário. O prefeito da cidade, Cica Machado, explicou que os moradores se deslocam muito na região, que abriga o Comperj, e, com isso, gastam muito com as passagens. “Esta situação prejudica a cidade de diferentes formas, mas, sobretudo economicamente. Essa alteração na lei será muito benéfica e comemorada pela população”, salientou. A indicação será publicada.

Fonte: Alerj

 

Comentários desativados em Cachoeiras de Macacu e Rio Bonito no bilhete único

Curso de Cinema Ambiental em Macaé

Posted in Cinema, Cultura, Educação, Macaé, Meio Ambiente, Região, Rio das Ostras, Videofonia by ImprensaBR on 25/06/2013

O Curso de Cinema Ambiental (CUCA) é um projeto desenvolvido pelo Núcleo de Arte, Mídia e Educação (AME) da UFRJ-Macaé. É um curso prático que mistura diversas áreas do conhecimento, uma forma coletiva e criativa de fazer pesquisa com o outro.

O CUCA busca proporcionar uma experiência em equipe visando à elaboração coletiva de filmes ambientais. Uma construção subjetiva das relações entre sociedade, natureza e políticas públicas.

Cada curso é realizado em uma semana, durante esta semana criamos coletivamente o nosso olhar com “personagem” registrado.

PRÓXIMO CURSO: 12 a 16 de agosto de 2013.

Período de inscrição: 01 a 31 de julho de 2013.

SELEÇÃO 6º CUCA

Clique AQUI para baixar o EDITAL DE SELEÇÃO.  

Clique AQUI para baixar a FICHA DE INSCRIÇÃO.

Comentários desativados em Curso de Cinema Ambiental em Macaé

Festival Internacional de Cinema de Animação de Macaé promete trazer para a cidade natal do primeiro animador brasileiro o melhor da animação mundial

Começou no dia 11 de maio e seguirá até 29 de junho o período de inscrição de filmes no Anima Cine – Festival Internacional de Cinema de Animação de Macaé (RJ).

O Festival acontecerá de 19 a 25 de agosto com sessões voltadas para todas as idades e também para o público estudantil da rede pública de ensino.

Na programação do Festival, além das exibições de filmes, haverá palestras, debates e uma oficina de sonoplastia. Tudo de graça para o público.

Segundo a idealizadora do Anima Cine, Leonor Bianchi, Macaé orgulha-se de ser a cidade natal do primeiro animador de cinema do Brasil, Álvaro Marins, mais conhecido como Seth. “Macaé tem orgulho deste marco ainda pouco conhecido no mundo. Seth foi um ícone na ilustração brasileira e a cidade, agora, com este festival, estabelece, definitivamente, seu vínculo artístico e afetivo com o cinema de animação e com o feito do pioneiro Seth”.

Seth trabalhou em muitos jornais cariocas como ilustrador, desenhou inúmeras artes para a publicidade nos primeiros tempos da publicidade no Brasil, e tem sua marca registrada na história da animação brasileira.

“Esperamos que este festival de cinema de animação torne-se referência e que possa fazer jus ao fato de ter sido nesta cidade, Macaé, o local de nascimento do diretor de ‘kaiser’, o primeiro filme animado feito no Brasil por um brasileiro, o Seth, em 1917”, ressalta a idealizadora do Festival.

Primeira animação brasileira

O filme ‘kaiser’ estreou em 22 de janeiro de 1917, no Cine Pathé, no Rio de Janeiro, meses antes de o Brasil declarar guerra à Alemanha e iniciar sua participação na Primeira Guerra Mundial. Consistia de uma charge animada, mostrando o imperador Guilherme II colocando sobre a cabeça um capacete que representava o controle sobre o mundo. Em seguida, um globo terrestre crescia e engolia o líder alemão.

Desde 1907 os cinemas brasileiros já apresentavam vinhetas animadas no encerramento dos cinejornais. Contudo, ‘Kaiser’ foi a primeira animação autônoma brasileira a ser exibida.

Fotograma do filme kaiser
Fotograma do filme kaiser

Inscrições

As inscrições podem ser feitas pelo site do Anima Cine www.animacinemacae.wordpress.com através do preenchimento da Ficha de Inscrição disponível na plataforma online. O responsável pelo processo de inscrição deve estar atento ao Regulamento do Festival, também disponível no site e enviar, junto com a obra inscrita, o Termo de Autorização de Exibição da Obra Audiovisual, também encontrado no site, ambos assinados por ele.

Além dos filmes inscritos espontaneamente, o Anima Cine compôs uma Curadoria, que está convidando realizadores brasileiros e de outras partes do mundo a apresentarem seus trabalhos no Festival.

Na maior rede social do mundo, curta a página do Anima Cine.

Tagged with:

Comentários desativados em Festival Internacional de Cinema de Animação de Macaé promete trazer para a cidade natal do primeiro animador brasileiro o melhor da animação mundial

Juventude vai às ruas também em Rio das Ostras

Rio das Ostras 2013. A cidade mudou. São 21 anos desde que o distrito de Casimiro de Abreu emancipou-se. A ‘cidade mãe de quem nasce ou de quem vem pra ela’ como diz seu hino, deixou tanta gente mamar em seu seio e comer do seu pão, que, hoje, o número de habitantes da cidade dormitório, da cidade universitária, da cidade esperança, ultrapassa 130 mil e só tende a crescer.

Desde segunda-feira (18) a juventude está saindo às ruas, unindo-se ao movimento das manifestações em todo o Brasil e convidando a população a acompanhar.

Ontem, cerca de 200 jovens, estudantes, trabalhadores, servidores públicos, moradores de Rio das Ostras, organizaram-se em uma manifestação pacífica em frente à Praça José Pereira Câmara, no centro da cidade.

Hoje à tarde, os organizadores do movimento em Rio das Ostras farão uma Oficina de Cartazes e, às  17h, o grupo se reunirá na Praça José Pereira Câmara e seguirá em marcha até a Câmara Municipal, em Terra Firme.

Segundo um dos responsáveis pela comissão de organização das manifestação em Rio das Ostras, cujo nome prefiro preservar no anonimato, o “Movimento é, ao mesmo tempo autônomo e local, tendo como pautas: a Saúde, o Planejamento e o Transporte, a Educação e a Segurança Pública; mas também é a fração do movimento nacional, que a partir do mote dos transporte, se propõe a rediscutir a nossa sociedade como é concebida hoje numa perspectiva de revolução dos paradigmas culturas, econômicos e sociais estabelecidos hoje pelo sistema capitalista.”

Aderindo ao cenário nacional das manifestações que reivindicam a não aprovação da PC 37, que tira o poder investigativo do Ministério Público, o aumento do curto de vida e, principalmente o respeito aos usuários dos transportes coletivos com melhorias das frotas e redução das tarifas de ônibus em todo o Brasil. Rio das Ostras entra na lista das cidades que estão mostrando a força do povo contra os desmandos dos governos e isso, além de ser histórico, representa o amadurecimento da juventude local, que ao longo dos últimos oito anos vem aprendendo a ir pras ruas lutar por dias melhores e condições mais dignas para trabalhar e viver na cidade.

Com relação à relação da PM para com os manifestantes, pelo que vemos no vídeo, aparentemente, contrariamente ao posicionamento da Guarda Municipal em outras manifestações que já vi em Rio das Ostras, onde a mesma recebe comando de formar barreiras e impedir os manifestantes de seguirem em marcha, os policiais militares que aparecem dialogando com um dos manifestantes no vídeo, agiram de maneira pacífica.

Ainda não foi confirmado, mas parece que a Fan Page criada pelos manifestantes na maior rede social do mundo foi bloqueada e denunciada e acabou caindo do ar. O que parece não ter influenciado em nada o movimento, já que horas depois, outra Fan Page já estava online e hoje conta com mais de 4 mil pessoas confirmadas para a manifestação de hoje e de amanhã na cidade.

Rio das Ostras, vem pra RUA!!! Acesse a Fan Page aqui!

Participe do Evento!

Comentários desativados em Juventude vai às ruas também em Rio das Ostras

Comissão da Alerj sugere criação de delegacia de homicídios em Campos

Posted in Cidadania, Região, Segurança Pública by ImprensaBR on 18/06/2013

A Comissão de Defesa dos Direitos Humanos e Cidadania da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), presidida pelo deputado Marcelo Freixo (PSol), irá propor, através de indicação legislativa, a criação de uma delegacia de homicídios no município de Campos dos Goytacazes, para a investigação dos crimes relacionados à disputa agrária na região. A proposta foi anunciada nesta segunda-feira (17/06), durante audiência pública realizada na Câmara de Vereadores, para debater a violência no campo. “Queremos uma política de segurança em uma cidade que não é só de vida urbana. Temos aqui um histórico de conflitos no campo muito grande. Esse ano, tivemos dois brutais assassinatos por conta de problemas agrários, disputa de terra, venda de lotes e presença muito forte do latifúndio. Queremos a criação de uma delegacia de homicídios, que, certamente, vai ajudar nos conflitos”, anunciou Freixo.

Representantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) também estiveram presentes no encontro e contaram um pouco da realidade violenta da região e as dificuldades dos moradores acampados. “Temos todo tipo de problema social, como a dificuldade de escola para as crianças, moradia, água potável, energia elétrica e acesso à alimentação básica. Esperamos que essa audiência traga o reconhecimento dessas famílias organizadas no processo de luta pela conquista da terra na região”, contou a representante do MST Marina dos Santos, que ainda lembrou das mortes por conflitos agrários. “Essa demora na concretização dos assentamentos tem nos levado a muitos conflitos. Exemplos disso são os assassinatos dos companheiros Cícero Guedes e Regina dos Santos Pinto. São muitas famílias nas áreas de acampamentos e que estão à mercê de politicas públicas que garantem o acesso à terra, à moradia e à segurança”, destacou.

Segundo o delegado Carlos Augusto Silva, responsável pela 146ª DP, as investigações dessas mortes, ocorridas no final do ano passado e no começo de 2013, estão em curso. Porém, com a intenção de não atrapalhar as investigações, Silva não deu muitos detalhes sobre os trabalhos, mas explicou as intenções da Polícia Civil local. “Não queremos só as prisões e, sim, a condenação dessas pessoas que estão cometendo esses bárbaros crimes. Queremos reunir muitas provas contra essas pessoas para que elas fiquem o mais tempo possível presas. Nossa intenção é minimizar e, possivelmente, acabar com esses conflitos em Campos dos Goytacazes”, explicou o delegado. Também participaram da audiência pública o deputado Roberto Henriques (PSD) e o vereador de Campos, Edson Batista (PTB), presidente da Câmara local.

Fonte: Alerj.
Texto de Raoni Alves

Comentários desativados em Comissão da Alerj sugere criação de delegacia de homicídios em Campos

Macaé sedia, esta semana, ‘Encontro de Gestores de Cultura do estado do Rio’ e Fórum Municipal de Cultura

Posted in Cultura, Macaé, Região, Rio das Ostras by ImprensaBR on 17/06/2013

layout FORUMLeonor Bianchi

Entre hoje e quarta-feira, gestores de cultura de todo o estado do Rio de Janeiro estarão em Macaé para uma oficina do Ministério da Cultura. Na quarta-feira, acontecerá uma palestra com representante do MinC no estado do Rio, Marcelo Velloso, dentro das ações do Fórum Municipal de Cultura de Macaé.

Em sentido lato, o encontro pretende debater o Sistema Nacional de Cultura e como ele está sendo   ‘aplicado’ dentro dos modelos de gestão de cultura existentes nos municípios e no estado.

A ‘Oficina de Implementação de Sistemas Estaduais e Municipais de Cultura’, está sendo organizado por Marcelo Velloso, produtor cultural com formação pela UFF (IACS), ex-professor do Polo Universitário de Rio das Ostras (PURO), atual representante do MinC no estado do Rio de Janeiro.

Serão três dias de conversas, debates, apresentações de diagnósticos, dados, índices, e de proposições de caminhos para a integração dessa politica nacional de forma que a ela abarque as diferenças e especificidades de cada região do país. Quem coordena e dirige o encontro é a Secretaria de Articulação Institucional/ SAI/ do MinC do governo federal.

A meta número 1 do Plano Nacional de Cultura para 2020 é a de que o Sistema Nacional de Cultura esteja institucionalizado e implementado, com 100% das unidades da federação e 60% nos municípios.

Veja aqui mais informações sobre as ‘Oficina de Implementação de Sistemas Estaduais e Municipais de Cultura

 

Comentários desativados em Macaé sedia, esta semana, ‘Encontro de Gestores de Cultura do estado do Rio’ e Fórum Municipal de Cultura

Anima Cine Macaé terá lançamento de longa-metragem sobre a animação no Brasil

O filme Luz, anima, ação será exibido durante o festival e após a sessão haverá debate com a equipe de realização. Em breve mais detalhes…

Documentário longa-metragem coproduzido pelo Canal Brasil, que resgata a fabulosa trajetória da animação brasileira desde o pioneiro “O Kaiser” ao boom produtivo que expande fronteiras!

O filme tem direção de Eduardo Calvet, produção de Felipe Haurelhuk. Veja no link do teaser a equipe completa.

Comentários desativados em Anima Cine Macaé terá lançamento de longa-metragem sobre a animação no Brasil

Macaé sediará ‘Encontro de Gestores de Cultura do estado do Rio’

Posted in Brasil, Cultura, Estado, Macaé, Região by ImprensaBR on 04/06/2013

Leonor Bianchi

A cidade de Macaé será cenário de um encontro estratégico para a Cultura do estado do Rio de Janeiro. {Todos} os gestores da pasta da Cultura foram convidados para uma grande reunião com o Ministério da Cultura e esse encontro acontecerá nos dias 17, 18 e 19 de junho próximo.

Em sentido lato, o encontro pretende debater o Sistema Nacional de Cultura e como ele está sendo   ‘aplicado’ dentro dos modelos de gestão de cultura existentes nos municípios e no estado.

A ‘Oficina de Implementação de Sistemas Estaduais e Municipais de Cultura’, está sendo organizado por Marcelo Veloso, produtor cultural com formação pela UFF (IACS), ex-professor do Polo Universitário de Rio das Ostras (PURO), atual representante do MinC no estado do Rio de Janeiro.

Serão três dias de conversas, debates, apresentações de diagnósticos, dados, índices, e de proposições de caminhos para a integração dessa politica nacional de forma que a ela abarque as diferenças e especificidades de cada região do país. Quem coordena e dirige o encontro é a Secretaria de Articulação Institucional/ SAI/ do MinC do governo federal.

A meta número 1 do Plano Nacional de Cultura para 2020 é a de que o Sistema Nacional de Cultura esteja institucionalizado e implementado, com 100% das unidades da federação e 60% nos municípios.

Veja aqui mais informações sobre as ‘Oficina de Implementação de Sistemas Estaduais e Municipais de Cultura

Comentários desativados em Macaé sediará ‘Encontro de Gestores de Cultura do estado do Rio’

Rio das Ostras, no litoral do Rio de Janeiro, entra em ranking de preferência turística nacional

Posted in Brasil, Estado, Região, Rio das Ostras, Turismo by ImprensaBR on 22/05/2013

O município de Rio das Ostras, no interior do Rio de Janeiro, acaba de entrar para um ranking sobre os destinos litorâneos mais buscados pelos brasileiros. Elaborada por uma revista focada em negócios e turismo, a lista revela que a cidade da Região dos Lagos ocupa a 17ª posição na preferência dos turistas nacionais que desejam passar alguns dias relaxando em um lugar cheio de belas paisagens.

O resultado representa um aumento de 194% no interesse turístico nacional por Rio das Ostras, e revela que a cidade disputa espaço de igual para igual com destinos badalados de todo o mundo, como praias de Los Angeles, nos EUA, e do Taiti, na Polinésia Francesa.

Como não poderia deixar de ser, a novidade animou autoridades e empresários do setor de serviços do município, que já pensam em estratégias para ampliar o leque de atrações oferecidas, que hoje já conta, por exemplo, com o Festival de Frutos do Mar e o Rio das Ostras Jazz & Blues Festival.

Além desses e outros eventos, Rio das Ostras vem caindo nas graças dos brasileiros por conta de suas belezas naturais. São ao todo 15 praias bem preservadas e capazes de atrair tanto os amantes dos esportes radicais quanto quem prefere um banho mais calminho. Sem falar na deliciosa Lagoa do Iriri e no sol que brilha por lá pelo menos 300 dias por ano. Quem visita Rio das Ostras conta ainda com uma grande variedade de bares e restaurantes especializados na culinária regional.

Fonte: Vírgula

Comentários desativados em Rio das Ostras, no litoral do Rio de Janeiro, entra em ranking de preferência turística nacional

Inscrições para a etapa de Rio das Ostras da Copa Rio estão abertas

Posted in Esporte, Região, Rio das Ostras, Trabalho e Renda, Turismo by ImprensaBR on 22/05/2013
Quarta etapa da competição vale pontos para os rankings estadual e nacional
Por ahe!

Será realizada no próximo dia 2 de junho, a quarta etapa da Copa Rio de ciclismo. Rio das Ostras será o palco da prova após a competição passar por Angra dos Reis, Três Rios e Volta Redonda. As inscrições para o evento já estão abertas e podem ser realizadas até 30 de maio pelos sites http://www.bikebros.com.br ehttp://www.fecierj.org.br. O valor é de R$ 40,00 e o pagamento deverá ser feito apenas por depósito bancário e identificado.

A prova valerá pontos para os rankings estadual e nacional. Os dez primeiros colocados do ranking nacional garantem vaga no Tour do Rio, principal competição do ciclismo brasileiro.

Veja mais: Adélio da Silva e Natasha Albuquerque vencem terceira etapa da Copa Rio

Disputada na modalidade estrada, a Copa Rio será realizada em um circuito de 19,4km, com largada em frente ao Parque de Exposição de Rio das Ostras. O número de voltas no circuito varia de acordo com a categoria, tendo a elite masculina que completar cinco voltas, enquanto a elite feminina, três.

Premiações Copa Rio de Ciclismo (Rio das Ostras)

Categoria Elite Masculina
1º – R$ 500,00
2º – R$ 300,00
3º – R$ 100,00

Categorias Master A, Master B, Master C, Sub 30 MTB e Feminino
1º – R$ 200,00
2º – R$ 100,00
3º – R$ 50,00

Fonte: Revista Ciclismo

Comentários desativados em Inscrições para a etapa de Rio das Ostras da Copa Rio estão abertas

Quissamã tem cinema, mas o cinema não está em Quissamã

Posted in Brasil, Cidadania, Cinema, Cultura, Denúncia, Editorial, Educação, Região, Videofonia by ImprensaBR on 12/05/2013
cinema quissamã

Quissamã tem cinema. Este foi construído há menos de 10 anos e funciona no Sobradinho, onde acontece uma cena cultural. Quero assistir cinema brasileiro no cinema de Quissamã e não home vídeo estadunidense, e infantis que só deseducam meus filhos… @Videoteca Cinema popular Brasileiro

Comentários desativados em Quissamã tem cinema, mas o cinema não está em Quissamã

Região ganhará unidade da Sociedade de Garantia de Crédito da Região Produtora de Petróleo, Gás e Bioenergia do estado do Rio de Janeiro

Posted in Economia, Macaé, Região, Rio das Ostras, Trabalho e Renda by ImprensaBR on 26/04/2013

No próximo dia dois, será inaugurada, em Macaé, a Sociedade de Garantia de Crédito da Região Produtora de Petróleo, Gás e Bioenergia do estado do Rio de Janeiro (Garantinorte). O objetivo é facilitar a obtenção de crédito para qualquer empresa da região sudeste fluminense e, dessa forma, possibilitar acesso a linhas de financiamento para empreendedores da região.

A Garantinorte nasceu em 2011 com 49 associados e recursos financeiros do Fundo de Desenvolvimento de Campos (Fundecam) e Fundo Municipal de Desenvolvimento Econômico (Fumdec) e do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

O núcleo de Macaé pretende atingir 300 associados na região da Costa do Sol, em 12 meses. os microempresários poderão contar com as contribuições financeiras já aprovadas pelos parceiros. O Fundecam disponibiliza R$ 1,5 milhão, o Fumdec, R$ 1 milhão, e o Sebrae, com R$ 2 milhões. Além do dinheiro, a Garantinorte possibilita assessoria técnicas as empresas.

De acordo com o gerente regional do Sebrae, Gilberto Soares, quando um empresário tenta pegar um crédito de 500 mil reais, por exemplo, os bancos pedem uma garantia de um R$ 1 milhão. Um valor inviável para a realidade de uma pequena empresa. “É aí que entra a Garantinorte. Ela pode oferecer essa garantia”.

Segundo Gilberto, o acesso ao crédito é um dos grandes desafios para pequenos e médios empresários brasileiros porque são caros e têm altas taxas de juros. Ele explica ainda que intermediar os projetos entre as empresas associadas e as agências bancárias, contribui para a expansão do crédito com segurança porque reduzem pela metade o risco de inadimplência. “Isso significa dinheiro a custo menor, com juros e tarifas bancárias mais baratas”.

Antes de estar apto para conseguir a garantia do crédito, o empresário deve se conveniar à Garantinorte e apresentar um projeto, onde deve constar o valor do empréstimo solicitado ao banco, a quantia a ser paga por mês, bem como discriminado quanto a empresa lucra ao ano. “O conselho da Sociedade de Garantia de Crédito irá analisar o projeto e sua viabilidade, depois disso, se for aprovado, o empresário já pode entrar em contato com o banco e iniciar os tramites normais”, disse Gilberto.

Um dos itens observados durante a análise é se o crédito solicitado não está fora da capacidade da renda anual da empresa. “Se a renda for de 100 mil reais ao ano, não é possível pedir um empréstimo de 2 milhões. É fora da realidade, e o empresário deve perceber isso”.

Essa é a quinta Sociedade de Garantia de Crédito (SGC) do país e a primeira ativa no sudeste. As empresas interessadas no convênio já podem fazer seu cadastro na avenida Rui Barbosa, 270, Centro –  Macaé. Mais informações pelo telefone: (22) 2772-2858.

Comentários desativados em Região ganhará unidade da Sociedade de Garantia de Crédito da Região Produtora de Petróleo, Gás e Bioenergia do estado do Rio de Janeiro

Duplicação da BR-101 Norte começou hoje. Os 70 quilômetros novos levarão quatro anos para serem concluídos

Posted in Estado, Infraesturutura, Meio Ambiente, Região by ImprensaBR on 25/04/2013

LB

Com certeza a notícia da semana para toda a Região dos Lagos, no Rio de Janeiro, é o início, hoje, das obras de duplicação da BR-101, em seu trecho Rio Bonito – Casimiro de Abreu.

Depois de cinco anos, o projeto finalmente teve o licenciamento ambiental emitido pelos órgãos competentes, e as obras de duplicação dos 70,9 quilômetros da importante rodovia que liga o Sudeste ao Norte do Brasil começaram. Hoje, a Autopista Fluminense, concessionária do trecho em questão, iniciou as obras para a construção de mais quatro faixas de rolamento e acostamentos na rodovia. O custo das obras é de R$ 320 milhões, aproximadamente, e a previsão de sua conclusão é fevereiro de 2017.

Hoje, a rodovia tem apenas uma faixa de rolamento em cada sentido e, segundo dados do DER RJ, seu movimento chega a 16 mil veículos por dia.

Licença ambiental demorou cinco anos para ser emitida

As obras tiveram início hoje de manhã no km 194,2, próximo ao trevo de acesso a Rio Dourado, em Casimiro de Abreu. Mais adiante, cumprindo o calendário da obra, em Rio Bonito, será montado um outro canteiro de obras.

No dia 5 de abril, o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade se manifestou favorável à duplicação da BR-101 Norte e as atividades licenciadas pelo Ibama, que saíram no primeiro dia do mês.

O projeto de duplicação prevê a construção de uma nova pista, paralela à existente, com duas faixas de rolamento em cada sentido, mais acostamentos, além da implantação de sinalização horizontal (no chão) e vertical (placas). Haverá também dispositivos de segurança, como barreiras de concreto e defensas metálicas. Serão construídos ainda oito trevos em desnível (viadutos) e 11 pontes. As obras vão gerar cerca de 400 empregos diretos, e a mão de obra local terá prioridade.

A duplicação da BR-101 Norte é a obra mais importante do contrato de concessão firmado entre a Autopista Fluminense e a Agência Nacional de Transportes Terrestres. Segundo o Programa de Exploração da Rodovia, ao todo serão duplicados 176,6 quilômetros — do km 84,6 (Campos) ao 261,2 (Rio Bonito).

Trecho Macaé – Campos já está em andamento

O trecho entre Campos e Macaé já está em andamento. Cerca de 400 operários trabalham na duplicação dos 42 quilômetros. Entre o km 132 (Carapebus) e o 144 (Macaé), o trecho já está pavimentado e, segundo a empresa, em breve serão implantados os dispositivos de segurança e a sinalização. Entre o km 102 e o 131, estão sendo feitos serviços de terraplenagem e construídas duas pontes. Já o trecho entre Macaé (km 144) e Casimiro de Abreu (km 190) ainda está em fase de licenciamento ambiental.

A rodovia recebe diariamente cerca de quatro mil caminhões e carretas, que escoam por ali a maior parte da produção agrícola que vem do Nordeste e do Espírito Santo.

Grifo nosso – O que ninguém está comentando nos jornais e nas ruas das cidades da região por onde a obra vai passar é o longo prazo que a licença ambiental da obra demorou para ser emitido e que a mesma terá apenas cerca de 17 quilômetros concluídos a cada ano, até sua data conclusão, 2017!!!

Deputado federal pelo PMDB, o macaense Adrian Mussi, irmão do ex-prefeito Riverton Mussi, hoje, em seu primeiro mandato no Congresso Nacional, já está de olho na campanha para as eleições do ano que vem. Em seu discurso proferido ontem no congresso, ele afirmou ter ido muitas vezes ao IBAMA e a ICMbio para tentar a liberação da licença ambiental da BR-101 e trouxe para si os louros da tão aguardada liberação da mesma. Depois de afirmar em primeira pessoa que ficava feliz por ter conseguido essa licença “e tornado esse sonho realidade”, Adrian disse que estaria presente hoje em Casimiro de Abreu na inauguração da obra da rodovia.

Foto: LB. BR-101 Macaé – Casimiro de Abreu

Comentários desativados em Duplicação da BR-101 Norte começou hoje. Os 70 quilômetros novos levarão quatro anos para serem concluídos

Conservação e Preservação do acervo da Hemeroteca do Solar dos Mellos

Página da Hemeroteca Digital de Macaé

Comentários desativados em Conservação e Preservação do acervo da Hemeroteca do Solar dos Mellos

Parabéns Rio das Ostras!

Posted in Cidade, Editorial, Estado, Região, Rio das Ostras by ImprensaBR on 10/04/2013

069_pb

Hoje minha terra amada completa sua maioridade… 21 aninhos… Rio das Ostras, de tapera à cidade vanguarda, cidade-esperança… cidade de todos que vem em busca de um sonho: o de uma vida mais justa e mais digna.

Os desafios são inúmeros, afinal a cidade cresce em termos populacionais, mas nem sempre este crescimento se vê também no mercado de trabalho, na infraestrutura em áreas básicas, como saneamento, distribuição de água encanada, saúde, educação, acesso à cultura, segurança…

Mudam governos, ficam os moradores; os verdadeiros ‘homens’ que, cotidianamente, ajudam a construir esta NOVA cidade com o suor do ser trabalho.

Salve o mascate da praia, o vendedor de bolas, o cara que conserta bicicleta, o moço da água de coco, as mulheres que recolhem latinhas de alumínio, o pessoal da construção civil… salve o servidor público honesto, que não usurpa o erário, salve o veranista, que há 21 anos paga em dia seu IPTU… salve os alunos, professores e servidores do PURO – ‘a gente’ que deu nova cor e inteligência a Riodas… salve Nossa Senhora da Conceição! Salve a TERRA dos peixes que encantou Dorival! Salve Rio das Ostras, minha cidade amada!!!!

Parabéns a teu povo guerreiro por esses 21 anos de muita luta!!! Há muito ainda para ser feito! E eu não fujo à luta!

…E as eleições pra deputado estadual vem aí, meu povo hehehehe… dorme não, menina!

Comentários desativados em Parabéns Rio das Ostras!

Cadernos de Comunicação: Uma iniciativa original sobre a história e a memória da imprensa

capa_livro_cc03_para_word

LB

Nestes três primeiros meses de 2013, o projeto dos Cadernos andou muito. Esteve nas mãos de pessoas das letras, de escritores e editores, de professores, estudantes, de grandes jornalistas… de amigos e simpatizantes, que querem ver os livros nas melhores livrarias do país, e porque não do mundo? Todos colaboraram com sugestões, dicas, com contrapontos e críticas… e isso só enriqueceu ainda mais o projeto.

Ainda estamos em busca de patrocínio e investidores que se interessem pelo escopo editorial dos Cadernos de Comunicação. Se você quer ajudar a publicar os Cadernos de Comunicação e seus volumes sobre a imprensa brasileira e a memória da imprensa no Norte fluminense (inicialmente, pois o projeto contempla outros estados e regiões do Brasil, que não apenas o Sudeste e o Rio de Janeiro), envie um e-mail para cadernosdecomunicacao@gmail.com para saber como pode colaborar, e CURTA a página dos Cadernos de Comunicação no Facebook.

Comentários desativados em Cadernos de Comunicação: Uma iniciativa original sobre a história e a memória da imprensa

Escolas estaduais de Rio das Ostras iniciam greve, aderindo ao movimento deliberado ontem após assembleia no Rio

Posted in Cidadania, Coluna do Servidor, Educação, Estado, Notas, Região, Rio das Ostras by ImprensaBR on 22/03/2013

LB

O Sepe Núcleo Rio das Ostras e Casimiro de Abreu decidiu aderir ao movimento de greve em consonância com o Sepe (Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação) Rio de Janeiro, depois da assembleia de ontem. Toda a rede estadual de ensino do estado está em greve a partir de hoje, 22 de março.

Outra deliberação feita pela categoria foi a escolha das datas de 16, 17 e 18 de abril para uma ‘greve de advertência’.

No dia 18 de abril, a partir das 10h00, haverá uma assembleia geral no Clube Municipal (Rua Haddock Lobo 243, Tijuca, Rio de Janeiro) para serem definidos os rumos do movimento.

Comentários desativados em Escolas estaduais de Rio das Ostras iniciam greve, aderindo ao movimento deliberado ontem após assembleia no Rio

Agentes culturais de Macaé elegem diretoria para o Conselho Municipal de Cultura

Posted in Brasil, Cidadania, Cultura, Estado, Macaé, Notas, Região by ImprensaBR on 14/03/2013

Dilma Negreiros (conselheira representante do Centro Integrado de Estudos do Movimento Hip Hop (CIEMH2)), Marcos Kuika (representante da Usina de Fomento Cultural) – 2° Secretário, Jones Rodrigues (representando a Associação de Músicos, Bandas e Entretenimentos de Macaé (AMUBAE)), Paulo de Tarso Peixoto (Vice-Presidente da Fundação Macaé de Cultura) – Presidente, Gilberto Alves – Vice-Presidente, Rúben Pereira (represente da vice-presidência de Acervo e Patrimônio Histórico da Fundação Macaé de Cultura) – 1◦ Secretário, e Raul Lavour (conselheiro representante da Missão Kerigma).

Por ErrePê*

Construído com a colaboração dos agentes culturais de Macaé (RJ), o Conselho Municipal de Cultura (gestão 2013 – 2014) foi eleito, ontem, numa Assembleia Ordinária, da qual saiu a seguinte chapa única, aclamada pelos presentes:

Paulo de Tarso Peixoto – Presidente

Gilberto Alves – Vice-Presidente

Rúben Pereira – 1◦ Secretário

Marcos Kuika – 2° Secretário

O Conselho Municipal de Cultura de Macaé foi criado em 2012 e sua primeira diretoria fez um “mandato tampão”, que terminaria em 31 de dezembro de 2012, mas foi mantido até ontem, quando a nova diretoria foi eleita para o biênio 2013 – 2014.

O Conselho Municipal de Cultura de Macaé surgiu de uma luta de muitos anos dos agentes culturais da cidade e tem como finalidade colaborar com a construção das políticas públicas municipais do setor.

Um ganho para toda a cidade que poderá ter em curto prazo um Plano Municipal de Cultura realmente discutido com os representantes das diversas vertentes culturais, integrantes da paisagem cultural local.

*Editor do Caderno de Cultura de O Polifônico 

Comentários desativados em Agentes culturais de Macaé elegem diretoria para o Conselho Municipal de Cultura

Museu Casa de Casimiro de Abreu recebe exposição ‘Revolução’ de Tiago Abs Gonçalves

Posted in Cultura, Região, Turismo by ImprensaBR on 03/01/2013

Programa cultural para quem está de férias ou não

A partir desta sexta-feira, 4 de janeiro, quem estiver visitando a bulcólica Barra de São João poderá aproveitar para fazer um programa cultural. O Museu Casa de Casimiro de Abreu receberá a exposição Revolução, do artista plástico Tiago Abs Gonçalves.

Segundo Tiago (20), morador de Barra de São João e estudante de Produção Cultural do PURO, o principal objetivo da exposição é apresentar a arte como algo possível e viável a qualquer pessoa.

expo_revolucao_tiago_abs– A intenção do Apresentar, através das obras, com diferentes suportes e técnicas, a arte como uma maneira de expressão, de conexão e de auto-conhecimento. Mostrar que podemos nos expressar de maneira artística a partir de pequenas experiências e da simplicidade.

As obras de arte expostas exploram várias técnicas como xerox, jato de tinta, desenho e colagem.

O artista já apresentou trabalhos em Macaé, Rio das Ostras, Rio de Janeiro e no distrito de Casimiro de Abreu, Barra de São João.

A exposição Revolução ficará no Museu Casa de Casimiro até o dia 20 de fevereiro.

Ficha Técnica:
Curadoria e Produção:
Tiago Abs
Produção Executiva:
Carol Magalhães
Assessoria de Imprensa:
Michelle Reis

Realização:
Fundação Cultural de Casimiro de Abreu
Museu Casa de Casimiro de Abreu

Patrocínio:
Macasara
HD Lan House

O Museu Casa de Casimiro fica na Pça. As Primaveras – Barra de São João – RJ – Brasil

Comentários desativados em Museu Casa de Casimiro de Abreu recebe exposição ‘Revolução’ de Tiago Abs Gonçalves

Casa Cultural Mata Atlântica, em São Pedro da Serra, faz Roda de Choro com grandes instrumentistas, neste sábado

Num ambiente natural, bem no seio da Mata Atlântica, encontro reúne Chorões para celebrar os ‘novos tempos vindourouros’ e o lançamento das exposições Memória Macaense, e Hemeroteca Digital de Rio das Ostras

Para celebrar o fim de um ciclo e o recomeço de outro com o ‘renascimento do mundo’, a Casa Cultural Mata Atlântica promoverá uma Roda de Choro, neste sábado, 22/12/2012. A iniciativa é do violonista e um dos coordenadores da Casa Cultural Mata Atlântica, Rúben Pereira. Rubinho como é conhecido e integra o grupo de choro Coletivo Só Pra Moer, entre tantas outras ações envolvendo o gênero musical brasileiro.

A roda reunirá instrumentistas de Nova Friburgo, Lumiar, Macaé e de diversas cidades da região. Entre eles, Maurício Barreto, arranjador, professor de música e diretor do Estúdio de Música Livre, em Lumiar.

roda-de-choro-do-renascimento-do-mundo_original

Exposições Memória Macaense, e Hemeroteca Digital de Rio das Ostras começam neste final de semana e seguem até fevereiro

Além da roda de choro, quem for à Casa Cultural Mata Atlântica neste dia poderá ver a abertura das exposições ‘Memória Macaense’, feita também pesquisador de história regional, Rúben Pereira, criador do Observatório da Memória Macaense, e ‘Hemeroteca Digital de Rio das Ostras’, organizada pela jornalista e diretora d’O Polifônico (www.opolifonico.wordpress.com), Leonor Bianchi.

annaes_rio_de_janeiro_balthasar_lisboa_1834_brasil

Citação mais antiga feita a Rio das Ostras num livro impresso no Brasil. Foi em 1834. O Volume: Annaes do Rio de Janeiro, escrito por Balthazar da Silva Barbosa.

Ambas as exposições ficarão expostas na galeria de artes da Casa até o início de fevereiro, mas fora dos finais de semana e feriados é preciso agendar a visitar.

A Casa conta ainda com o Empório Mata Atlântica, que serve pratos típicos da serra friburguense, comidas naturais, cachaças especiais e cervejas artesanais. Na lojinha do Empório é possível encontrar produtos artesanais, vinhos, cachaças, cafés especiais, pimentas, chocolates, compotas, geleias, orgânicos, e uma livraria especializada em obras sobre meio ambiente e história fluminense.

Para saber mais sobre a Hemeroteca Digital de Rio das Ostras acesse:

http://www.facebook.com/HemerotecaDigitaldeRiodasOstras

Para conhecer o Observatório da Memória Macaense, acesse:

http://www.facebook.com/memoriamacaense

Para mais informações, acesse a Fan Page da Casa Cultural Mata Atlântica:

http://www.facebook.com/pages/Casa-Cultural-Mata-Atl%C3%A2ntica/458669617502689

ou mande um e-mail para casaculturalmataatlantica@gmail.com

 

Comentários desativados em Casa Cultural Mata Atlântica, em São Pedro da Serra, faz Roda de Choro com grandes instrumentistas, neste sábado

9ª Mostra Cinema Popular Brasileiro começa nesta quinta-feira, dia 1°

Posted in Brasil, Cineclube Cinemofônico, Cultura, Região, Turismo, Videofonia by ImprensaBR on 30/10/2012

Sessão de abertura será durante a pré-inauguração da Casa Cultural Mata Atlântica, em São Pedro da Serra 

A 9ª Mostra Cinema Popular Brasileiro começa nesta quinta-feira dia 1°, véspera de feriado nacional de finados, e segue até 12 de novembro. Este ano, pela primeira vez a mostra acontece também pela Internet. Na programação presencial duas cidades participam damostra: Nova Friburgo, onde a mostra começou, em 2004, e Barra de São João, distrito de Casimiro de Abreu, inseridaeste ano no circuito de exibição da mostra.

Exibições pela Internet possibilitarão ampliação do público

No dia 1°, a mostra abre o calendário 2012 pela Internet,pelo site www.mostracinemapopularbrasileiro.wordpress.comonde todos que assistirem aos filmes poderão votar através do botão Curtir e ajudar a eleger os três melhores filmes da 9ª Mostra Cinema Popular Brasileiro.

E embora a Internet tenha mudado um pouco o perfil da mostra, sua idealizadora e coordenadora geral, Leonor Bianchi, acredita que o ponto positivo dessa mudança seja a ampliação do acesso do público aos filmes da mostra, possibilitado pela exibição online dos mesmos. Ela afirma, que esta é uma nova maneira de assistir cinema, que se impõe cada vez mais, e a mostra quer conhecer quem são os realizadores que trabalham também para o ambiente virtual,e quem é o público do cinema exibido na rede.

Segundo a produção da 9ª Mostra Cinema Popular Brasileiro, este ano a mostra recebeu filmes de todas as regiões do Brasil, mas pelo fato de ter aberto sua programação também de forma online, houve uma redução significativa do número de filmes inscritos. “Sempre fizemos a mostra de maneira não competitiva e sempre recebemos filmes de excelente nível de todo o Brasil. De dois anos para cá escolhemostentar desenvolver um perfil competitivo além dos Panoramas Informativo, e Regional e isso atraiu mais inscrições, o que é um dado; as pessoas procuram inscrever seus filmes em mostras e festivais que tenham premiações. Este ano, pelo fato de termos levado a plataforma de exibição da mostra para o ambiente virtual, extrapolando as janelas das salas de cinema convencionais, comerciais ou em salas de cinema digital de centros culturais e educativos recebemos menos filmes que nos anos anteriores, cerca de 30% a menos”, comenta a idealizadora da Mostra Cinema Popular Brasileiro, Leonor Bianchi, explicando que muitos realizadores não inscrevem seus filmes porque em nível nacional e internacional centenas de mostras e festivais de cinema exigem que a obra seja inéditainclusive e, sobretudo, na Internet.

Mostra volta para Friburgo, na serra, mas terá sessão em Barra de São João, no mar

Ela comenta ainda, que depois de um ano sem acontecer em Nova Friburgo a mostra volta para o município para ficar e consolidar seu espaço no cenário das atividades artísticas, culturais e turísticas de São Pedro da Serra. “Ano passado a mostra aconteceu em Macaé e Rio das Ostrasquebrando um ciclo de sete anos sem interrupção de sua realização em Friburgo,nos distritos de Lumiar e São Pedro da Serra. A mostra aconteceu em 2004 em Lumiar e já no ano seguinte foi para o Espaço Cultural São Pedro da Serra, onde ficou até 2010.

Este ano conquistamos uma nova parceria em São Pedro da Serra; a Casa dos Saberes. A Casa é coordenada pela advogada e educadora ambiental, Lia Caldas, e por Reinaldo Queiroz, morador antigo de São Pedro,pessoa envolvida desde sempre com as atividades culturais locais, e conta ainda com a colaboração de um extenso coletivo de militantes e ativistas ambientais e culturais de são Pedro da Serra e região. Seu público frequentador é eclético e vai desde o morador local, o agricultor, os educadores, os estudantes, as crianças… chegando aos turistas, atraindoos curiosos. Só por essa variedade de possibilidades de público que encontramos na Casa dos Saberes para dialogar com a mostra já estou empolgada com a parceria e com as exibições que acontecerão lá. Tenho certeza que serão dois dias intensos de exibição, além de estarmos dentro de um feriado nacional quando a mostra passar por lá”, destaca Leonor.

Ao todo serão exibidos 48 filmes durante a mostra. Escolha a sua sessão presencial ou virtual… e curta!

Os três filmes mais curtidos pelo público ganharão a tradução de seu roteiro para o inglês. Os prêmios são oferecidos pela empresa Bvaz Idiomas, parceira da 9ª Mostra Cinema Popular Brasileiro.

A 9ª Mostra Cinema Popular Brasileiro é realizada pelo jornal O Polifônico – Jornalismo de Intervenção (www.opolifonico.wordpress.com), Escola Livre de Comunicação e Artes (ELCA) (www.escolalivredecomunicacaoeartes.wordpress.com), com apoio da Associação Cultural Rio das Artes (ACRA,) (www.associacaoculturalriodasartes.wordpress.com), Bvaz idiomas (www.bvazidiomas.com.br) e Videolog.

Casa Cultural Mata Atlântica faz sua pré-inauguração com exibição do documentário ‘O povo do cinema de Lumiar’ gravado há nove anos e nunca mais exibido em público

Ainda na abertura da mostra haverá uma sessão especial durante a pré-inauguração da Casa Cultural Mata Atlântica, em São Pedro da Serra. Na sessão será exibido o curta-metragem documentário da jornalista e idealizadora da Mostra Cinema Popular Brasileiro ‘O povo do cinema de Lumiar’,realizado em 2004 e exibido apenas na primeira edição da mostra e nunca mais assistido novamente pelos moradores locais,que participaram do filme e pelas novas gerações. Na sequencia serão exibidos outros curtas. A sessão está marcada para às 18h00, e o endereço é Estrada Manoel Kinupp S/N°, Bocaina, São Pedro da Serra, Nova Friburgo (RJ).

No final de semana seguido do feriado de finados, nos dias 3 e 4 a mostra acontecerá na Casa dos Saberes, em São Pedro da Serra, às 19h, mantendo sua programação na Serra do Alto Macaé.

Mostra também terá sessão especial no Monster sarau, em Barra de São João

No dia 11, durante o Sarau promovido pelo Coletivo Monsterem Barra de São,mais curtas serão exibidos dentro da programação da 9ª Mostra Cinema Popular Brasileiro, que termina no dia 12 de novembro.Neste dia, a mostra acontecerá na Av. Oceânica N°, 249, Pousada da Barra, N◦ 249. A sessão vai acontecer dentro da programação do Sarau, marcado para começar a partir das 16h.

O coletivo Monster é formado por alunos do curso de produção Cultural da UFF PURO de Rio das Ostras e por moradores e agentes culturais de Rio das Ostras, Barra de São João e outras cidades da região. Leia mais sobre (link sobre o coletivo publicada em O Polifônico em meados de setembro).

Todas as sessões da 9ª Mostra Cinema popular Brasileiro têm entrada franca. A Classificação Indicativa dos filmes deve ser verificada na Programação.

Veja a Programação:

http://mostracinemapopularbrasileiro.wordpress.com/programacao-9a-mostra-cinema-popular-brasileiro/

Contato para mais informações: cinemapopularbrasileiro@gmail.com

Comentários desativados em 9ª Mostra Cinema Popular Brasileiro começa nesta quinta-feira, dia 1°

Búzios elege Dr. André com 48,55% dos votos válidos

Posted in Eleições 2012, Região by ImprensaBR on 07/10/2012

Com 21.953 eleitores, 9.011 votaram em Dr. André, que é o novo prefeito da cidade.

Comentários desativados em Búzios elege Dr. André com 48,55% dos votos válidos

Otávio Carneiro é o novo prefeito de Quissamã

Posted in Eleições 2012, Região by ImprensaBR on 07/10/2012

Otávio Carneiro (PP), coligação PR PRB PPL PPS PRTB PSB PV PRP PTdo B e PTC –  teve 60% dos votos válidos apurados em Quissamã, conquistaanto 8801 votos (60,48%) e é o novo prefeito de Quissamã.

Fátima (PT) teve 39% dos votos.

Quissamã tem 16.546 eleitores. Houve 1.401 abstenções, 91 % de comparecimento ás urnas, 142 votos em branco, 750 nulos, gerando 96,9% de votos válidos, u seja, 14.553 de votos válidos.

Comentários desativados em Otávio Carneiro é o novo prefeito de Quissamã

Festa Monster: Mais que uma festinha, um movimento cultural inteligente, feito por quem de fato está trabalhando para o engrandecimento da cultura local

Posted in Cultura, Editorial, Região by ImprensaBR on 24/09/2012

Por LB

Parece que a festa Monster veio pra ficar! E que bom! Necessária, é muito mais que uma festinha com um bando de jovens enchendo a cara; é um espaço para artistas mostrarem seus trabalhos e para o público trocar cara a cara com o artista.

A proposta de compartilhar o momento da exposição de artes com a apresentação de bandas e colocar o artista de frente para o seu público possibilita o encontro de personagens que se complementam; a obra de arte, o expectador e o criador. Uma proposta nova dentro de tudo o que já vi nesses oito anos de jornalismo em Rio das Ostras e região. Geralmente vemos propostas de projetos que voltam-se para uma linguagem artística específica. A festa Monster faz diferente; coloca várias linguagens em diálogo no mesmo espaço, ao mesmo tempo e, de bossa, leva (convida) o artista a apresentar sua obra diretamente para o público. Sabe-se lá o que seria acompanhar a galeria mais famosa do Museu de Arte Moderna (escolha o seu, fico com o do Rio mesmo) com o curador da exposição ao seu lado? Imagine ter o pintor, o escultor, o fotógrafo, o compositor ali conversando com você sobre o processo de criação de seu trabalho artístico! Esta é uma das ideias da Monster que gostaria de destacar, pois ela coloca a Monster numa direção mais conceitual, mais autoral e menos ‘indústria cultural’, marca dos projetos que vemos hoje na Cultura regional.

Projeto é organizado por gente da terra! Dá-lhe identidade cultural local e sua capacidade de dialogar com as múltiplas culturas que vem de todos as regiões do Brasil para a nossa região em função do arranjo produtivo do petróleo e gás da Bacia de Campos!  

Vamos dialogar com as múltiplas identidades? Vamos, sempre, mas sem deixar que nossa identidade local, nossas tradições culturais sejam suplantadas. O territorialismo veio à tona na segunda festa Monster e no meu entender é uma das marcas mais significativas e que deve ser exaltada deste projeto. A marca dessa produção é sua capacidade dialógica com a tradição local e a absorção das novas expressões culturais brasileiras.

Por isso, seria bacana ainda identificar as personagens envolvidas na produção desta segunda festa Monster. Parte dos jovens mobilizadores culturais, pois é isso que eles são para além de produtores culturais – estuda Produção Cultural no Polo Universitário de Rio das Ostras (PURO – UFF) e tem  entre 20 e 24 anos. Outra parte, que aliás, criou e também trabalha muito no projeto, é gente da terra, garotada local, ‘tudo sangue novo e cheio de gás’ para trabalhar e mostrar a cultura e a arte desta região.

Isto é muito importante ser dito, uma vez que vemos nossa cena cultural ser invadida por gangues que não tem nenhuma relação com a cidade, por pessoas que estão aqui apenas para explorar os recursos materiais da região, fartos orçamentos e possibilidades de patrocínios viabilizados mediante compra de votos…

Importantíssimo identificar os atores que estão à frente deste movimento cultural – é assim que vejo hoje a festa Monster (ela é muito mais que uma festa, já está se transformando num movimento!, atente para isto, Produção!!!), pois são com eles que precisamos dialogar. São eles os responsáveis por colocar cerca de 200 jovens numa casa na tarde de um sábado nublado, em Barra de São João, para ‘consumir’ cultura e arte sem grana de partido, sem abordagem de candidatos por trás, sem interesses em transformar a proposta numa mercadoria à venda para a próxima gestão municipal. Esses para mim são os verdadeiros promotores da cultura local!

Fico orgulhosa de ser amiga de vocês, Darlan e Genaro, e de ter participado do pontapé que ajudou a criar o primeiro esboço do que hoje é a festa Monster.

Tiago Gonçalves, aluno da UFF, morador raiz de Barra de São João e organizador da Monster, além de profissional é um anfitrião que deixa a todos super em casa…

Parabéns a Dayane Lima, Fran (novas alternativas para a luz da festa!!), Moema, a galera toda que acreditou e levou seus trabalhos para serem expostos: o Fotógrafo Maurício Porão (trabalho pra ganhar o mundo!!! sendo exposto aqui do lado, galera!!! Atenção!), os demais fotógrafos, o professor de história de Conceição de Macabu, Ramon Mulin e aos seus alunos um parabéns especial pelo filme Brasil, ame-o ou deixe-o, de fotografia impecável (parece que foi feito por gente que estuda cinema!!! também e não apenas história…muito bom saber que cinema já adentrou os espaços escolares!!!), ao Vitor, que palestrou sobre software livre e levou sua instalação Metareciclagem para expor, às alunas do Polo, Tati Nogueira e Antonella Abreu, que se apresentaram na festa, a todos os músicos e demais organizadores, colaboradores.

Vida longa à festa Monster!

Conselho Popular de Cultura de Rio das Ostras

Quero aproveitar para deixar um convite aos ativistas do setor cultural de Rio das Ostras e região. Façam parte do Conselho Popular de Cultura de Rio das Ostras. O conselho é de Rio das Ostras, mas entendemos que as ações no setor precisam ser integradas (como a Monster…) e interregionais, portanto incentivamos que em Barra de São João seja criado também um Conselho Popular de Cultura. É preciso fazer arte, mas é arte também se faz com base política. Amadureçam também neste sentido para ganhar espaço e voz em um assunto que lhes diz (e muito) respeito. Mãos à obra!

Abaixo uma galeria de fotos da 2a Festa Monster Artes Integradas, que rolou no último sábado, em Barra de São João (Casimiro de Abreu), RJ.

Créditos das Fotos: Rúben Pereira

Este slideshow necessita de JavaScript.

ALERJ autoriza giverno a investir em saneamento na Região dos Lagos

Posted in Estado, Infraesturutura, Meio Ambiente, Região by ImprensaBR on 19/09/2012

A Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) aprovou nesta quarta-feira (19/09), em discussão única, o projeto de lei 1.727/12, que prevê a cessão de R$ 9 milhões pelo Governo do estado, autor do projeto, para ampliação do Sistema de Esgotamento Sanitário do Distrito de Praia Seca. O recurso será repassado em sete parcelas anuais, após a conclusão das obras, à concessionária Águas de Juturnaíba, que presta o serviço nos municípios de Araruama, Saquarema e Silva Jardim, na Região dos Lagos. O texto recebeu a adição de uma emenda determinando que a concessionária apresente relatório de todos os investimentos realizados.

Na mensagem que acompanha o texto, o governador Sérgio Cabral explica que a obra necessita de investimentos maiores do que os previstos inicialmente no contrato de concessão. “E de forma a garantir tanto o equilíbrio do contrato de concessão, quanto a modicidade tarifária dos serviços torna-se indispensável que as obras sejam subsidiadas pelo poder público”, argumenta. O projeto será enviado ao governador, que terá 15 dias para sancionar ou vetar o texto.

Fonte: ALERJ

Comentários desativados em ALERJ autoriza giverno a investir em saneamento na Região dos Lagos

9a Mostra Cinema Popular Brasileiro, em Rio das Ostras, recebe inscrições de filmes até 22 de setembro

Posted in Cidade, Cultura, Educação, Região, Videofonia by ImprensaBR on 04/09/2012

Projeto provilegia o cinema nacional independente e este ano acontecerá também pela Internet

A 9a edição da Mostra Cinema Popular Brasileiro está com isncrições abertas para recebimento de filmes até 22 de setembro. A mostra terá sessões competitivas e não competitivas, online e presenciais, na cidade de Rio das Ostras (RJ). Podem ser inscritos filmes de curta, média e longa-metragem.

Mostra dá destaque a produções regionais

A mostra permanece incentivando a exibição das produções locais e regionais através do Panorama Produções Regionais, que existe desde sua primeira edição. “Temos muita gente fazendo cinema aqui na região da Baixada Litorânea. Há cineclubes consolidados em Cabo Frio, Búzios, Araruama e Iguaba, por exemplo, que saíram da dinâmica das exibições seguidas de debates (apenas) e estão fazendo filmes também. Em Casimiro de Abreu há um grupo de jovens que já vive de cinema e até saiu do Brasil com um de seus filmes. Mas há uma vasta produção também em outras cidades vizinhas como Macaé, Conceição de Macabu, Trajano de Moraes, Cordeiro, Campos dos Goytacazes, entre outras. A Mostra Cinema Popular Brasileiro atua como uma janela para essas produções, como um momento inicial de apresentação dessas obras audiovisuais, como um momento de o realizador se encontrar com o público que está assistindo pela primeira vez seu filme. Além disso, queremos incentivar essas produções audiovisuais, o estudo e a especialização dos jovens realizadores da região”, destacada a jornalista Leonor Bianchi, idealizadora e curadora da mostra.

Panorama Cinema na Escola integra programa da mostra com estudantes e professores da rede pública
Além das produções regionais, outro destaque da mostra são as produções feitas em ambientes educativos formais, ou não, privilegiadas no Panorama Cinema na Escola. Nele são exibidos, em escolas públicas de Rio das Ostras, filmes produzidos por estudantes através de atividades escolares. O panorama prioriza produções de projetos sociais e/ou de alunos das redes públicas de ensino de todo o Brasil.

O Panorama Cinema na Escola é um espaço especial dentro da mostra, considera a curadora, uma vez que é o momento de o projeto dialogar com um público bastante específico, um novo púbico e um público novo, mas, sobretudo, um momento que revela muitas surpresas quando se trata de mostrar o aluno como protagonista do fazer fílmico, o envolver-se com a realização da obra audiovisual”, considera Bianchi.

Panorama Cinema Socioambiental
Desde que 2007 a Mostra Cinema Popular Brasileiro exibe obras que apontam os debates sobre o homem e o meio, sua cultura e suas tradições, no Panorama Cinema Socioambiental. Este panorama foi tão bem recebido, que em 2007 acabou ganhando uma mostra específica; a Mostra do Filme Ambiental e Etnográfico, que hoje não existe mais, sendo o Panorama Cinema Socioambiental sua representação dentro da programação da Mostra Cinema Popular Brasileiro.

Por ser a região onde acontece a mostra, uma área de fortes impactos ambientais pela extração de petróleo na Bacia de Campos, de onde são extraídos cerca de 85% do petróleo brasileiro, muitas iniciativas têm trazido à luz novas produções de filmes que pautam o meio ambiente como tema central. Não só o meio ambiente acaba sendo o tema do panorama, mas em sua órbita, o crescimento das cidades emergentes em função do arranjo produtivo do petróleo e gás, o surgimento das cidades médias e as sequelas das cidades que sofrem com a falta de planejamento, ordenamento e infraestrutura. Nos últimos anos, documentários de cineastas brasileiros renomados ilustraram com peso crítico o Panorama Cinema Sociomambiental na Mostra Cinema Popular Brasileiro.

Da serra para o mar
Com o propósito de levar o cinema para a comunidade de Lumiar e São Pedro da Serra, distritos rurais de Nova Friburgo, a mostra consolidou-se no município como um projeto pioneiro de exibição de cinema, desde sua primeira edição, em novembro de 2004.

Em 2011, depois de sete anos acontecendo em Friburgo, a Mostra Cinema Popular Brasileiro desceu a serra e veio para a praia trazendo sua programação para Rio das Ostras, cidade onde ainda não há projetos desta natureza e onde há uma crescente demanda por cursos de cinema e vídeo, por cineclubes e por circuitos exibidores que estejam fora dos modelos comerciais vigentes.

Inscreva seu filme agora!
www.mostracinemapopularbrasileiro.wordpress.com

 

Comentários desativados em 9a Mostra Cinema Popular Brasileiro, em Rio das Ostras, recebe inscrições de filmes até 22 de setembro

Candidato à prefeitura de Rio das Ostras dá entrevista em rádio local

LB

Entrevista de Sabino concedida hoje cedo a uma jornalista da rádio Estação 104 FM já está circulando na Internet. Para quem não conhece, Sabino se apresenta como servidor público, lembra de sua trajetória na política, que teve início quando da emancipação de Rio das Ostras, há 20 anos. Fala da politicagem que envolve o problema do abastecimento de água do município e diz que tem que se preparar para o futuro. Mais de 25 minutos de entrevista… com menos de 10 perguntas feitas pela jornalista, mas dezenas de muitas perguntas feitas pelos ouvintes, que participaram através do Facebook (será mesmo?), outros por telefone, e-mail… enfim, vale a pena escutar independentemente do destino que dará ao seu voto para prefeito de Rio das Ostras.

http://www.goear.com/listen/a2fd638/entrevista-do-sabino-no-programa-estacao-noticias-na-radio-estacao-104-fm-sabino-20

 

Comentários desativados em Candidato à prefeitura de Rio das Ostras dá entrevista em rádio local

Mostra de Cinema em Rio das Ostras recebe inscrições até setembro

Posted in Brasil, Cidadania, Cidade, Cultura, Educação, Região, TV O Polifônico, Videofonia by ImprensaBR on 15/08/2012

Este ano o tema da Mostra Cinema Popular Brasileiro são as ‘Primaveras Audiovisuais’

[videolog 805671]

Para aonde e porquê marcha a humanidade?

LB

Quem já participou ou participa de algum movimento social ou partido político, provavelmente, já se perguntou sobre o que é capaz de mobilizar as pessoas. Ao mesmo tempo em que a resposta parece escorregadia se mostra bastante palpável em alguns eventos que têm sido amplamente noticiados. No Brasil e no mundo se fala de marcha da maconha, marcha contra as drogas, marcha de Jesus, enfim, eventos que têm mobilizado uma quantidade significativa de pessoas.

Entre março e abril de 1930, Mahatma Ghandi e vários de seus discípulos iniciam uma marcha de protesto contra o domínio britânico na Índia. Naquele contexto, a metrópole britânica havia obrigado a Índia, sua colônia, a comprar bens manufaturados apenas do Reino Unido, proibindo os indianos inclusive de extrair sal em seu país. A marcha durou 25 dias, tinha cerca de 400 quilômetros do interior em direção ao litoral e o grupo parava de cidade em cidade para descansar, de maneira que conquistavam cada vez mais adeptos. Em 6 de abril, junto com cerca de 50 mil indianos, Gandhi foi preso, o que não impediu que a marcha chegasse a seu destino nas salinas em direção a Bombaim.

Antes disso, no Brasil, a Coluna Miguel Costa Prestes, mais conhecida como Coluna Prestes, foi um movimento liderado por militares, que faziam oposição à Republica Velha e às classes dominantes da época. Teve início em abril de 1925, no governo de Artur Bernardes (1922-1926).

No início da década de 1920, o Brasil vivia sob o domínio das oligarquias rurais e setores médios urbanos, como os militares, por exemplo, que começaram a questionar este poder e a pressionar por mais investimentos nas forças armadas.

O primeiro levante militar ocorreu no Rio de Janeiro, em 1924. Liderado pelos tenentes do exército, ficou conhecido como Tenentismo. surgiu uma nova rebelião, desta vez em São Paulo. Depois de muitos combates contra as tropas fiéis ao governo, os revoltosos se refugiaram no interior do Estado.

Enquanto isso, Luis Carlos Prestes, também militar, organizava outro grupo no Rio Grande do Sul. Em abril de 1925; as duas frentes de oposição: a Paulista liderada por Miguel Costa, e a Gaúcha, por Prestes, uniram-se em Foz do Iguaçu e partiram para uma caminhada pelo Brasil.

Com aproximadamente mil e quinhentos homens, a Coluna Prestes percorreu 25.000 quilômetros. Durante dois anos e meio atravessou 11 estados. Do sul, o grupo rumou para centro-oeste do país, percorreu o nordeste, até o estado do Maranhão. Na volta, os combatentes refizeram o caminho, até chegar à fronteira com Bolívia.

Nas cidades por onde passava, a Coluna Prestes despertava apoio da população e a atenção dos coronéis, que também eram alvo das críticas do movimento. Sempre vigiados por soldados do governo, os revoltosos evitavam confrontos diretos com as tropas, por meio de táticas de guerrilha.

Por meio de comícios e manifestos, a Coluna denunciava à população a situação política e social do país num ato quixotesco de Prestes. Quixotesco, mas qual visionário não seria um Don Quixote? Com sua marcha, a Coluna ajudou a abrir os caminhos para a Revolução de 30, enfraquecendo ainda mais o já fragilizado  sistema oligárquico vigente.

Luís Carlos Prestes tornou-se o ícone desta Marcha e ficou conhecido como “O cavaleiro da esperança”. Ele não foi o principal líder da Coluna. Quem tomou a frente do percurso foi Miguel Costa. Mas Prestes era o idealizador, aquele que alimentava o sentimento de liberdade política, voto secreto e justiça social.

Ainda no Brasil, em 1964, o Presidente João Goulart anunciou suas reformas de base. Em resposta, um movimento denominado Marcha da Família com Deus pela Propriedade conseguiu mobilizar cerca de 300 mil pessoas em repúdio a Goulart e suas reformas. A mobilização surpreendeu e sinalizou aos militares brasileiros que uma fração significativa da população era avessa às políticas de Goulart. Cientes do apoio da classe média e pressionados pelo governo estadunidense, os militares promovem um golpe de estado que lhes dão o comando das rédeas da nação até 1985. O Brasil passa a ser governado através de Atos Institucionais. Nossos avós e pais viveram um período em que valores democráticos, como a liberdade de expressão e participação política foram absolutamente cerceados. Pessoas foram mortas e muitas famílias desconhecem até hoje o destino que tiveram seu parentes, filhos, irmãos senão silenciados nos porões da Ditadura Militar.

No final da década de 1970, tem inicio um lento processo de redemocratização. Nos dias 10 e 16 de abril de 1984 os opositores do regime mobilizam uma enorme massa populacional, integrada também pela mesma classe média que serviu de base para os militares em 1964. Primeiro na Praça da Candelária, no Rio, depois na Praça do Anhangabaú, em São Paulo, são mobilizadas cerca de um milhão de pessoas. É o movimento das “Diretas Já”. Em 1985 a eleição presidencial não foi direta. Foi eleito por voto indireto Tancredo Neves, assumindo a presidência José Sarney, já que Tancredo faleceu antes de tomar posse. Ambos políticos chancelados pelos militares.

No início de 2011, um protesto chamado “marcha das vadias” se espalhou de Toronto, no Canadá, para outras capitais mundiais como um viral. A causa inicial teria sido o fato de um policial ter dito que as mulheres, na Universidade de Toronto, não deviam se vestir como vadias para evitar os estupros no campus.

Em 1987 teve início em Londres a “Marcha de Jesus”, que chegou ao Brasil e hoje coloca em marcha mais de sete milhões de fiéis.

A Primavera Árabe e a Marcha dos Indignados

André Gregório

O ocidente criou para si uma imagem tão forte de ter alcançado democracia perfeita que perdeu por completo a capacidade da autocrítica. No momento que o mundo árabe se rebelou contra seus governantes autoritários e conservadores, através de protestos e até mesmo luta armada, todos os países ocidentais se manifestaram a favor da luta do povo árabe pela liberdade e pelos seus direitos. O ocidente deu até mesmo um nome à essa luta: a Primavera Árabe. No primeiro momento uma atitude nobre por parte do ocidente. Alguns países até se uniram para apoiar a luta do povo líbio contra seu líder.

Alguns meses depois, os representantes dos governos ocidentais vêem o mesmo acontecer em seu próprio quintal. Com protestos na Inglaterra, nos Estados Unidos (Washington, Boston, Chicago, Los Angeles, Miami), no Canadá, Espanha, França, Itália entre outros, a Marcha dos Indignados dá forma de protesto ao grito por liberdade e direitos do povo ocidental. E os mesmos representantes que deram armas à luta pela liberdade do povo árabe , viraram as mesmas armas contra a luta de “seu” próprio povo. Calaram o direito do seu próprio povo de contestar e transformar. Assim como fizeram e estão fazendo os tão criticados líderes árabes.

Sem entrar muito no mérito ideológico, cabe ao ocidente perceber que está longe do ideal. Cabe ao ocidente perceber que a evolução social de cada cultura se da a partir dela mesma, e não imposta por uma cultura que se considera superior sem sequer notar que está ruindo de dentro pra fora; apodrecendo.

Primaveras audiovisuais

LB

Temos acompanhado a crescente adesão da juventude nas redes sociais através da Internet e o crescimento, nos últimos anos, de uma série de atos e mobilizações sociais marcadas pela grande rede de comunicação. Ao sair do espaço das redes virtuais e chegar às ruas, os movimentos sociais ganharam força e popularidade, e com eles muitos registros dessas ações cívicas vêm sendo realizados Brasil à dentro.

Um dos temas abordados pelos novos cineastas, documentaristas, são as manifestações sociais, as populações insatisfeitas nas ruas exigindo mudanças de governo, de leis, de sistemas econômicos.

A 9ª Mostra Cinema Popular Brasileiro, querendo dar visibilidade a produções audiovisuais e cinematográficas que tiveram origem em algum manifesto popular.

Pretendemos lançar uma reflexão sobre a democratização das novas mídias digitais no Brasil, a maior capacidade de acesso da juventude aos novos suportes de captação de imagem, e a difusão audiovisual no cenário das mobilizações sociais.

O fato de termos estabelecido este tema não significa que apenas filmes relacionados a ele possam participar da Mostra. O tema é uma inspiração, não deve ser restritivo.

Comentários desativados em Mostra de Cinema em Rio das Ostras recebe inscrições até setembro

Rio das Ostras e região contam com proposta inovadora na Educação

Posted in Cinema, Educação, Macaé, Região, Videofonia by ImprensaBR on 22/05/2012

Projeto ‘O Cinema na Escola’ propõe um novo olhar sobre a educação formal levando as tecnologias audiovisuais para o ambiente escolar

O Cinema na Escola, projeto criado pela jornalista e produtora de mostras e oficinas de cinema e vídeo, Leonor Bianchi, lança esta semana seu portal na Internet. Criado em 2001, quando foi ministrada a primeira oficina de cinema na escola no Instituto de Educação Ismael Coutinho – primeira escola de formação de professores da América Latina -, O Cinema na Escola chega a Rio das Ostras e região.
Utilizando uma plataforma ágil, simples e gratuita, o site do projeto O Cinema na Escola contém sugestões de atividades e oficinas para educadores e alunos, propostas de sessões de cinema voltadas para os objetivos do Projeto Político Pedagógico da escola, dicas de leituras sobre o tema e sugestões de atividades essenciais para quem deseja conhecer mais sobre a utilização do cinema e dos recursos audiovisuais no processo de ensino-aprendizagem.
Os objetivos do Cinema na Escola são: ´
– Inserir a arte do cinema no processo de ensino-aprendizagem por meio de uma visão multidisciplinar como um meio de aproximar o público estudantil da narrativa audiovisual;
– Oportunizar aos educadores e educandos o acesso ao conhecimento da linguagem audiovisual;
– Apresentar o cinema aos estudantes como sendo uma fonte de cultura e agente transmissor de conhecimento;
– Desenvolver a partir do gosto pelo cinema, o senso crítico, estético e cultural sobre nossa localidade, nosso país e o mundo de modo geral;
– Possibilitar o debate inter e transdisciplinar em torno de temáticas atuais apresentadas através de filmes e documentários;
– Estimular que os alunos da rede pública municipal criem o hábito de freqüentar o Cinema, estimulando assim o aprendizado cultural e artístico;
– Promover a integração e o desenvolvimento social, além de oferecer momentos de lazer aos alunos das redes públicas e privadas de ensino
Exibição de cinema brasileiro pode ser obrigatória nas escolas de ensino fundamental, segundo nova lei
Segundo Leonor Bianchi, o aprendizado na escola não pode se restringir unicamente ao cumprimento de horários, tarefas e exercícios, devendo ir muito além do simples formalismo presente no repasse de conteúdos e trabalhos. O aprendizado para ser plenamente alcançado necessita, muitas vezes, sair da rotina do dia-a-dia escolar. Assim, cabe as equipes pedagógica e administrativa da escola buscar alternativas, o que pode ser feito através de uma proposta como esta, pois o cinema serve como um instrumento de debate e reflexão, importante na formação das crianças e adolescentes.Além disso, está em vias de seu sancionada pela presidenta Dilma a lei do senador Cristovan Buarque que torna obrigatória a exibição de filmes nacionais nas escolas de educação básica, ressalta a comunicóloga. “A Comissão de Educação e Cultura da Câmara dos Deputados aprovou, no último dia 14 de maio, por unanimidade o Projeto de Lei nº 7507, de 2010, do Senador Cristovam Buarque, que torna obrigatória a exibição de filmes brasileiros nas escolas de educação básica. Defendido por todas as entidades do setor audiovisual, o projeto altera a Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. O projeto já foi aprovado pelo Senado e agora vai para a Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania, em caráter conclusivo. Caso seja aprovado sem qualquer alteração será encaminhado para ser sancionado pela Presidenta Dilma Roussef”, destaca Bianchi.
O Cinema na Escola conta com acervo próprio
Além de usar o cinema nacional em todas as suas atividades (oficinas e sessões de cinema na escola), O Cinema na Escola conta com um acervo próprio; o da Videoteca Cinema Popular Brasileiro, que resguarda desde 2004 os filmes inscritos na Mostra Cinema Popular Brasileiro, Mostra do Filme Ambiental e Etnográfico de Rio das Ostras e obras audiovisuais inscritas espontaneamente por seus realizadores.São quase três mil títulos de curtas, médias e longas-metragens de diversos gêneros, que podem ser inseridos em sessões temáticas para estudantes e alunos.   
Para conhecer mais sobre O Cinema na Escola acesse:
Para conhecer a Videoteca Cinema Popular Brasileiro, acesse:
Para conhecer a Mostra Cinema Popular Brasileiro, acesse:
Para conhecer a Mostra do Filme Ambiental e Etnográfico de Rio das Ostras, acesse:

Comentários desativados em Rio das Ostras e região contam com proposta inovadora na Educação

Museu Casa de Casimiro de Abreu na X Semana Nacional de Museus

Posted in Cultura, Notas, Região by ImprensaBR on 16/05/2012

O Museu Casa de Casimiro de Abreu lança nesta sexta-feira, dia 18, às 20 horas uma exposição em comemoração à X Semana Nacional de Museus, que acontece em todo país de 14 a 20 de maio. Retratando o dia-a-dia, a artista Suzanne Reimann aceitou o convite de transformar o cotidiano trivial em poesia.

A artista de origem suíça fotografou cenas da população da cidade, em suas diversas atividades especialmente para esta data. Para a presidente da Fundação Cultural, Cláudia Rejane, estar incluído num programa nacional mostra a importância do Museu para a cidade e para o estado.A mostra fica no Museu Casa de Casimiro de Abreu até o dia 30 de junho. O Museu fica em frente à praça Primaveras, centro de Barra de São João.

Ascom Fundaçao Cultural Casimiro de Abreu

Comentários desativados em Museu Casa de Casimiro de Abreu na X Semana Nacional de Museus

Começa hoje, em Barra de São João, VI Festival Internacional de Poesia Palavra no Mundo

Posted in Cultura, Região by ImprensaBR on 10/05/2012

Barra de São João foi escolhida para ser uma das 40 cidades que recebem este ano o VI Festival Internacional de Poesia Palavra no Mundo. O festival é uma iniciativa de alguns poetas que formaram o comitê de apoio ao Festival Internacional de Poesia de Havana, em 2007.

O objetivo era conseguir uma proposta conjunta e paralela ao Festival que permitisse alcançar leituras simultâneas em vários pontos de todo o mundo.

Hoje, o Festival “Palavra no Mundo” é apresentado como uma proposta pelo Sul Cultural Projeto Internacional, Revista Isla Negra e pelo Festival Internacional de Poesia de Havana.

No início, foi uma resposta de sonhadores. Hoje é algo que vai além das palavras. É um gesto poético que supera as mais pesadas pedras e ainda é figura flexível e delicada, que constantemente deixa uma música na alma.

Que seja o festival de leituras de poesia espalhado em realidades diversas do Planeta Terra, podemos sonhar, mas não podemos prever.

O Festival Internacional de Poesia Palavra no Mundo surgiu em 2007 e é a primeira experiência inédita deste tipo realizada no planeta, mantendo sempre seu caráter plural, horizontal, autogerenciado, livre e gratuito.

Veja a programação das atividades do Festival, em Barra de São João
Dia 10/05: Abertura/ Entrevista com a Organizadora Local, Adriana Izidoro, Horário: entre 11h e 12h
Local: Rádio Globo Macaé 820/AM – Programa Manhã da Globo, com Bruno Azevedo – Diretor e apresentador da rádio.
Dia 10/05: Sarau “Natureza Mulher”, com o músico e poeta Jonas Abreu e a presença de vários poetas locais – Horário: 19h
Local: Restaurante Por do Sol – Direção: Walter de Almeida
Rua: Bernardo Gomes nº346- Centro – Barra de São João
Público: Aberto a todos amantes da poesia
Dia 11/05: Oficina “Palavra Mágica”, com a Profª. Cláudia Veras Neves Bastos, Especialista em Arteterapia; Licenciada em música, com alunos do 1º ano da professora Cíntia Gomes, da Escola Municipal Pastor Abel de Souza Lyrio. Diretora: Maria das Graças Pereira Francisco
Local:Casa de Leitura Casimiro de Abreu/Projeto Leitura Viva
Rua: Namorado (N) nº134, Peixe Dourado II, Barra de São João – Casimiro de Abreu – RJ – Horário: 14h
Dia 12/05: Passeio de Barco “Ecos do São João” ao som de música e poesia do poeta Walter de Almeida – Horário: 10h
Local: Rio São João. Saída em frente ao Restaurante Por do Sol
Dia 13/05: Sinal da Poesia (distribuição de poesias no sinal de trânsito), com a Equipe da Casa de Leitura Casimiro de Abreu/Projeto Leitura Viva
Local: Rodovia Amaral Peixoto em frente a Igreja Matriz – Horário: 9h
Dia: 14/05: Tributo ao poeta Casimiro de Abreu, com Izabelle Azevedo
Local: Rádio Globo Macaé 820/AM – Durante a programação da Rádio/inserções da Globo Cultura
Dia 15/05: Sarau com Exposição de Poesias de alunos do CIEP Brizolão 406 – Municipalizado Ludevis Teixeira Bastos. Diretor Rodrigo Silva de Araujo.
End.: Rua Cesário Alvim, s/nº – Vila Nova – Barra de São João – Casimiro de Abreu – RJ – Horário: 10h30min às 12h; 14h às 16h; 18h às 19h30min.
Dia 16/05: Palestra “ O Lugar da Poesia na Atualidade”, com Rôssi Alves Gonçalves, com Doutorado em Letras (Teoria Literária) e Mestrado em Poética, ambos pela UFRJ. Atualmente, Professora adjunta, da Universidade Federal Fluminense; para professores da Sala de Leitura de Casimiro de Abreu. Coordenadora da Sala: Sarah Marinho, dinamizadora de Bibliotecas Escolares, do Município.
Local: Casa de Leitura Casimiro de Abreu/Projeto Leitura Viva
Rua: Namorado (N) nº134, Peixe Dourado II, Barra de São João – Casimiro de Abreu – RJ – Horário: 14h
Dia 17/05: Encontro com o poeta Vittório Fulchignone e alunos do Colégio Municipal Casimiro de Abreu. Diretora: Adriana dos Santos Oliveira, com apresentação de trabalhos produzidos com base na obra do poeta Casimiro de Abreu. Horário: 14h
Dia 18/05: Oficina Literária “ Poesia Ilustrada”, com a Profª Adriana Izidoro,
Diretora da Casa de Leitura Casimiro de Abreu; idealizadora e Coordenadora do Projeto Leitura Viva; Graduanda do 8º Período do Curso de Produção Cultural na UFF. Horário: 1º e 2º turnos
Local: Escola Municipal Pastor Abel de Souza Lyrio. Diretora: Maria das Graças Pereira Francisco
Dia 18/05 : Criação Simbólica do Bosque da Poesia, na Área Verde, da Rua C do Bairro Peixe Dourado II – Barra de São João – Casimiro de Abreu – RJ
Dia 18/05: Plantio de árvores frutíferas com nome de poetas locais, com a Profª Rosilene Gomes, Pós Graduada em Educação Ambiental e alunos da Escola Municipal Pastor Abel de Souza Lyrio. Diretora: Maria das Graças Pereira Francisco – Horário: 1º e 2º turno
Dia 19/05: Oficina “Memória Poética”, com a poeta Ana Cristina da Mata, Graduada em Letras; coordenando o Projeto Memórias direcionado à Terceira Idade e desenvolvendo atividades de Leitura, na Casa de Leitura Casimiro de Abreu/Projeto Leitura Viva, juntamente com Adriana Izidoro.
Local: Casa de Leitura Casimiro de Abreu – Projeto Leitura Viva
Rua: Namorado (N) nº134, Peixe Dourado II, Barra de São João – RJ – Horário: 16h
Dia 20/05: Sarau com Sopa de Letrinhas, com a presença dos Amigos Escritores do Projeto Leitura Viva – Horário: 18h
Local:Casa de Leitura Casimiro de Abreu/Projeto Leitura Viva
Rua: Namorado (N) nº134, Peixe Dourado II, Barra de São João – Casimiro de Abreu – RJ
Dia 21/05: Tributo a Fausta Pires, com Adriana Izidoro.
Local: Rádio Globo Macaé 820/AM – Durante toda a programação da Rádio/inserções da Globo Cultura
Dia 22/05: Chá Poético Exposição de poesias, com a presença da poeta Ana Cristina da Mata – Horário: 9h
Local: Colégio Estadual Barra de São João. Diretor: Willian Garcia Vallela/Coordenadora Pedagógica Darlene Barbosa Correia
End.: Praça As Primaveras, nº 212 – Barra de São João – Casimiro de Abreu
Dia 22/05: Culminância do Festival. Homenagem ao Imortal Casimiro de Abreu, com abraço à Casa do Poeta, com o canto do poema musicado “Meus Oito Anos”, por alunos do Ensino Médio do Colégio Estadual Barra de São João.
Local: Casa de Cultura Casimiro de Abreu – Horário: 11h
End.: Praça As Primaveras – Barra de São João – Casimiro de Abreu – RJ
De 10/05 a 22/05: Inserções da Globo Cultura durante toda a programação da Rádio Globo Macaé 820/AM com declamação de poesias de poetas locais, com o cunho de “Palavra no Mundo”.

Comentários desativados em Começa hoje, em Barra de São João, VI Festival Internacional de Poesia Palavra no Mundo

Inventário Turístico online: aliado do gestor de turismo

Posted in Estado, Região, Turismo by ImprensaBR on 09/05/2012

Entre as diversas funcionalidades oferecidas pelo Inventário Turístico online, desenvolvido com metodologia aprovada pelo Ministério do Turismo (MTur), uma das mais importantes é, sem dúvida, a possibilidade de gestão da infraestrutura turística local utilizando-se um sistema de banco de dados, o INVENTUR.

Por meio do sistema faz-se a armazenagem dos dados pesquisados para o Inventário da Oferta Turística, já realizado ou ainda previsto pelo município, garantindo a organização, o tratamento, a atualização e a disseminação de informações, respeitando e integrando as características locais e regionais.

O INVENTUR foi desenvolvido com base em novos instrumentos de pesquisa e orientação para o Inventário da Oferta Turística, e se adequa perfeitamente às necessidades do gestor de turismo de pequenos, médios ou grandes municípios.

Sistema de Licenças

Para garantir o atendimento de uma demanda cada vez maior, com os municípios brasileiros mais conscientes da importância de ter o seu inventário de atrativos e da cadeia de fornecedores turísticos, o Instituto Ideias disponibiliza o modelo de licenças para o INVENTUR.

O município interessado adquire a licença, fica como responsável pela inserção dos dados obtidos na pesquisa de campo e passa a ter a consolidação e a possibilidade de atualização dessas informações, além de um portal municipal de turismo para divulgação na internet. Após a aquisição, o município ainda conta com o acompanhamento e orientações do Instituto Ideias, garantindo a total operacionalidade da ferramenta.

Os municípios ou regiões interessados em conhecer as propriedades, aplicações e vantagens do sistema poderão obter todos os detalhes acessando o endereço www.inventarioturistico.com.br. Informações complementares estão disponíveis pelo telefone (21)2522-2421 ou e-mail ideias@ideias.org.br.

Veja abaixo alguns municípios ou regiões que utilizam o INVENTUR em seus portais de turismo:

www.visiteduquedecaxias.com.br

www.destinobuzios.com.br

www.destinoparaty.com.br

www.destinopetropolis.com.br

www.cabofrioturismo.com.br

www.turisangra.com.br

www.visitecasimirodeabreu.com.br

www.visitesaopedrodaaldeia.com.br

Comentários desativados em Inventário Turístico online: aliado do gestor de turismo

Cabo Frio celebra 48 anos da Biblioteca Municipal Walter Nogueira

Posted in Cultura, Polifonia em Poesia, Região by ImprensaBR on 08/05/2012

No último sábado, dia 5 de maio, a Biblioteca Municipal Walter Nogueira comemorou seus 48 anos de existência. O evento contou com a participação da Aleart (Academia de Letras e Artesanato de Cabo Frio), que levou seus artistas para confeccionar artesanato ao ar livre, na praça Dom Pedro, em frente à Biblioteca, além da participação da artista plástica Eliane Guedes, do ator Yuri Vasconcellos, contação de histórias com Sonia Correcha e também apresentação musical com José Carlos de Morais, Tatá Costa, de Rio das Ostras, entre outros.

A comemoração contou ainda com a presença de dona Yone Nogueira, parente direta do fundador da Biblioteca, Walter Nogueira. Dona Yone celebrou os 48 anos do espaço cultural e ressaltou a importância histórica que a Biblioteca tem em Cabo Frio. A Cia de Teatro Curare também fez uma dramatização de poemas brasileiros, principalmente da poeta Adélia Prado, e funcionários da Secretaria de Cultura distribuíram o folder sobre Walter Nogueira, que faz parte do projeto “Nossos valores a gente nunca esquece”.  Também foram entregues certificados às personalidades que fizeram parte da história de vida da Biblioteca.

Ao final, todos os presentes encerraram a celebração com um bolo feito especialmente para a ocasião.

Sobre o fundador – Walter Nogueira nasceu em Cabo Frio no dia 25 de abril de 1915, completou os cursos primário e preparatório em Niterói e formou-se em Português e Literatura pela Faculdade de Filosofia do Rio de Janeiro. Ao longo da vida foi professor, escritor, conferencista, poeta, comentarista, crítico literário, redator, corretor e relações públicas. Foi um homem muito culto, com uma vida profissional intensa, mas sempre priorizou seus dons literários. Em 1942, aos 27 anos, foi eleito por unanimidade membro da Sociedade de Homens de Letras do Brasil.

Em 1º de abril 1964 ele inaugurou, com a ajuda de amigos, a primeira Biblioteca de Cabo Frio no prédio do atual Ismar Gomes, com a presença de escritores e poetas paulistas e fluminenses. Também inaugurou a pinacoteca e a galeria dos escritores de Cabo Frio, homenageando Teixeira e Sousa, Waldemir Terra Cardoso, Eduardo Pacheco, Vitorino Carriço e Pedro Guedes Alcoforado.

Walter Nogueira da Silva morreu aos 64 anos de idade no dia 14 de outubro de 1979, em São Paulo. Seu nome consta no Dicionário Literário Brasileiro, de Raimundo de Menezes, uma das fontes mais amplas de informação literária.

PMCF

Comentários desativados em Cabo Frio celebra 48 anos da Biblioteca Municipal Walter Nogueira

Uma década de Rio das Ostras Jazz & Blues Festival

Posted in Brasil, Cidade, Cultura, Estereofonia, Internacional, Região by ImprensaBR on 07/05/2012

Por Marina Soares*

mscultura@gmail.com

Completando sua 10ª edição, em 2012, O Rio das Ostras Jazz & Blues Festival, vem dar exemplo de como a Cultura, pode ser um negócio rentável e elemento dinamizador para economia, a partir do apoio dos órgãos públicos e da competência em gestão

O produtor do maior evento realizado em Rio das Ostras falou a evolução do projeto nesses 10 anos do Rio das Ostras Jazz & Blues Festival

Certamente, não é de imediato que se assimila a ideia de uma cidade como Rio das Ostras, que, a princípio, não possui uma organização pública para Cultura – com uma secretária do setor, Conselho, Plano ou mesmo perspectivas de planejamento sendo divulgadas – venha ser a cidade a sediar o maior Festival de Jazz e Blues da América Latina, segundo a revista “Downbeat”, especializada no gênero, que divulgou na sua edição do mês de maio o Festival de Jazz & Blues, que leva o nome da cidade de Rio das Ostras para o mundo.

Por outro lado, foi a partir da frágil vocação turística de Rio das Ostras (se comparada, por exemplo, a sua vizinha Búzios), que o produtor cultural Stenio Mattos, idealizador do projeto, a convite de um amigo, o secretário de turismo da época, deu início em 2002 ao seu ousado empreendimento de realizar um festival de jazz & blues em Rio das Ostras, sem prever exatamente quais seriam suas chances de continuidade, quando aconteceu pela primeira como um festival de música instrumental. Contudo, foi identificando essa fragilidade e o retorno do público, que Stenio, percebeu que o Festival poderia dar uma relevante colaboração para o desenvolvimento do turismo local.

Sem dúvida hoje, em sua décima edição, o Festival de Jazz & Blues de Rio das Ostras, tem atraindo o público de diversos lugares, que apaixonado pelos gêneros, vem disfrutar dos momentos de emoção, ao acompanhar ao vivo, o que seria a marca mais importante do jazz: a improvisação dos temas musicais realizada pelos músicos, que também anseiam por essa ocasião para apresentar todo seu apuro técnico e se desafiarem na busca de inovação em suas execuções.

Deste modo, o festival passou a chamar a atenção do público local, que mesmo não sendo amantes do jazz ou tendo o costume de apreciar os gêneros, se orgulham de ter um evento deste porte na cidade, percebendo o momento do festival como uma oportunidade de trabalho e de movimentar a economia do comércio de Rio das Ostras, que no decorrer dos anos se viu exigida a melhorar a qualidade dos seus serviços.

Quando saímos um pouco do óbvio e pensamos em toda representatividade do fenômeno do jazz para a sociedade, podemos entender por que essa manifestação da cultura popular moderna, permanece até hoje sendo absorvida pelos mais diversos estilos musicais, que  “bebem” na sua fonte e em seguida reproduzem as suas invenções na indústria de entretenimento de massa.

Rio das Ostras Capital do Jazz & Blues, segundo a Lei 6056/2011

Pensando também, o espaço real como produtor de subjetividade, não é menos relevante  considerar o fato de Rio das Ostras, uma cidade tradicionalmente turística e de veraneio,  “cortada” por uma rodovia –  que vem a sugerir trânsito, passagem, “fluxo da vida”, como diria Hobsbawm¹, ao descrever as características simbólicas do jazz – ser exatamente o lugar a acolher um festival do gênero, que carrega como um dos seus simbolismo, o desejo pela  liberdade pessoal (representado em algumas músicas pela metáfora da estrada como caminho para viagem ao paraíso) e mas do que isso, pensando a própria condição do Jazz como fenômeno musical que se encontra no espaço do “entre”, da passagem, ao  transgredir a música clássica oficial de uma minoria, mas sem ocupar o lugar da música da indústria de entretenimento de massa (quando não se propõe a padronizar as suas execuções musicais), pode-se, a grosso modo, começar a  compreender por que o sucesso do Festival de Jazz & Blues, se deu também pelas correspondência simbólica da cidade de  Rio das Ostras.

Na palestra realizada no último dia 04, no PURO/UFF, o proprietário da Azul produções, responsável pelo festival, Stenio Mattos citou a criação da lei 5.554/2009, que insere o evento no calendário oficial anual do estado do Rio de Janeiro, fazendo com que seja “obrigatória”, para não dizer necessária a sua realização. Demonstrando, ser a cultura o produto que movimenta e tende a desenvolver a economia de Rio das Ostras.

Tendo vista, que o Festival provou ser capaz de atender a demanda turística ao longo dos anos, o caminho agora para o seu pleno amadurecimento, poderia ser sua participação mais ampla no desenvolvimento do setor cultural local. Neste sentido, o diálogo que foi aberto com  Pólo/UFF para a realização de palestras e workshops durante o festival e da oportunidade de alguns postos de estágios para alunos do  curso de Produção Cultural desta universidade, já seria uma iniciativa positiva.

Contudo, mesmo diante dos resultados concretos do festival, que coloca a cidade Rio das Ostras no patamar de capital do jazz, segundo lei estadual 6.056/2011 e das discussões atuais sobre o planejamento do setor público para a cultura (desde a instauração da Lei Federal 2343/2010 do Plano Nacional de Cultura), não foi possível identificar em nenhum momento da palestra como o festival, pode ampliar sua atuação, estimulando o desenvolvimento de políticas públicas municipais, que contribuam, inclusive, para expansão do projeto, com a perspectiva de aumento do orçamento para o próprio festival e programas culturais que venham a abranger outras linguagens, possibilitando não somente a formação de plateia, mas também a formação e criação de mão-de-obra qualificada e remunerada de artistas, técnicos e produtores locais, a partir da abertura de novos postos de trabalho e desta forma, permitir a expansão do setor cultural de Rio das Ostras.

¹Hobsbawm, Eric. História Social do Jazz. Ed. Paz e Terra, Rio de Janeiro 2009.

* Marina Soares é Produtora Cultural e Editora do Caderno de Cultura do jornal O Polifônico.

Fotos: Leonor Bianchi

Comentários desativados em Uma década de Rio das Ostras Jazz & Blues Festival

Começa hoje inscrição para a Semana do Serviço Social do PURO

Posted in Cidadania, Cidade, Cultura, Educação, Região, Saúde by ImprensaBR on 07/05/2012

Inscrições são gratuitas e todos podem participar 

Interessados em participar da Semana do Serviço Social do PURO podem se inscrever gratuitamente entre hoje e sexta-feira, dia 11 de maio. Para realizar a inscrição é necessário solicitar a Ficha de Inscrição para o e-mail: semanaservicosocialuffpuro@gmail.com ou baixar pelo site www.puro.uff.br. Haverá certificado para os participantes.

A Semana do Serviço Social do PURO acontecerá entre os dias 21 e 25 de maio no Polo com o tema “Crise e os Impactos nas Políticas Sociais”, e está repleta de atividades para alunos, professores e comunidade.
Veja a Programação:
21 de maio – 17h – Credenciamento
21 de maio – 18h30 às 22h
Mesa de Abertura:
Tema: Crise e impactos nas políticas sociais
Palestrantes: Prof. Dr. Marildo Menegat (SS/UFRJ) e Prof. Dr. Mauro Iasi (SS/UFRJ)
Coordenador: Prof. Dr. Felipe Brito (SS/UFF/PURO)
22 e 23 de maio – 18h30 às 22h
Mini-cursos:
1  Investigando as Políticas de Assistência e Proteção à Infância:Psicologia e ações do Estado Palestrante: Profa. Dra. Irene Bulcão (PSICO/UFF/PURO)
2  A história da educação no Brasil  Palestrante: Prof. Dr. Ranieri Carli (SS/UFF/PURO)
3. “Questão Ambiental” e Serviço Social
Palestrantes: – Prof. Dr. Edson Teixeira (UFF/PURO) e A.S. Tatiana Tavares (Mestranda UFF)
4. “70 anos de Formação do Brasil contemporâneo”  A interpretação de Caio Prado Júnior:história e atualidade  Palestrante: Prof. Dr. Wanderson Fábio de Melo (SS/UFF/PURO)
5. Processos de democratização e controle social na América Latina e na particularidadebrasileira  Palestrante: Profa. Dra. Gláucia Alves Lelis (UFRJ)
6. Dependência Química: atualidade e perspectivas  Palestrante: Profa. Taís Veronica CardosoVernaglia (ENF/UFF/PURO)
7. Introdução à análise da Política Social por meio de filmes  Palestrantes: Profa. Ms. ClariceCosta Carvalho (UFF/PURO), Profa. Ms. Leile Silvia Candido Teixeira  (UFF/PURO) e Graduanda Raylane Walker ((UFF/PURO)
8. Mini-curso: Violência e Políticas Sociais no Espaço Urbano  Palestrantes: Prof. Dr. Felipe Brito(SS/UFF/PURO), Bruno Ferreira Teixeira (SS/UFF/PURO) e Wallace dos Santos Moraes(SS/UFF/PURO)
9. Processos de Trabalho e Resistência: O caso da Fábrica Flaskô – Palestrante: Paulo RobertoAndrade Castro (Cientista Social, Doutorando IFCS/UFRJ)
10. Educação em Direitos Humanos – Palestrante: Prof. Ms. José Rodrigo Barth Adams(SS/UFF/PURO)
24 de maio – 18h30 às 22h
Mesa: Crise e impactos nas políticas sociais: desafios, perspectivas e alternativas
Palestrante: Profa. Dra. Sara Granemann (UFRJ)
Coordenador: Prof. Ms. Bruno Ferreira Teixeira (SS/UFF/PURO)
25 de maio – 18h30 às 22h
Lançamento de livro
Título da obra: A estética de György Lukács e o triunfo do realismo na literatura
Autor: Ranieri Carli
Mediador: Sálvio Fernandes de Melo
Atividade Cultural:
Grupo de Choro Coletivo Só Pra Moer
Local:

Polo Universitário de Rio das Ostras – PURO
Universidade Federal Fluminense – UFF
Rua Recife, S/N, Jardim Bela Vista
Rio das Ostras, RJ.
 

Comentários desativados em Começa hoje inscrição para a Semana do Serviço Social do PURO

Aula Inaugural

Posted in Cidade, Educação, Notas, Região by ImprensaBR on 03/05/2012

A Universidade Federal Fluminense (PURO), Polo Universitário de Rio das Ostras, vive hoje um dia histórico. Será realizada a aula inaugural do primeiro curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Gestão de Cuidado em Saúde, do Instituto de Humanidades e Saúde/IHS, Departamento Interdisciplibar de Rio das Ostras/ RIR.

Sua primeira turma está voltada para profissionais de saúde que trabalhem nas prefeituras de Rio das Ostras e região.

A Aula Inaugural terá o tema Políticas Sociais e Modelos de Privatização, e será ministrada pela Profa. Dra. Sara Granemann, hoje, às 18h, no PURO. 

Rua Recife, S/N – Jardim Bela Vista – Rio das Ostras (RJ).

Comentários desativados em Aula Inaugural

As eleições vem chegando

Posted in Articulistas, Denúncia, Eleições 2012, Estado, Macaé, Matheus Thomaz, Política, Região by ImprensaBR on 02/05/2012

Matheus Thomaz*

Estamos em período pré-eleitoral, com os pleitos municipais se aproximando vou aproveitar o espaço para apresentar leituras sobre o cenário local. Irei começar pela analise da prestação de contas de contas do deputado federal local do PMDB e irmão do prefeito, para se ter um entendimento melhor é bom compreender que a política aqui acaba funcionando como um negócio de família. Tentarei achar relações com acontecimentos e ações aqui do município. Toda pesquisa sobre doação e arrecadação de campanha foi retirado do site http://www.asclaras.org.br/

Bem o Deputado Adrian, arrecadou R$ 2.106.386,72,isso mesmo mais de dois milhões de reais para se tornar deputado federal. Será que vale mesmo tanto investimento para participar do congresso federal e decidir sobre as leis do país? Devem acreditar muito na democracia todos esses doadores. Deste montante, 90% foram doados por pessoa jurídica e dessas temos 24 empresas locadoras de máquinas e 13 empresas prestadoras de serviço. Números significativos, uma nova etapa desta pesquisa poderia ser quantas dessas empresas prestam serviços à prefeitura municipal de Macaé.

Através da pessoa Jurídica Adrian Mussi foram doados R$ 156.567,18, esse valor é mais que a metade de todo patrimônio que o deputado declarou à justiça eleitoral para ser candidato em 2010 (segundo site http://www.excelencias.org.br foi de R$ 230.706,88). Esse dinheiro de campanha muitas vezes parece circular entre candidatos e doadores. Existem algumas doações no mínimo curiosas feita pela pessoa jurídica. A maior doação individual foi para um candidato chamado Adilson Palácio, do Partido Republicano Progressista (PRP) e alcançou só 1.219 votos e não se elegeu ficando na suplência. As doações são para candidatos a deputado estadual variados partidos e os eleitos hoje fazem parte da base de sustentação do governo Sérgio Cabral. O candidato derrotado ao senado pelo PMDB também foi agraciado com uma doação de Adrian.

Outro dado interessantes visto no http://www.excelencias.org.br foi a quantia que o deputado recebeu da Câmara como verba indenizatória (gasto com aluguel, consultoria, diversos e transporte/estadia) foi de R$ 235.706,88. O mandato do deputado tem saído bem caro aos cofres públicos.

Nesse contexto vale também refletir sobre as ações do deputado nas dois principais debates que correram pela Câmara de Deputados.

A primeira diz respeito a CPI da Cachoeira e as sinistras ligações entre o bicheiro Carlinhos Cachoeira, diversos políticos e a empresa Delta Construções. O deputado Adrian Mussi não assinou o pedido de CPI, por que será que o deputado não gostaria que se abrissem investigações sobre o tema. O que mais implica a CPI para o nosso Estado, pelo menos até agora, são as íntimas ligações da Delta com governo do Estado, seu super crescimento após 2009 com contratos bilionários e grandes obras como a reforma do Maracanã e construção da transcarioca. Seria por que em Macaé tem uma obra milionária da Delta? Uma obra orçada em 17 milhões de reais, na orla de Imbetiba, que segundo ouvi de alguns macaenses uma obra desnecessária e que irá descaracterizar um espaço histórico da cidade. Perguntas que deveriam ser respondidas.

A outra questão é sobre a aprovação do Código Florestal essa semana na Câmara de Deputados. O texto aprovado é um horror! Concede anistia aos desmatadores, desregulamenta áreas de preservação, entre outros malefícios com o meio ambiente. Aqui em Macaé uma cidade com bonitas praias uma região serrana apaixonante é, no mínimo de se preocupar, ter um representante local que não se importa muito com a preservação do meio ambiente. Deve ser por isso que o parque municipal da praia do pecado nunca saia, que não se altera o gabarito dos prédios ao redor dessa mesma praia, ações como essas somente favorecem aos que especulam imóveis e terras em detrimento à um cartão postal que deveria ser patrimônio da humanidade. Por esse caminho os mesmo pensam em construir um porto no Lagomar que traria um impacto profundo e negativo ao ecossistema do local. Enfim pesquisando eu descobri pelo site http://www.excelencias.org.br , que traz a ficha dos parlamentares eleitos no país, que o deputado É alvo de ação de execução fiscal movida pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis:TRF-2 Seção Judiciária de Rio de Janeiro – Processo nº 0005421-49.2003.4.02.5116 .

Macaé é uma das cidades mais ricas do Estado do Rio de Janeiro a outrora princesinha do Atlântico é agora a capital nacional do Petróleo. Além de ser a principal base de operações da Petrobrás atrai inúmeras empresas multinacionais do ramo e outras tantas prestadoras de serviços. O município passa por um acelerado processo de urbanização impulsionado pela riqueza do petróleo.

A disputa eleitoral por aqui já começa a esquentar. Apesar de ter chegado recentemente em Macaé, começo a compreender um pouco dos acontecimentos. Tenho estudado os elementos, os partidos e as movimentações políticas no intuito de entender os processos locais por isso resolvi dividir essas reflexões neste espaço para melhor exercer meu papel de cidadão. Nos próximos versarei sobre os outros postulantes.

*Matheus Thomaz é assistente social e articulista do jornal O Polifônico.

Comentários desativados em As eleições vem chegando

Documentário realizado em Casimiro de Abreu será exibido hoje no CCBB Rio

Posted in Cultura, Região, Videofonia by ImprensaBR on 25/04/2012

Será exibido hoje, daqui a pouco, no CCBB Rio de Janeiro, o curta-metragem documentário Quilombo, da historiadora Renata Azevedo Lima.

O filme foi realizado em Casimiro de Abreu já foi apresentado em diversas mostras de cinema e vídeo no Brasil e no mundo e desta vez foi escolhido para fazer parte do programa do do  4º Festival Internacional do Filme de Pesquisa: Cultura, diáspora e cidadania.

Quilombo (A ousadia de lutar pela liberdade)
De Nina Tedesco (doutoranda de Comunicação Social da UFF) e Renata Azevedo Lima (pesquisadora e diretora de produção, historiadora da Fundação Cultural Casimiro de Abreu /RJ e mestranda de História da UFF).
17 min., português, 2010.
Sinopse: O filme investiga uma localidade na região serrana do município de Casimiro de Abreu (RJ) chamada “Quilombo”. O acesso é difícil, estrada de chão sinuosa e esburacada, com altitude mínima de cerca de 700m, abundância de água e terra fértil. Chegando lá, nenhum negro foi encontrado, apenas descendentes de colonos suíços. A questão “o nome do local tem relação com o passado de resistência dos escravos?” é o fio condutor do filme, que reúne entrevistas com moradores e ex-moradores do Quilombo, moradores da cidade de Casimiro e historiadores, além de belíssimas imagens da natureza do local, imagens de mapas e manuscritos sobre a região, produzidos no início do século 19, e ruínas arqueológicas. A trilha sonora é uma interpretação original de ritmos africanos.

Programação completa do festival em:  http://www.labhoi.uff.br/node/1464

ional do Filme de Pesquisa: Cultura, diáspora e cidadania.

Comentários desativados em Documentário realizado em Casimiro de Abreu será exibido hoje no CCBB Rio

%d blogueiros gostam disto: